Posts tagged ‘Lorraine Almeida’

03/11/2013

Alguns bichos ‘pegam’ tendências da moda

moda-e-estilo1

Estampas que imitam pele e rostos de animais continuam em alta na temporada (primavera/verão)

Não é de hoje que “animal print”, peças que imitam a pele de vários animais, estão na moda. Onças, zebras, cobras e tigres estão presentes no guarda roupa da maioria das mulheres, se não em roupas, em alguns acessórios, como sapatos, cintos ou bolsas. A tendência mais recente surgiu há aproximadamente dois anos, é o “print animal” ou “animal face”, roupas estampadas de rostos e corpos de animais.

As estampas que reproduzem peles de animais, quando combinadas com peças neutras ou utilizadas apenas em algum acessório da composição, criam um aspecto mais sóbrio e elegante. Além disso, elas imprimem um diferencial em roupas neutras. Entretanto, quando utilizadas em excesso, ou ao mesmo tempo, carregam a imagem e chegam a se tornar “brega”.

Já no “animal face” geralmente são usadas imagens de animais selvagens, como leões, tigres, lobos, ursos e gorilas, mas também é comum encontrar estampas de rostos de gatos e cachorros. São usadas em composições mais jovens e urbanas, deixando o “look” mais despojado. Mas como são estampas grandes que ocupam toda a blusa, também pedem complementos de peças sem estampas, geralmente com cores mais neutras.

Imagem

Foto: Divulgação

“Animal prints” podem ser encontrados em todas as peças de roupa, mas quando utilizadas em grandes quantidades, as duas estampas ficam exageradas e carregam a imagem. Como em todo tipo de estampa, é necessário bom senso na hora de vestir para não se tornar ‘cafona’. Os dois tipos de estampas são indicadas para pessoas que gostam de roupas mais vivas.

Lorraine Almeida

Serviço:

As peças com estampas animais podem ser encontradas em lojas de roupas e acessórios da cidade ou pela internet. Os preços variam de acordo com a peça desejada, que podem ser encontradas a partir de R$ 10,00.

27/09/2013

Não tem música, e tampouco notícia regional

antena

Rádio Joven Pan de Ponta Grossa transmite programas locais, mas não dá destaque para a cidade

A emissora afiliada ponta-grossense da rede Jovem Pan tem a maior parte de sua programação vinda de São Paulo e retransmitida para as rádios filiadas de todo o país. Somente durante as manhãs e as noites os programas são realizados em Ponta Grossa, com locutores locais. O foco da emissora é o entretenimento e a música (popular) internacional, com pouco espaço para programas noticiosos. Os principais programas da Jovem Pan são de música ou humor.

Para quem ouve rádio enquanto vai para algum lugar ou enquanto dirige e gosta das músicas que estão nas principais paradas de sucesso, a Jovem Pan se torna uma boa opção. Porém, não parece ser a melhor pedida para quem busca bons programas jornalísticos ou noticiosos. Em toda a grade da emissora, apenas dois programas são de notícias.

Divulgação

Divulgação

Outro fator deixado de lado é o foco na realidade local. Os poucos programas de notícias da Pan têm conteúdo nacional, sem destaque especial para os acontecimentos de Ponta Grossa. Os únicos acontecimentos da cidade salientados pela rádio são as apresentações musicais, de forma publicitária, algumas vezes sorteando ingressos.

Todavia, o conteúdo humorístico também se torna um atrativo para o público da emissora. Os programas ‘Pânico’ e ‘Missão Impossível’ são os maiores programas em audiência da Jovem Pan, com participações ao vivo por telefonemas durante os programas. Além das participações dentro da programação, os ouvintes podem interagir escolhendo as músicas que serão tocadas durante o dia, sendo que somente as mais pedidas vão ao ar.

Lorraine Almeida

 

Serviço:

Em Ponta Grossa, a rádio Jovem Pan é transmitida na FM 103,50 Mz.

Etiquetas: ,
13/09/2013

Criançada preparada para o show da alimentação

selo flicampos

Estudantes de Nutrição cantam sucessos da atualidade para alertar sobre alimentação saudável

         Entre muitas apresentações de vários gêneros exibidas na II Feira Literária dos Campos Gerais (Flicampos) uma delas incentiva hábitos alimentares mais saudáveis entre as crianças de escolas da cidade. Os alunos do último ano do curso de Nutrição do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (Cescage) apresentaram um número musical educativo para as crianças que visitavam a feira, na terça-feira (10/09).

        A música apresentada era uma paródia do “Show das Poderosas”, da cantora Anitta, que falava sobre consumo de frutas, verduras e legumes. Os próprios alunos cantavam a letra feita por eles. Alguns também vestiam fantasias de alimentos naturais. Além da apresentação musical, havia um espaço na feira destinado às crianças. Além de ouvir explicações sobre o assunto, as crianças podiam brincar com jogos educativos sobre alimentação.

Foto: Larissa Rosa

Foto: Larissa Rosa

       Por se tratar de uma programação complementar da Flicampos, o público era formado por alunos de algumas turmas escolares da cidade e curiosos que passavam pelo local. Como eram os estudantes que cantavam a música, a qualidade não era profissional, porém serviu para o objetivo: atrair a atenção dos pequenos.

           A estrutura utilizada pelos estudantes para a apresentação ficava localizada dentro da tenda na Flicampos, espaço que está sendo utilizado para manifestação de vários grupos, principalmente apresentações infantis. Além destas atividades, a feira ainda disponibiliza constação de histórias, palestras, atividades educativas e exibição de documentários durante toda a programação.

Lorraine Almeida

 Serviço:

Apresentação musical realizada pelos estudantes de nutrição do Cescage, na terça-feira, 10 de setembro, às 16h

Local: Sede da Flicampos – Centro de PG

23/08/2013

Quando Wolverine perde suas garras

projetor322

Marvel sensibiliza o heroi Wolverine, que agora não possui mais o metal adamantium

          O último lançamento Marvel, Wolverine Imortal, começa na Segunda Guerra Mundial, com um enredo ligado aos demais filmes do personagem. Mas não demora muito para que o filme tome um rumo inesperado pelo espectador. Quem vai ao cinema para ver o australiano Hugh Jackman lutando nas florestas do Canadá acaba assistindo um filme inteiro de clichês sobre a máfia japonesa.

            Em meio a essa nova história, o filme mostra um Logan isolado do mundo, atormentado por fantasmas e ansioso pela própria morte, fragilizando um pouco o personagem. Porém, as características marcantes de Wolverine não são deixadas de lado, como a força, a impulsividade e a facilidade em se apaixonar por mulheres bonitas.

Wolverine-Imortal-BN-660x330Foto: Divulgação

            A trilha sonora do filme é predominantemente instrumental, com músicas de suspense e ação, clássicas em filmes de ação e super heróis. Os efeitos especiais bem elaborados estão presentes durante todo o filme, chegando ao auge na luta do herói contra uma armadura feita do mesmo metal que possui no corpo. A combinação de ação, bons efeitos especiais e super poderes é o que prende o espectador ao longa.

            Outra parte inesperada do filme é a possibilidade de passar para outra pessoa os poderes de cura de Wolverine, o que é difícil de imaginar, uma vez que, na história, tais poderes são genéticos. No final do filme, o personagem também perde suas garras do fictício metal adamantium. Quebrando toda a sequência X-Men e Wolverine, quando volta a ter as garras de osso. O filme acaba, novamente, sem o esperado final feliz de Logan com a mulher amada.

Lorraine Almeida

Serviço: Wolverine Imortal, 2h06min

Cine Araújo – Shopping Palladium

Classificação indicativa 12 anos

Exibido diariamente

Cinema Lumière – Shopping Total

Classificação indicativa 16 anos

Exibido diariamente

Etiquetas:
22/06/2013

Uma vibração positiva ao planeta

cabec3a7alho-fuc1

Performance de grupo goiano arranca aplausos em apresentação no FUC 2013 

             A sétima apresentação da sexta-feira (21/06), terceira noite de Festival Universitário da Canção (FUC), ficou por conta de Conrado Pêra, Jadson Fernandes dos Santos e Leide Luana Conceição. A banda veio de Alto Paraíso, estado de Goiás, e apresentou a música Iluminar, escrita por Conrado Pêra. Cada integrante é de um lugar do Brasil, mas se conheceram, e formaram o grupo, em Goiás.

             Antes do espetáculo começar, a organização do evento exibiu um vídeo onde o grupo se apresentava a plateia e falava sobre a canção inscrita (e selecionada) ao festival. Além de falar sobre a história da banda, foi possível perceber a positividade que os integrantes desejavam e transmitiam ao público presente.

lOLA

         Foto: Lente Quente

          Os músicos entraram no palco em figurino estilizado com algumas influências de folk e hippie, vestindo túnicas, ponchos e saias longas. A interação com a plateia já surgiu antes da apresentação. A música era calma e suave, mas sem cair no melancólico. A letra interpretada falava sobre natureza e amor. As vozes eram harmônicas e afinadas, e o único instrumento tocado era um violão elétrico por Conrado Pêra.

           Durante a canção os interpretes tambm dançavam de forma leve e em movimentos expressivos, além de sugerir uma interação quase amorosa entre os integrantes, o que passava uma sensação harmônica ao público. Ao final da performance, os três músicos se abraçaram em comemoração enquanto estavam no palco. E, assim, Iluminar foi uma das canções finalistas do 26º FUC.

Lorraine Almeida

Serviço:

Canção: Iluminar

Letra e composição: Conrado Pêra

Músicos: Conrado Pêra, Jadson Fernandes dos Santos e Leide Luana Conceição

14/06/2013

Destaque para beleza e sertanejo

na tela

Programa da TV Guará busca audiência do público feminino com temas recorrentes no gênero

     Apresentado por Giselle Alonso, diariamente às 11h, o programa ‘Destaque’, transmitido pela Rede Massa, afiliada da SBT, visa atrair o público feminino com matérias de assuntos leves e cotidianos, como estética, moda, horóscopo, culinária e decoração de interiores. Durante uma hora de duração são exibidas em média cinco a sete matérias, incluindo externas feitas por repórteres.

    Acontecimentos e discussões locais são focos bastante apresentados. O programa possui um espaço para interação com as telespectadoras. No quadro “Gi Mamãe”, a apresentadora responde perguntas enviadas sobre gravidez ou cuidados com os filhos, sempre acompanhada de especialistas na área.

natela

Foto: Divulgação

     Destaque também apresenta um quadro de entrevistas musicais com artistas locais e também aqueles que vêm a Ponta Grossa para fazer shows. Além de conversar com a apresentadora, os músicos fazem apresentações de suas canções no palco. A produção do programa não esconde a preferência por um único estilo musical, já que a maioria das participações é de cantores e duplas sertanejas.

     A agenda do programa é feita de acordo com épocas e datas comemorativas do ano, algumas das edições que caem nessas datas chegam a ser quase um especial sobre o assunto, com matérias de diferentes enfoques sobre o mesmo tema.

     A apresentadora expõe os assuntos com linguagem descontraída, mas às vezes fica um pouco presa ao roteiro e mostra uma certa dificuldade em lidar com o improviso, o que pode atrapalhar na naturalidade, uma vez que o programa é transmitido ao vivo.

Lorraine Almeida

Serviço:

Programa “Destaque” – transmitido pela Rede Massa, TV Guará

Segunda a sexta feira, às 11h

Etiquetas:
24/05/2013

Espetáculo entre amigos

em cenaCentro Acadêmico João do Rio promove show de talentos para alunos de Jornalismo

      O centro acadêmico do curso de Jornalismo da UEPG (CAJOR) realizou, na quinta feira (23/05) o Show de Calouros da X Semana de Resistência. O evento, que aconteceu no Centro de Cultura de Ponta Grossa, teve apresentações  de alunos do curso e o Concurso de Miss e Mister Jornalismo. Toda a organização e comando do espetáculo também foram feitas por estudantes.

     O espetáculo teve apresentações de Leonardo Carriel, que declamou poesia e cantou uma música satirizando o sertanejo universitário, ambos de própria autoria; Matheus Dias, que interpretou Queen, Naton Botogoske cantando Garth Brooks, Gabriela Gambassi, que apresentou uma canção de Janis Joplin, Nei Sassaki e André Lopes, interpretando Lulu Santos e finalizando as apresentações da noite, André Lopes cantou Fresno.

show calouros 2André Jonsson

     As apresentações começaram com 30 minutos de atraso e durante todo o evento parte do público ria das exibições dos participantes, o que atrapalhou e até mesmo constrangeu quem estava no palco. Porém, o clima de amizade era maior. Colegas se incentivavam e interagiam durante as apresentações com palmas durante as músicas e até mesmo cantando junto. Naton Botogoske ganhou uma caixa de cerveja, pastel e refrigerante (na Pastelaria Princesa), dois livros sobre Jornalismo e uma camiseta da Associação Atlética de Jornalismo (AAJ) como prêmio da competição.

     O concurso de Miss e Mister Jornalismo aconteceu na metade do evento e teve a participação de concorrentes das quatro turmas do curso. As torcidas e comemorações eram bastante presentes. Os vencedores do concurso foram Marrara Laurindo e Rodrigo Huk.

Lorraine Almeida

 Serviço:

O Show de Calouros da X Semana de Resistência (Curso de Jornalismo UEPG) ocorreu no dia 23 de maio, às 19 horas, no Centro de Cultura de Ponta Grossa.

03/05/2013

A humanização do Homem de Ferro

projetor322

Primeiro filme da Marvel, depois de “Os Vingadores”, lota as salas de cinema em Ponta Grossa

     O último filme da trilogia Homem de Ferro traz uma versão intimista e vulnerável do anti-heroi Tony Stark, interpretado por Robert Downey Jr. O protagonista  tem crises traumáticas após o acontecido no filme Os Vingadores. No entanto, mesmo com a humanização, Stark continua irônico e grosseiro, marca da personalidade  do ator principal.

     A ação abre a história, com troca de tiros, lutas corporais e  ataques ao Homem de Ferro, o que torna o filme interessante para quem gosta do gênero. Baseado em histórias em quadrinhos, alguns acontecimentos fogem do que é retratado nos gibis que contam a história de Tony Stark.

homem-de-ferro-3-poster-nacional-615x878

Foto: Divulgação

     Na trilha sonora, o que predomina são canções instrumentais e músicas que remetem à ação do filme que, em vários momentos, desperta diversas reações do público da sala de cinema, como gritos e comemorações. Durante a exibição, percebe-se que a trama foi toda planejada para uma exibição em 3D.

     O vilão mantém a imagem de terrorista do Oriente Médio para mascarar seus crimes contra os Estados Unidos. No fim da história, o herói junto e um militar norte americano, o Patriota de Ferro, salvam a  nação novamente. A história traz momentos de romance com o esperado “felizes para sempre”, de Tony e a namorada Pepper, por quem o vilão também mostrava interesse.

     O final do filme é o encerramento da trilogia e do próprio Homem de Ferro, pois este deixa para trás a vida de super-herói. Além disso, abandona o principal elemento que caracteriza Tony Stark, a impulsividade.

Lorraine Almeida

Serviço:
O filme tem 130 minutos e a classificação indicativa é 12 anos.
Disponível em Ponta Grossa:
Cine Araújo – Shopping Palladium
Sala 1 14:15 / 16:45 / 19:15 /21:45 – dublado
Sala 2 15:30 / 18:00 / 20:30- dublado
Sala 4 3D Digital 14:00 / 16:30 / 19:00 / 21:30 – dublado

Lumiére Cinema – Shopping Total
Sala 1  13:40 / 16:10 / 18:40 / 21:30 – dublado
Sala 3  13:30 / 16:00 / 18:30 / 21:00 – legendado
Sala 4  13:30 / 16:00 / 18:30 / 21:00 – legendado

Etiquetas:
27/03/2013

Tardes na Praça Simon Bolívar

outros-giros21

Localizada no bairro de Oficinas, espaço oferece lazer para a população, mas apenas durante o dia

Parquinho infantil, quadra esportiva, aparelhos de ginástica para terceira idade e ambiente arborizado. Isso é o que a praça Simon Bolívar oferece a população do bairro Oficinas, desde a década de 1960, na quadra doada pela indústria Kurashiki.

Durante o dia funciona uma banca de jornal e um ponto de taxi na área. Diariamente, o local  é frequentado por crianças que aproveitam o parquinho, principalmente no horário de saída das escolas e nos finais de semana, além de idosos que, pela manhã, usam a praça para se exercitar e aproveitam o local como ponto de encontro com os amigos. Também durante os finais de semana, é comum ver crianças e adolescentes praticando esportes na quadra. A atividade mais habitual na Simon Bolívar é o futebol.

O problema aparece quando anoitece: apesar de bem iluminada, durante a noite é frequente o registro de casos de violência, vandalismo, tráfico e consumo de drogas no local, o que impossibilita passeios noturnos e partidas de futebol, depois de um dia de trabalho ou de estudo. Por outro lado, existe o carrinho de lanches que atrai outro tipo de público, com muitas pessoas frequentam o local para consumir os lanches, embora poucas permanecem muito tempo depois de comprar o sanduíche.

Mas, o medo que existe de ir a praça na noite não atrapalha nos passeios durante o dia, pois o espaço é sempre movimentado por pessoas procurando por laser. A praça Simon Bolívar é um bom lugar para passar uma tarde divertida em família, para levar os filhos, passear ou para se exercitar sem gastar dinheiro.

Lorraine Almeida

Serviço:

Avenida Visconde de Mauá, Oficinas, próximo ao terminal (de transporte coletivo) do Bairro

Ponta Grossa/PR