Posts tagged ‘Pratos & Drinks’

24/08/2014

Vai um chopp aí?

https://criticadeponta.files.wordpress.com/2014/05/pratos-e-drinks.jpg

Um ambiente tradicional, envolvente e moderno

A Choperia Tito foi inaugurada em 1.933 pelo alemão Germano Betz com o nome de Bar Deliciosa. Em 1.942 o Seu Tito começa a trabalhar no local, era garçom e dois anos depois compra o bar, que ficava na avenida Vicente Machado. Em 1.956 o estabelecimento mudou para o endereço atual. Hoje quem dirige a choperia são os netos dele, Hudson e o Anderson. Seu Tito, hoje tem noventa anos e ainda trabalha no local.

O Chopp servido pela Choperia do Tito realmente é muito bom. O ambiente é pequeno, pode-se dizer minúsculo, porém aconchegante, na entrada vê-se algumas mesas e um balcão antigo de fórmica vermelha, onde no canto da parede, é servido a bebida em uma chopeira aparentando não ser muito nova. Na verdade a máquina é de 1956. O atendimento é rápido (em dias de semana) e praticamente vazio durante o dia. Ao pedir um chopp você recebe uma ficha com o logo do bar para colocar embaixo da taça que são tulipas de cristais; o excelente sabor é um resultado da máquina e da forma como é tirado, sem pressa, com muita prática o que garante uma espuma consistente, além de se manter gelado.

 

https://www.facebook.com/download/819864041380286/1.jpg

 

Na parede atrás do balcão, vê-se uma vasta variedade de garrafas, indo até o teto, algumas antigas, todo o ambiente é decorado com objetos e retratos antigos, os objetos originais da época e propagandas de bebidas, mesas, cadeiras, caixas nos remetem a um bar antigo. Nas paredes também é possível ver as matérias em jornais falando sobre o ambiente e marcas de frequentadores, alguns de longe que deixaram sua lembrança.

Um ponto negativo é que o ambiente é muito pequeno, ou seja, se vários grupos de amigos tiverem a ideia de irem ao local ao mesmo tempo, o espaço fica apertado; o espaço entre o balcão e a parede é minúsculo, o ambiente não deve ser muito confortável se lotado. Os objetos antigos e as paredes forradas de fotos dão um ar de desorganização ao ambiente, mas tudo bem, é um bar. O ambiente é extremamente moderno, possui ar condicionado, um dos sócios não saí do Ipad, o som ambiente é de uma rádio local FM, possuí uma TV circuito de propaganda locais, aceita cartão de crédito e o mais incrível é que, possuí transmissão ao vivo do bar pela internet, ou seja, alguém pode ver você tomando chopp ao vivo e em cores, o que pode ser usado a favor para verificar a lotação antes de chamar os amigos para tomar um chopp.

Marcos Vinicius

Serviço:

A Choperia do Tito fica na Rua Cel. Dulcídio, 745 – Centro, Ponta Grossa – PR, 84010-280

Telefone:(42) 3028-2525

Horários:

Segundas às sextas: 09:30 as 20:30

Sábados: 09:30 as 14:00

Nos domingos e feriados é  fechada

O chopp custa: R$ 6,00

Anúncios
Etiquetas:
22/11/2013

Dança de frutas e leite no liquidificador

pratos

Suco com leite, apesar do custo, pode acompanhar refeições diárias e é uma das opções de refresco para estações quentes

        É consenso: suco é uma das bebidas ideais para matar a sede e refrescar o calor durante o verão. A tradicional mistura de água com frutas é a “queridinha” no cardápio dos brasileiros, principalmente quando se trata do suco de laranja. A inovação vem com a substituição da água pelo leite puro ou leite condensado. A bebida ganha “cores e sabores” novos e quase chega a ser um milk-shake quando alguns ingredientes passam a ‘dançar’ dentro do liquidificador.

         A polpa do morango, por exemplo, juntamente com açúcar e leite, formam uma combinação vantajosa até mesmo para ‘driblar’ a fome. Servida em copos grandes, geralmente, a bebida chega à boca do consumidor com um aspecto espumoso, o que lembra a consistência do sorvete. Mas são só as aparências. Suco com leite pode acompanhar as refeições diárias, como o almoço, sem atrapalhar. Ninguém vai dizer que é “gulodice” tomar suco com leite e comer um bife. Não seria a mesma coisa se alguém resolvesse almoçar ao mesmo tempo em que desce “goela abaixo” um copo de sorvete.

sco

Foto: Divulgação

        Como nem tudo nesse mundo é ‘cor-de-rosa’ igual a bebida de morango, vale acrescentar que o preço não é lá muito acessível ao bolso, afinal, um copo de aproximadamente meio litro não sai por menos que R$ 2,50. Se comparado ao valor dos refrigerantes de mesma medida, algumas vezes se torna mais econômico deixar o suco para lá. No entanto, se o indivíduo resolve prepará-lo em casa, rende para a boca e o bolso. Ele bebe mais e gasta menos. Basta, portanto, escolher uma fruta ou polpa dessas, ter leite na geladeira e, é claro, um liquidificador para o preparo.

Keren Bonfim

  Serviço: A bebida com diversos sabores pode ser encontrada em restaurantes e lanchonetes da cidade por preço que variam entre R$ 2,50 e R$ 4,00.

26/10/2013

Uma Princesa dos Campos vegetariana

pratos

Em Ponta Grossa há um numero maior de lanches vegetarianos, mas além da carne há quem não coma derivados. O que fazer?

 O número de lanches e almoços vegetarianos cresceu na cidade. Mas há um grupo, vegan, que não come qualquer derivado de animais, como ovos e carnes. Para quem opta por esse tipo de alimentação existe o quibe vegano, que é uma receita simples e pode ser preparado em casa.

O quibe é preparado com a farinha de quibe, proteína de soja (também conhecida como carne de soja), batata e leite de soja. O tempero é a gosto e podem ser acrescentados legumes para dar um gosto especial. Quem optar por isso pode usar alimentos de cores fortes, como a cenoura, para dar uma cara nova ao prato. O gosto é caracteristicamente forte.

O tempero em geral é sal, alho, cheiro verde e/ou salsinha picada. Também pode ser usada pimenta-do-reino para quem deseja um gosto mais forte, enquanto outros colocam hortelã. O modo de preparo é parecido com o quibe normal: a batata entra no lugar do ovo que é o que dá a ‘liga’ da massa, ou seja, a deixa consistente. Uma receita parecida acrescenta aveia em flocos umedecidos, que além de fazer a ‘liga’, não tiram o gosto do quibe.

O prato pode ser frito ou assado por aproximadamente meia hora. Para os que são vegetarianos (que não comem apenas carne) podem colocar pão torrado esfarelado, que ajuda a dar consistência para a massa e sustenta por mais tempo. A proteína de soja é cozida antes de ser colocada na massa, e para quem nunca a preparou antes, deve ser feita como a farinha de quibe e colocada de molho por entre 20 a 30 minutos, e depois escorrida. O quibe é servido quente ou frio com molho.

Luana Caroline

Serviço:

Os ingredientes para preparo (farinha de quibe, batata, proteína de soja, leite de soja e temperos) podem ser encontrados nos diversos supermercados da cidade

12/10/2013

Um hambúrguer de ‘mentira’

Hamburgueria Gourmet oferece aos clientes o Gourmet Quinoa, um lanche artesanal vegetariano

pratos

Uma opção para quem não come carne é o hambúrguer vegetariano da Hamburgueria Gourmet. Apesar de ser caro, o ‘Gourmet Quinoa’ é macio e bem preparado, pois não desmancha e é grelhado no carvão, como um churrasco. O sanduiche é composto de pão tradicional, hambúrguer artesanal de quinoa com 150g, queijo prato, alface americana, tomate e molho adicional de alho. O hambúrguer lembra a carne tanto no gosto, quanto na aparência.

Quinoa é o grão de uma planta originária da Cordilheira dos Andes. É rico em proteínas e carboidratos. A hamburgueria acerta no adicional com molho de alho, que não é tão forte e combina com o lanche, mas peca na quantidade exagerada de sal do hambúrguer. Temperos como cebola e cheiro verde são percebidos na refeição. O pão é macio e relativamente menor que os servidos em outras lanchonetes.

522247_378092642273960_238987450_nFoto: divulgação

O pedido demora entre 10 e 15 minutos para chegar. Por ser assado em churrasqueira, é possível pedir o “ponto” do hambúrguer. Bem passado (mais crocante) ou mal passado (mais macio). Todos os lanches são preparados no dia e de modo artesanal, ou seja, a casa não trabalha com hambúrguer congelado. O atendimento imediato é um dos atrativos da casa.

O ambiente da hamburgueria é aconchegante. Além das internas, o espaço possui mesas externas, pouco usadas quando não ocorre música ao vivo. O som interno pode incomodar o cliente, pois discos são tocados inteiros. Alguém que não goste de Paralamas do Sucesso, por exemplo, precisa ouvir várias músicas do grupo para comer na Hamburgueria Gourmet. Intercalar a playlist agradaria mais clientes e poderia até evitar má digestão.

André Jonsson

O hambúrguer custa R$ 15,00. Hamburgueria: Avenida Bonifácio Vilela,
nº433 – Centro, Ponta Grossa/PR Fone: 042 3229-2800

13/09/2013

Preço alto com qualidade ‘média’

selo flicampos

Praça de alimentação no II Festival Literário dos Campos Gerais deixa clientes sem mais opções

       A falta de concorrência entre as seis barracas de alimentação presentes no II Festival Literário dos Campos Gerais (Flicampos) fez com que o preço dos lanches oferecidos ficasse mais alto que a média. Os doces e salgados de rápido preparo – como cheeses, crepes suíços e batatas fritas – não ofereciam nada além do ofertado em outros locais da cidade, como os pasteis com pouco recheio e com uma qualidade inferior ao valor cobrado.

      Alimentos diferentes em quantia e qualidade possuem o mesmo valor, como é o caso das batatas fritas, hambúrguer simples e espetinho de frutas. Cada barraca é responsável por um tipo de alimentação. O acordo de ‘não concorrência’ deve beneficiar os proprietários, mas não necessariamente quem resolve comer enquanto está na feira.

Foto: André Lopes

Foto: André Lopes

        Os clientes chegam à quitanda com o dinheiro em mãos, fazem o pedido e recebem a informação de que devem primeiramente trocá-lo por fichas no caixa ao lado. A ideia é evitar que o cozinheiro tenha contato com o dinheiro enquanto prepara a comida, algo que entra em contradição quando as fixas são trocadas, e no outro dia voltam a servir de moeda.

         A praça de refeições está localizada entre a Biblioteca Pública Municipal Prof. Bruno Enei e o Conservatório Musical Maestro Paulino. As vendas estão dispostas em forma circular, a esquerda de quem vem da entrada principal da feira estão as mesas e cadeiras, que não possuem guardanapos, o que faz com que depois de comer o cliente tenha que ir até barraca pedir ao vendedor ou sair de mãos sujas.

 André Lopes

 

Serviço:

A praça de alimentação funciona diariamente durante a II Flicampos das 9h às 20h.

09/08/2013

Um casamento de dois fermentados

pratos

Chopp com vinho conquista pela textura diferenciada e equilíbrio entre dois sabores marcantes

     O Chopp com vinho servido pela Vêneto surpreende pelo sabor. O mesmo acontece com o claro que, apesar de ser mais comum nos outros estabelecimentos, merece atenção pelo paladar. Estes chopps são da marca Germânia, que distribui em diversos estabelecimentos do Brasil. São boas opções para quem deseja degustar só a bebida ou acompanhando diversos tipos de pratos.

     O chopp com vinho possui uma coloração mais escura, típica de vinho tinto. Com sabor suave, quase não se percebe o teor alcóolico, que é de 6,8%. Nota-se gosto adocicado ao beber o chopp de vinho. A espuma levemente cremosa traz uma sensação distinta para quem toma. Apesar de serem bebidas diferentes, a mistura entre os dois fermentados (chopp e vinho) fica bastante equilibrada.

Foto: Marcela Ferreira

Foto: Yago Rocha

    Já o chopp claro, se diferencia também pelo sabor mais intenso do que a maioria. Feito com baixa fermentação, o gosto lembra cervejas especiais, como cervejas de trigo, por exemplo. Uma bebida suave, apesar de alcóolica. Levando em consideração o sabor, o chopp claro da Vêneto pode ser considerado vantajoso por não ter grande diferença de preço dos demais. O teor alcóolico é 4,5%.

    Um ponto negativo é a demora em ser atendido no estabelecimento, que conta com poucos funcionários para atender as demandas. Apesar disso, os atendentes são atenciosos com os clientes. Infelizmente, a Vêneto não serve porções por ser um estabelecimento mais voltado a sorvetes e derivados. Isso causa o desconforto de quem bebe o chopp, que têm que enfrentar fila em outro estabelecimento para degustar um acompanhamento.

Marcela Ferreira 

 Serviço

Os chopps Germânia são vendidos na Vêneto Gelato do Shopping Palladium Ponta Grossa pelos preços:
Chopp claro: R$ 5,00 (300 ml), R$ 6,50 (500 ml) e R$ 8,50 (700 ml).
Chopp com vinho: R$ 6,00 (300 ml), R$ 8,00 (500 ml) e R$ 9,80 (700 ml).

10/05/2013

Um amado (e amargo) café

pratos

Café doce quanto baunilha, atendimento amargo como no Vanille Café

     No final da galeria de lojas do shopping Omni, no Centro de PG, ao lado do elevador, fica o Vanille Café. A frente e a lateral da cafeteria são de vidro, o que torna o ambiente atrativo aos olhos dos curiosos. Mesinhas brancas de madeira, cadeiras estofadas, velas aromáticas e objetos antigos fazem parte da decoração. Duas mesas, que ficam do lado de fora das paredes de vidro, sugerem alguma “chamada” para o estabelecimento.

    O cardápio exposto numa lousa na parede contém café tradicional, café pingado, cappuccino, expresso, cafés com bebidas alcoólicas, descafeínado, chá e bebidas geladas. Um dos cafés mais pedidos é o expresso com leite. Forte, mas não amargo; bem encorpado, mas não enjoativo. A xícara de 100 ml não é suficiente para os clientes que se envolvem com a qualidade do café (da marca Curitiba de cafeterias) e com o ambiente.

cafe-informacoes2Foto: Divulgação

    Além das bebidas, o café Vanille oferece salgados assados para os preocupados com a boa forma, e bolos e tortas para quem não se preocupa com eventuais calorias extras. Sanduiches naturais, guloseimas e sorvetes também são opções ofertadas aos consumidores. Tanto os salgados quando os doces são saborosos, mas nada supera a qualidade do café. Preparado numa máquina especial, adoçado a gosto e servido na mesa, todo o ambiente proporciona um charme digno dos filmes nova-iorquinos de Woody Allen.

    O que quebra um pouco o “sonho cinematográfico” de charme do café é o atendimento. As moças, talvez cansadas ou com má vontade, acabam por desanimar o frequentador que busca um espaço aconchegante, além da atenção indevida que a senhora do caixa presta na conversa dos clientes.

Giovana Paganini

 Serviço:

Vanille café – Rua Cel. Dulcídio, nº 713, Centro de PG

Aberto de segunda à sábado das 9h às 19h

Preço do café preto pequeno: R$ 2,80

12/04/2013

Tradição ao servir café na XV

pratos

Muitas histórias se encontram em um ambiente aconchegante localizado em uma das principais ruas centrais de PG

A cafeteria Pop’s é referência ao servir, para seus clientes e amigos, um cremoso café feito em uma maquina italiana. Há quatro décadas, o bar está localizado na rua XV de Novembro, ponto central e tradicional na história de Ponta Grossa.

O espaço é pequeno, com bancos sem muito conforto, o que deixa um ar de ser breve a permanência no estabelecimento. Os clientes mais fiéis são comerciantes que trabalham na mesma rua, pessoas que frequentam o café desde seus primeiros anos. Os fregueses mostram uma intimidade ao conversar com a atendente e a proprietária do estabelecimento, a senhora Loiri Rubini, que trabalha no local desde a fundação, onde era gerente. Com um modo que a primeira impressão pode assustar, Loiri trata todos que entram no café com respeito, dedicação e carinho, questionando-os sobre como foi o dia e, talvez, convidando-os a gastar mais.

Foto: André Bida

Foto: André Bida

Para consumo, a cafeteria oferece algumas opções como empadinha, rissoles, pastel, folheado e coxinha, além dos lanches preparados na hora. O preço do café varia a cada escolha do cliente: custa entre R$ 3,00, o simples com leite pequeno, até R$ 6,00 aos mais sofisticados, que levam além do tradicional café e leite, uísque entre outras diversificações. O som ambiente fica por conta de uma emissora local em volume aceitável, que não atrapalha a conversa com as pessoas. Ainda é possível encontrar uma televisão desligada, além da variedade de jornais atualizados em uma mesa ao lado do caixa com os periódicos Jornal da Manhã, Diário dos Campos e Gazeta do Povo.

                                                                                                                           André Bida

Serviço:

Endereço: Rua XV de Novembro, 450 – Centro. Ponta Grossa/PR

27/03/2013

Caseiro no espaço, caseiro no gosto

pratos

Hamburgueria apresenta uma inovação na carne e um ambiente criativo em PG

 À moda de uma lanchonete/bar alternativo, a Hamburgueria Gourmet possui um espaço com diferentes ambientes, desde mesas de madeira, sofás à mesas externas. Com um som ambiente no estilo rock e samba, a Hamburguería se torna um diferente espaço ao cliente escolher e se sentir a vontade. Nas paredes também não faltam imaginação, com quadros diversos à venda, papeis de paredes de histórias em quadrinhos, adesivos floridos, crochês e exposições fotográficas, o local se torna também um ambiente atrativo ao olhar durante a refeição.

PRATOS E DRINKS - DIVULGAÇÃO

Foto: Divulgação

Tais referências também se estendem à cozinha, que aposta em sanduíches com hambúrguer de preparo caseiro. Um exemplo é o lanche Onion & Cheddar (R$ 11,90), feito com pão preto, hambúrguer artesanal de 150g bovino, cheddar, cebola refogada em molho shoyu e molho de hamburgueria. O sabor do hamburguer é um dos mais atrativos do lanche. Com gosto de uma “verdadeira” carne, o hambúrguer com cerca de 3cm dispensa um segundo sanduíche durante o lanche. Outro gosto interessante é o molho de shoyu com o cheddar, espalhados uniformemente por todo o pão, que junto à cebola dão um gosto de molho especial. Para beber, a caipirinha geralmente é uma boa pedida, mas se mostrou um pouco ácida, faltando uma boa quantidade de açúcar. Apesar disso, a dose de vodka é suficiente para o tamanho do copo.

O atendimento da lanchonete é bem prestativo, entretanto a demora da entrega do pedido é longa, aproximadamente 35 minutos. As escolhas de pratos são muito variáveis. O Cardápio oferece hamburguers: Tradicionais, Clássicos, Especiais, Vegetarianos e Premium.

Mariana Okita

 

Serviço:

Hamburgueria Gourmet

Preço: De R$ 8,00 à R$ 14,90

Endereço:  Av. Bonifácio Vilela – 433. Ponta Grossa – PR

Atendimento:  De Terça-feira à Domingo. Cozinha aberta até 00h e o local de 00h30 á 1h

Telefone: 3229-2800

22/03/2013

Nem suco, nem milk-shake

pratos

O smoothie é uma famosa bebida estadunidense que combina suco com sorvete ou iogurte e ainda é pouco conhecida no Brasil

    O “smoothie” é uma bebida que mistura basicamente frutas, gelo, açúcar e sorvete (ou iogurte) no liquidificador, tornando-se uma alternativa refrescante ao tradicional milk-shake. Bastante conhecida nos Estados Unidos, mas pouco popular no Brasil, a bebida se popularizou em meados da década de 60, mas passou a ser conhecida por “smoothie” nos anos 70, devido à empresa Smoothie King. Pessoas que procuram hábitos de vida mais saudáveis geralmente optam por um “smoothie” de iogurte.

Pratos e Drinks - Taís

Foto: Taís Borges   

Em Ponta Grossa, é possível encontrar a bebida na Sorveteria Polar, localizada à Avenida Dr. Vicente Machado.  O local oferece cinco sabores de “smoothie”, a partir de frutas como morango, melão, banana e sorvete de limão e creme, e não tem receitas com iogurte. O sabor “Onça Pintada” é feito com suco de morango, amora e sorvete de creme e tem um aspecto rosado com “pintinhas” de amora. O “Rugi”, com suco de morango, melão, folhas de hortelã e sorvete de limão. Ambos se assemelham com um milk-shake, sedo de aparência atraente, mas tem um sabor diferenciado pela mistura de frutas. Enquanto o “Onça-Pintada” é mais doce, o “Rugi” é mais azedo, devido à escolha de ingredientes com menos açúcar. A bebida é servida em copos de plástico, mas seria melhor se tivessem tampa, como os de milk-shake, pois evita derramamento.

    A bebida é tão simples que também pode ser feita em casa. Existem várias receitas comuns disponíveis online, mas o “smoothie” é aberto a diversas combinações, algumas muito saudáveis. O benefício de substituir um milk-shake comum por essa bebida é a presença de vitaminas e minerais, além da menor quantidade de gordura e de ser saborosa. É uma boa opção para se refrescar em dias quentes e uma alternativa aos sucos comuns ou com leite, comumente pedidos em lanchonetes.

Taís Borges de Macedo

Serviço:

Polar Sorvetes

Avenida Dr. Vicente Machado, 568, Centro.

Fone: (42) 3225-1515. Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h às 23h

Preço do smoothie: R$ 6,00