Archive for Novembro, 2013

29/11/2013

Agenda Cultural

agenda

Espetáculo teatral “Rir e Refletir”

Data: Sexta-feira, 29/11
Horário 20h
Local: Cine-Teatro Ópera
Ingressos: R$ 5,00 (preço único)

Espetáculos de Teatro com direção de Rafael Pedretti
Data: Sexta-feira, 29/11
Local: Centro de Cultura Cidade de Ponta Grossa
Programação: “A Hora da Estrela” – 19h- “Electra” – 21h
Classificação: 14 anos
Ingressos: a venda no CECI (Centro de Estudos Cênicos Integrados)
Valor: R$10,00 (inteira) e R$ 5,00(meia-entrada)

“Sinfonia Inacabada – Schubert”- Com Concerto da Orquestra Sinfônica Cidade de Ponta Grossa
Data: Sábado, 30/11 às 11h30
Local: Parque Margherita Masini
Ingressos: Entrada Franca

Espetáculo Teatral
Data: Sábado, 30/11
Direção de Maria Piva: “O Cavalinho Azul” – 16 h/“ ST- Continuar ou Não “- 18h
Direção de Rafael Pedretti- “Electra” – 20h (14 anos)
Local: Centro de Cultura Cidade de Ponta Grossa
Ingressos: a venda no CECI( Centro de Estudos Cênicos Integrados)
Valor: R$10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada)

Anúncios
29/11/2013

“Frizz e a missão de bem informar”

entre-linhas12

Com custo alto, revista aposta em propagandas e vida high-society de variadas cidades do PR

           A Frizz Magazine é uma revista mensal da cidade de Apucarana e região e está sendo veiculada há nove anos no estado do Paraná. Com portais na internet e páginas nas redes sociais, a Frizz tenta informar seus leitores com os mais diversos assuntos.

            A edição especial de aniversário (nº 104) de Outubro de 2013 traz entrevistas, anúncios e conteúdos jornalísticos tais como “A realeza turística de Londres’’ e Outubro Rosa. As páginas são bem chamativas e prendem-se mais ao entretenimento. O que se torna interessante é que possui muitos conteúdos sobre a cidade de Ponta Grossa, embora mais relacionado à Prefeitura Municipal, vereadores e high society. Ou seja, percebe-se que a revista se interessa mais com as colunas sociais e propagandas.

2013-11-27 18.06.02

Foto: Mariele Morski

           Com 182 páginas, a futilidade se encontra em muitas delas como na matéria “A coelhinha dos sonhos”, um ensaio e uma entrevista sobre uma coelhinha da revista Playboy. Um ponto positivo para a Frizz é que ela é dividida em partes, ou seja, cada cidade possui seu espaço. Facilita o leitor que não se interessa com o que acontece em outras regiões.

            As matérias de cunho jornalístico são bem escritas, embora se ocultem um pouco ao meio de tantas fotos que estão integradas à revista, tornando-a confusa. Outras páginas como a de “Programas Novos” são interessantes por trazer um resumo sobre o que está sendo lançado na televisão. A Frizz é uma aposta certa para aqueles que querem anunciar suas marcas, já que possuem leitores de diferentes partes do Paraná. A diagramação dela deveria ser mais clara, já que algumas coisas se misturam e a torna cansativa.

Mariele Morski

Serviço:

A revista Frizz pode ser adquirida pelo preço de R$11,50.

Para assiná-la: 0800-722-6464 ou pelo site http://www.frizzshop.com.br/catalog/category/view/s/livros-jornais-e-revistas/id/22/

29/11/2013

Todo mundo pronto? Chuchu Beleza…

antena

Podcasts de Felipe Xavier ocupam espaços comerciais na Jovem, Pan trazendo humor e crítica para a rádio

            Os 13 personagens do Chuchu Beleza aparecem em comerciais de emissoras desde 2000. Inicialmente era um projeto da Radio Mix FM para atrair o público jovem. Em 2009 o programa foi para a Rádio Jovem Pan FM depois de encerrado contrato com a Mix FM.

            Os programetes têm em torno de um minuto e meio a dois minutos e têm seu conteúdo voltado ao humor e crítica a comportamentos, situações cotidianas e política. Além do rádio, outra forma de ouvir os podcasts é pela internet, onde os áudios estão disponibilizados. O site, os personagens com mais acesso são o Doutor Pimpolho e a Cigana Catita.

chuchu beleza

Foto: Divulgação

           Os 13 áudios mais acessados somam quase oito mil acessos. Pode-se dizer que o Doutor Pimpolho é o principal personagem do Chuchu Beleza, pois dos 10 programetes mas acessados do site cinco são deste personagem. A cigana Catita, por sua vez, fica em segundo lugar com três áudios mais acessados. Os outros dois mais acessados são dos personagens: Naldinho e Homem Cueca.

            Todos os personagens são bem caricatos, exageros de “tipos” da população em geral. O Doutor Pimpolho é um empresário mau caráter, egoísta e arrogante que adora destratar sua secretária, Sileide. Já a Cigana Catita é uma cigana com sotaque portonhol e conselhos atrapalhados que geralmente envolvem o duplo sentido de palavras ou situações.

            Ao escutar no rádio o ouvinte que ainda não conhece os personagens pode ficar um pouco perdido, pois os programas não trazem uma recuperação do personagem, quem é e o que faz e nem teria como, pois os programas são curtos, porém isso atrai o ouvinte que se interesse para visitar o site.

Maria Luísa Cerri

Serviço:

O programa Chuchu Beleza pode ser ouvido durante alguns comerciais do dia da Rádio Jovem Pan ou no site: http://chuchubeleza.virgula.uol.com.br/

29/11/2013

Música, disciplina e dedicação

em-cena

A Música não está presente somente no som, mas também nas situações marcadas pelo silêncio

      Um grupo de alunos do Colégio Sant’Ana se apresenta no Cine Teatro PAX. Neste ano a Banda de Metais e Percussão do Colégio Sant’Ana, apresentou nove canções, dentre elas, trilhas sonoras de peças teatrais estreladas na Broadway, trilhas de filme, uma canção brasileira – Luar do sertão e também duas canções internacionais – Get Lucky do grupo Daft Punk, tida como o clímax da apresentação e a vencedora de melhor canção Skyfall.

       A banda é composta por 43 estudantes e o maestro que é o professor do Colégio. Os alunos se dividem entre tubas, eufônios, xilofone, bateria, bumbo sinfônico, teclado, trompetes, flugelhorns, trompas, entre outros. O concerto não se trata de uma mera reprodução de partituras, mas de um trabalho elaborado, onde dois integrantes fazem os arranjos de cada canção. Tarefa difícil reconfigurar uma canção de um grande compositor, como Hans Zimmer e outros compositores.

Foto: Luana Caroline

Foto: Luana Caroline

      A apresentação também conta com dois cantores líricos que entoam The Prayer (trilha de A espada mágica: a lenda de Camelot) e a participação de um ex- aluno, que toca Sweet Child O’ Mine, incluindo guitarra, um instrumento de corda aos metais e percussão, solando em harmonia com poucos instrumentos, que o acompanham de acordo com a melodia da música mais famosa da banda Guns ‘N roses.

      As canções interpretadas pela Banda variam a cada ano. Já foram interpretadas vários temas, como as músicas temáticas de super-heróis em 2006. Ao final, alguns espectadores ficaram desapontados com a ausência de um “bis”, pois esperavam ouvir Aquarela do Brasil, tradição nas apresentações da Banda em Ponta Grossa.

Marília Maciel

Serviço:

Banda de Metais e Percussão do Colégio Santana se apresenta uma vez ao ano.

29/11/2013

Um crepúsculo voraz

projetor322

Filme baseado em trilogia literária segue fórmula de sucesso de “fenômenos teen”

     Jogos Vorazes trata-se da adaptação de uma série de livros escrita por Suzanne Collins. Na trilogia, 12 distritos enviam jovens que guerrearem até a morte em uma ilha isolada e repleta de forças estranhas. Tudo é filmado, como um doentio reality show feito para desviar a atenção do público para os problemas sociais existentes em Panem (local onde a história se passa).

     O segundo filme da franquia Jogos Vorazes – Em chamas segue a fórmula do primeiro. Com elenco de médio para grande porte, o orçamento do longa metragem quase dobrou. O auge do filme encontra-se na estética. Um futuro caótico, com uma sociedade baseada na opressão aos moldes de monarcas.

20130930192834886080a

Foto: Divulgação

    Aos que leram o livro, o filme pode agradar. Aos que apenas foram apresentados à película, a trama, acelera-se para firmar a história e detalhes de um livro inteiro em 144 minutos. Jogos Vorazes segue o formato de outros filmes baseados em livros que fazem sucesso. A violência dá lugar ao romance. Os diálogos evidenciam a busca dos produtores pela audiência do público adolescente. Os jogos não são vorazes, muito menos os personagens que demonstram coleguismo mesmo sendo adversários numa luta por suas vidas.

      Como forma de protesto, a história firma-se como crítica ao poder de alienação da mídia. O casal protagonista Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) e Peeta (Josh Hutcherson) inspira a população dos distritos a contestar o poder do estado. O fim do filme compensa os momentos tediosos, com um desenrolar inesperado, cena final mostra a preparação território para continuação da série.

Kelvin Vieira

Serviço

Jogos Vorazes – Em chamas

Diretor: Francis Lawrence. Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth. Gênero: Ação , Drama , Ficção científica

Duração: 146 Min. Classificação:  Não Recomendado para menores de 14 anos

Distribuidora: Paris Filmes

Em cartaz:

Cine Araújo (Shopping Palladium): Dublado, diariamente 17h15, 18h30, 20h, 21h15

Luimère Cinemas (Shopping Total): Legendado, diariamente 15h, 18h, 21h

29/11/2013

O útil do século XIV é moda no século XXI

moda-e-estilo1

Diversos modelos e cores em alpargatas dão outras opções de calçados para o verão

     Espadrilles. Conhece? São as famosas alpargatas. O primeiro nome é de origem francesa e o segundo espanhola. O calçado, comum nos anos 1980, volta a aparecer nas vitrines e nos pés de homens e mulheres. Mas, as alpargatas têm origem mais distante. Em meados do século XIV o calçado era usado por trabalhadores do campo por proteger os pés do frio, calor e umidade. Outra versão é a de que as alpargatas surgiram na década de 1930, usadas durante a guerra civil (espanhola). Hoje o calçado é produzido em tecido e têm solado de corda ou borracha. Entretanto, é comum se encontrar variações dos modelos originais.

      Alguns possuem cordas nas laterais e outros o detalhe é feito por um material alternativo que a imite. Há alpargatas com cordões, renda e até mesmo algumas variações com salto. O calçado é bastante versátil, fica bem com roupas mais esportivas ou casuais. Para as mulheres, independente de estar vestindo um short e camiseta ou vestido, os espadrilles acompanham bem a composição da roupa.

DSC_0821

Foto: Gabrielle Koster

    Mas, essa reinvenção da tendência é recente. Pouco se ouvia falar ou se viam alpargatas há cerca de três anos. Os calçados tinham um ar mais rústico e simples nos anos 80.

      No verão, os espadrilles ganham força por serem mais leves que os tênis, menos informais que chinelos e mais confortáveis que as sapatilhas. Os preços são acessíveis, apesar de terem produtos com o preço mais elevado. Logicamente, o consumidor deve saber usar o calçado, pois há possibilidade de machucar os pés em uma longa caminhada e, apesar de já ter sido calçado em tempos de guerra, atualmente o material não aguenta uma garoa mais forte.

Serviço:

As alpargatas podem ser encontradas nas mais diversas lojas de calçados de Ponta Grossa a partir de R$30,00.

Gabrielle Koster

29/11/2013

Uma lata ambulante com muita história para contar

outros-giros21

O meio de transporte público em Ponta Grossa oferece locomoção e riqueza de experiências aos usuários

            Um espaço móvel e, portanto, capaz de levar os passageiros a outros giros. Viajar à bordo de um meio de transporte público em Ponta Grossa pode ser considerado com uma experiência com grandes reviravoltas. O ônibus pode estar sujo, ou vazio, alterando a qualidade do passeio em cada um dos casos. Afinal, encontrar aquele banco sozinho no final de um dia de trabalho transforma-se em um presente ao contribuinte.

            Porém, existem horários de pico, entre às 17h e 20h, quando grande parte dos trabalhadores e estudantes estão voltando para casa, em que o fluxo de pessoas é alto. Se o máximo para a lotação varia de 80 a 60 usuários no ônibus convencional, é fácil dizer que o limite ultrapassa em pelo menos 20 nesses momentos. Nada como ficar em um veículo cujo único espaço livre é o das escadas, que imprudentemente são ocupadas, apesar do recado de proibição de permanecia nos degraus.

cats4

Foto: Autor desconhecido        

   Mas a viagem pode ter momentos agradáveis, quando se ouve grandes histórias de vida, com direito a cartas apaixonadas do passado, daquelas senhoras que sentam juntas e falam em todo percurso. Além disso, as paisagens de alguns setores da cidade em que os veículos fazem a linha podem ser consideradas como pontos turísticos. Andar de ônibus pode também significar um modo de agregar ‘cultura’ conhecendo os bairros.

            Circular por R$ 2,60 ajudando o meio ambiente, sem usar veículo próprio, pode ser uma opção. Pena que a maioria que utiliza o meio somente o faz por necessidade e não escolha. Porém, os contribuintes possuem o direito e até mesmo o dever de cobrar das autoridades e respsonsáveis melhorias no transporte diário, que é público.

Rafaelly do Nascimento

Serviço:

A empresa que oferece o transporte público é a Viação Campos Gerais (VGG). Existem 4 terminais, 197 ônibus (entre articulados, micro-ônibus e convencionais) e 89 linhas.

Valor: R$ 2,60 em dinheiro, R$ 2,50 para cartão e R$1,25 para estudantes beneficiados.

29/11/2013

“Melhor cheeseburguer do mundo” tem sabor caseiro

pratos

Nova franquia de restaurante em PG, Madero inova na categoria dos cheeseburguers, com pão e hambúguer artesanais

     O restaurante Madero Burguer & Grill, inaugurado há menos de um mês na Praça de Alimentação do Shopping Palladium, traz novas opções de pratos aos paladares ponta-grossenses. As refeições variam entre massas, carnes, saladas e hambúrgueres, além das diversas opções de acompanhamentos e sobremesas.

     Apesar da grande variedade, o prato campeão de pedidos no restaurante é o “Cheeseburguer Madero”. Com a frase de propaganda “o melhor cheeseburguer do mundo”, o lanche consiste em pão, maionese, hambúrguer, queijo, tomate, alface e cebola, acompanhado de batatas fritas.

      O diferencial do prato, em relação às outras franquias, é o fato do pão e do hambúrguer serem feitos artesanalmente. O primeiro é mais crocante, enquanto o segundo é mais temperado. A combinação dá ao lanche um sabor caseiro.

LogoMaderoBurgerGrill_Horizontal_thu

Foto: Divulgação

     Dentro da categoria do Cheeseburguer Madero, existe o Cheeseburguer Júnior, com um hambúrguer; Cheeseburguer Clássico, com dois hambúrgueres e Cheeseburguer Super, com três hambúrgueres; além do Cheesebacon, que segue a mesma receita, exceto pelo bacon como ingrediente adicional.

     O ponto negativo do Cheeseburguer Madero é o preço ser um pouco acima das outras franquias, cerca de R$ 5 de diferença em comparação com lanches parecidos. Entretanto, o preço se justificaria pelo diferencial do pão e hambúrguer artesanais.

      O atendimento do restaurante é um aspecto a se destacar. A quantidade de funcionários não deixa nenhum cliente esperando para ser atendido ao entrar no estabelecimento. A espera pelos pratos varia de 15 a 20 minutos em horários de casa cheia.

Bianca Machado

Serviço:

Madero Burguer & Grill – Shopping Palladium – Rua Ermelino Leão, 703 – Olarias

Cheeseburguer Madero Clássico – R$ 26,80

29/11/2013

Essência de uma vida triste

vitrola21

Do black metal para a música neoclássica romântica, o pianista Newton Schner Jr mantém constante produção musical

      “Dias de Nostalgia” ou “Tage der nostalgie” é o décimo primeiro disco do pianista pontagrossense Newton Schner Jr. Em 2004 o músico autodidata criou o projeto Lebensessenz para gravar canções compostas apenas ao piano. Newton é conhecido no cenário Black Metal brasileiro por ter montado bandas tão obscuras quanto cultuadas durante o fim dos anos 1990 e começo do novo milênio, como Inmitten des Waldes, Benflogin e Hyperborean. A distribuição de fitas cassete entre pessoas que acompanham o segmento fez com que Newton se tornasse conhecido também no exterior, principalmente Alemanha, país que lançou a edição em vinil de “Tage der nostalgie”.

     O álbum traz 10 temas instrumentais conduzidos pelo piano, são canções melancólicas com títulos em alemão, inglês e francês e que traduzem o clima triste de composições como “The Heidegger’s silence” e “Un amour irréalisable Pt I”.

lebenssesenz

Foto: Divulgação

     “Tage der nostalgie” foi gravado no piano do Centro de Cultura de Ponta Grossa em 2010. Lançado em CD independente pelo próprio Newton Schner no ano seguinte, o disco também ganhou edição em vinil pelo selo alemão, especializado em Black Metal, Dunkelheit Produktionen. A tiragem limitada de 350 cópias, 100 destas foram fabricada num LP de 180 gramas de cor verde, tem projeto gráfico que reproduz obras de pintores renascentistas, a qualidade das imagens está em baixa definição, característica que se relaciona com o conceito sombrio do disco. O álbum teve uma boa repercussão, principalmente em países como Alemanha e Holanda, que receberam o pianista em turnê no final de 2012.

Marcelo Mara

Serviço:

álbum: Lebensessenz “Tage der nostalgie”

onde encontrar: www.dunkelheit.cc

29/11/2013

Na raça, no suor, na fotografia

livro-aberto

Fotorreportagem sobre futebol amador expõe dificuldades do esporte e destaca o público como motivador

             Futebol amador em Ponta Grossa. Este é o tema do livro de fotorreportagem “Na raça, no suor, É GOL!”, produzido por Thiago Terada, estudante do curso de Jornalismo da UEPG. O produto, resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), busca expor os problemas estruturais enfrentados pelos praticantes do esporte e mostrar que, apesar das muitas dificuldades, o futebol amador mantém um público fiel.

            A capa do livro relaciona o monocromático da imagem com o fundo preto e as letras brancas, buscando uma unidade visual e comunicativa sem enfeitar. Porém, o recorte da imagem prejudica o conjunto. Imperfeições que aparecem na bola e nas pernas dos jogadores poderiam ser evitadas, caso o recorte fosse mais cuidadoso.

capa terada

Foto: Divulgação

           As fotografias, de um modo geral, cumprem a função do fotojornalismo esportivo quanto aos enquadramentos. Fotos importantes foram registradas pelo autor: comemoração de gols, concentração de equipes, imagens com velocidade e interação com o público. Esses aspectos presentes, aliados à plasticidade dos registros, consolidam o material. No entanto, o trabalho peca (novamente) na edição das imagens. Aumentar minimamente o contraste das fotos eliminaria a sensação de dessaturação.

            O livro, por fim, significa um importante registro histórico para o futebol amador da cidade, “momentos dignos de serem gravados para a eternidade” e que, dificilmente seriam registrados nesse formato pela grande mídia. Ajustes na edição e diagramação do material reforçariam a importância do conjunto para além da aprovação do TCC.

André Jonsson

Serviço:

O autor pretende disponibilizar o PDF do texto na internet em breve. Contato: Thiago Terada   (facebook.com/thiagoterada).