Archive for Março, 2013

27/03/2013

Agenda

agenda

Show Musical – MILK’N BLUES

Dia: 05 de abril

Local: Baviera

Horário: A partir da 00h

Ingressos: Na hora

 

Show Musical – CJ J Lenon e Pagode Sambarock com Grupo Curtição

Dia: 6 de abril

Local: Thribus Campestre

Horários: 16h

Ingressos: Feminino a partir de R$ 15,00 Masculino a partir de

Classificação: Maiores de 18 anos.

 

Show Musical – Banda  RAYNNER, DJ MARCELO BK – DJ DA STOCK CAR, Banda DAZANZA.

Dia: 6 de abril

Local:  Grupo República

Horários: 16h

Ingressos: Feminino a partir de R$ 15,00 Masculino a partir de

Classificação: Maiores de 18 anos.

 

Projeto Tela Alternativa – Exibição do filme “Cenas de um Casamenro”

Dia: 02 de abril

Direção: Ingmar Bergman – 1973 – 155 min

Promoção: UEPG- Departamento de Línguas Estrangeiras Modernas e SMCPG

Local: Cine-Teatro Ópera – Auditório B

Horário: 19h30

Ingressos: Entrada Franca

 

Projeto Tela Alternativa – Exibição do filme “Amor (Amour)”

Dia: 09 de abril

Direção: Michael Haneke – 2012 – 127 min

Promoção: UEPG – Departamento de Línguas Estrangeiras Modernas e SMCPG

Local: Cine-Teatro Ópera – Auditório B

Horário: 19h30

Ingressos: Entrada Franca

 

Cinema

LUMIÈRE CINEMA SHOPPING TOTAL

Filme: G.I Joe 2: Retaliação

Classificação: 14 anos                                                                                             

Gênero: Ação                                                                                                                                  

Horário: Sala 4: 18:40 – 21:00                                                                                 

Idioma: Legendado – Normal

 

Filme: Vai que dá Certo

Classificação: 12 anos

Gênero: Comédia

Horários: Sala 1:  14:20 – 16:30 – 18:40 – 21:00

Idioma: Dublado

 

Filme: Os Croods

Classificação: Livre

Gênero: Animação

Horários: Sala 2: 14:00 – 16:10 – 18:20 – 20:25

Idioma: Dublado

 

Filme: Oz: Mágico e Poderoso

Classificação: Livre

Gênero: Aventura

Horários: Sala 4 : 14:30

Idioma: Dublado

 

Filme: A Negociação

Classificação: 14 anos

Gênero: Suspense

Horário: Sala 5: 18:40 – 21:00 (Legendado)

Sala 2: 14:00 – 16:10 – 18:20 – 20:25 (Dublado)

 

Filme: As Aventuras de Tadeo

Classificação: Livre

Gênero: Animação

Horário: Sala 5: 14:10 – 16:30

Idioma: Dublado

 

Filme: Tainá 3 – A Origem

Classificação: Livre

Gênero: Aventura

Horário: Sala 3: 14:00 – 15:40

Idioma: Dublado

 

 

Filme: Os Miseráveis

Classificação: 12 anos

Gênero: Musical

Horário: Sala 3: 17:20 – 20:30

Idioma: Legendado

Anúncios
Etiquetas:
27/03/2013

Uma comédia com tom de suspense

projetor322

Filme nacional peca em piadas rasas, mas arranca gargalhadas pelas trapalhadas dos personagens

O filme Vai que dá certo conta a história de cinco caras sem dinheiro nenhum que tomam medidas desesperadas para conseguir uma grana. Na trama, os personagens se enrolam em dívidas e fica cada vez mais difícil de saná-las. Por este motivo, a comédia vira quase um filme de suspense. O longa-metragem nacional tem uma mistura de jovens talentos e nomes renomados da comédia. Integram o elenco, de Bruno Mazzeo, Danton Mello, Lúcio Mauro Filho, Gregório Duvivier, Felip Abib e Fábio Porchat.

PROJETOR (1)- DIVULGAÇÃO

Foto: divulgação

O filme demora a engatar na comédia e as risadas só começam a aparecer no cinema a partir de 30 minutos de exibição. O humor está mais relacionado às trapalhadas do grupo de amigos (que não consegue nem sequestrar um dos elementos do grupo já tendo combinado antes e sendo parte do plano dos cinco), do que em piadas, já que a maioria é rasa e parecida com o humor da TV aberta.      O humor aparece também em tiradas sobre o mundo “nerd”, como filmes e jogos. O longa, com direção de Maurício Farias, tem personagens bem caricatos e regionalistas. Como exemplo, o enredo traz desde o “nerd” que tem uma loja de jogos até o político rico e que gosta de exibir o dinheiro. No regionalismo se percebe em quase todos os personagens o sotaque paulistano.

Apesar de ser uma comédia, o filme parece ser um pouco pessimista, pois coloca a mensagem de que a sociedade é tão corrupta que todos tem que agir de tal forma para conseguir sobreviver, portanto ninguém seria íntegro. No entanto, garante boas risadas pela estupidez e trapalhadas do grupo que não tem vocação nenhuma para o mundo do crime.

Maria Luísa Cerri

 

Serviço:

No shopping Palladium o filme fica em cartaz até o dia 28/03

Os horários são:

Sala 1: SEX,SAB,DOM,SEG E QUA 15:30 17:30 19:30 21:30
TER E QUI 17:30 19:30 21:30
Sala 3: DIARIAMENTE 18:30 20:30

No shopping Total o filme não tem data para sair de cartaz.

Horários (na sala 1): 14:20 – 16:30 – 18:40 – 21:00

27/03/2013

LET mostra um caráter socioeducacional

427352_474440072604006_221743636_n

Além da leitura de textos e livros, Laboratório revela importância para a comunidade não acadêmica

O Laboratório de Estudos de Texto (LET) é um programa do Curso de Licenciatura em Letras da UEPG, coordenado pela professora Djane Antonucci Correa. O espaço destinado aos acadêmicos visa, por meio da leitura e análise de textos, desenvolver trabalhos de extensão. O LET oferece cursos e minicursos que são de grande importância na formação de cada participante, tanto dos graduandos quanto dos pós-graduandos.

O funcionamento do projeto é a partir da escolha das  leituras, análise e escrita de textos variados que não focam em apenas uma temática. Discussões, cursos promovidos, participação em eventos e apoio a projetos socioeducacionais, além da publicação dos resultados das ações. Mesmo sendo um diferencial na Universidade, um dos problemas é que alguns acadêmicos do próprio curso de Letras não sabem ao certo o que é e para o que serve o projeto.

Além da importância do LET para a licenciatura em Letras, aumentando os investimentos direcionados à melhoria da infra-estrutura e fortalecimento do próprio Curso e do Mestrado em Linguagem. Identidade e Subjetividade, um dos objetivos é a aproximação  com escolas do ensino fundamental e médio, assim como uma interação direta com comunidades menos assistidas. Um dos trabalhos realizados recentemente pelo LET foi a exposição do Cense na galeria da Pró-Reitoria de  Extensão (no Centro da Cidade), que levou os internos do Centro de Socioeducação a fazer releituras de conhecidas obras de arte. Além de aproximar estudantes de diversos textos, o Laboratório revela uma importância socioeducacional.

            João Henrique Santos Souza

Serviço:

Bloco B – Campus Central da UEPG

Horário de funcionamento: 8h30 às 12h e 13h30 às 21h

27/03/2013

Pagode do bom é o samba que encanta o povo

vitrola1

O Grupo Pela Hora quebra preconceitos com o pagode e ganha espaço em Ponta Grossa

Na estrada há mais de 10 anos, o grupo independente Pela Hora é hoje um grupo de samba e pagode que vem se destacando, com embalo em casas noturnas e festas universitárias de Ponta Grossa e região. Apesar da região dos Campos Gerais levar o título de “Rancho”, por ser pertinente o “sertanejo universitário”, o Pela Hora é um grupo que tem grande aceitação.

Formado por Denílson (Surdo e Voz), Allan Lutierre (Violão e Voz), Marcos (Rebolo), Bruno Panda (Voz), Luiz Paulo (Cavaco), Rodrigo (Pandeiro) e Everton (Bateria), o grupo traz um repertório como músicas do momento como Thiaguinho e a que leva a galera lá em cima –  “Lancinho” – da Turma do Pagode e sambas de outros músicos como Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho e Jorge Aragão e Grupo Revelação.

VITROLA - Foto - Kauanna Mendes - Pagode 360° Roda de Samba

Foto: Kauanna Mendes

Além de cantar músicas de artistas conhecidos, o Pela Hora tem músicas próprias como “Eternamente”, gravada em 2010, quando o grupo participava do programa “Sacode Mundi”, da Rádio Mundial FM (99,3 em Ponta Grossa), no ar todo domingo, às 12h. O convite surgiu pelo atual prefeito da Cidade (Marcelo Rangel), após uma participação do grupo no programa Toque Geral, na unidade da rádio que funcionava em um shopping de PG.

O Pela Hora abriu muitas portas para vários grupos como, Por @kaso, Curtição, entre outros. O Pela Hora demonstra sintonia com o público, consegue de uma forma surpreendente levantar o astral da galera, com apresentações alegres e desconstraídas. O grupo, pelo que demonstra, pode ser uma oportuna sugestão para quem gosta de música e para quem traz alguma paixão por samba e pagode. Vale a pena conferir!

Kauanna Mendes

 

Serviço:
Diretoria Bar – Rua Balduíno Taques n° 1383-Centro.
Dia 31 de março/2013. – 22:00h
Valor: Mulher: R$5 e homem: R$ 10.
Contato: Denílson (42) 99942219 e Bruno (42) 98049391

Etiquetas: ,
27/03/2013

Comediantes ‘invadem’ Ponta Grossa

421901_474440039270676_1442201556_n

Artistas de stand up convidam colegas de trabalho para apresentação na Cidade

 A platéia que lotou o auditório A do Cine-Teatro Ópera aplaudiu de pé os humoristas Diego Castro de Ponta Grossa, Marcos Zenni do programa Amigos da Onça (SBT), Fabio Silvestre do programa A Praça é Nossa (SBT) e Pedro Lemos do Risadaria no show de Stand-up Comedy Diego Castro Convida, que aconteceu no sábado (23/03/2013).

Os convidados são da região e fazem piadas com as cidades dos Campos Gerais, além de abordar a vida privada e temas variados, o que os aproxima do público. Por ser em Ponta Grossa, surgiram piadas sobre a política local e demais fatos pitorescos que ocorreram na cidade, como o auto sequestro da vereadora Ana Maria.

EM CENA (1) - DIVULGAÇÃO

Foto: divulgação

Por mais que o show tenha uma classificação etária e os participantes tenham qualidade no trabalho, pecam no uso excessivo de palavrões, embora isso não torna o show ruim. Durante a apresentação, o Cine Ópera registrou um corte de energia, deixando o palco sem som e iluminação. No entanto, o show prosseguiu normalmente, precisando de uma colaboração maior do público para o silêncio no auditório. O que fez também com que novas piadas sobre infraestrutura fossem inseridas no show.

Há um espaço no meio do show que Diego oferece para humoristas iniciantes, o “Open mic”, onde amadores, geralmente com apenas um ou dois shows tem a oportunidade de apresentar o seu trabalho. No show, o convidado foi o pontagrossensse Leonardo Pereira. A iniciativa de trazer humoristas que participam de grandes shows foi uma tentativa, bem sucedida, de aumentar o público e consolidar o stand up no circuito cultural da cidade, dando uma maior visibilidade para as apresentações.

Leandro Oliveira

Serviço:

Show: Diego Castro Convida

Local: Cine-Teatro Ópera – auditório A

Data: O show aconteceu em 23/03 às 20h

Valor: R$12,00 inteira/ R$6,00 meia entrada

Duração: 2h. Classificação: 14 anos

27/03/2013

Basta espremer o jornal para sair sangue

entre-linhas12

Jornal com circulação nos município de Telêmaco Borba, Tibagi, Curiúva, Imbáu e Ortigueira, dá destaque às notícias mais sangrentas

“Vejam só este jornal, é o maior hospital”. A frase é da música Jornal da Morte, de Roberto Silva. O jornal Expresso se apresenta como o porta-voz das tragédias que acontecem no município de Telêmaco Borba e região. Ao preço de R$ 2,50, o consumidor descobre crimes violentos da cidade e graves acidentes. O veículo possui apenas três editorias (Cidade, Polícia e Geral).

O slogan do jornal – “Diante dos Fatos” – demonstra a intenção de transmitir notícias que acontecem no dia a dia da cidade. O propósito, no entanto, vinga apenas em relação àquilo que, literalmente, possa “derramar sangue” nas páginas do Expresso Notícias. Na edição de 9 de março de 2013, uma das matérias de capa destacou o corpo de uma jovem encontrado em estado de decomposição.

ENTRE LINHAS - DIVULGAÇÃO

Foto: divulgação

Fotos de pessoas machucadas, mortas ou em hospitais são comuns nas matérias. A capa, contudo, mistura o que há de mais sangrento com material publicitário. É possível ver numa publicação, por exemplo, o anúncio de uma empresa que promete “Domínio Visual” através painéis e impressão digital. Por outro lado, domínio visual não existe no jornal, pois é basicamente o colorido e o sangue que chamam a atenção.

Não parece haver preocupação com o limite humano e individual. Se existe morte, é notícia de primeira página. Até mesmo a editoria Geral, que poderia trazer ao público informações mais abrangentes, não foge apelo do sensacionalismo. É possível perceber que, por trás dessa exposição, há um interesse econômico. Afinal, tudo que diz respeito ao ser humano atrai outros humanos (e vende). Embora, expor sangue para conquistar lágrimas está longe da informação pública de qualidade.

Keren Bonfim

Serviço:

O jornal se encontra disponível na plataforma online:

www.expressonoticias.com.br/index2.php

27/03/2013

Uma emissora (de muitos) feita para muitos

487913_474440032604010_505364212_n

Programas com linguagem e gosto popular estereotipado marcam sucesso em rádio veterana de PG

Com slogan “o povão se encontra aqui”, a Rádio T (FM 99,9) tem programação musical voltada principalmente para o público sertanejo, insinuando que esse é o estilo preferido da massa.  A emissora se nomeia como ‘a poderosa’. Em abrangência, ela realmente é, com cobertura nas principais cidades do Paraná, ajudando a personalizar a programação noticiosa, já que a musical é a mesma para todo o estado.

Com dez programas na grade, a rádio dá mais importância ao entretenimento. São programas populares, como o Clube dos Pobres e o Fofocando, que dão atenção às coisas banais do dia-a-dia dos ouvintes e dos famosos, além de contar com a participação do público, através do Torpedo da T.

ANTENA - DIVULGAÇÃO

Foto: Divulgação

A locução tem linguagem simples e coloquial, mas às vezes exagera no uso das gírias, o que dá impressão de desvalorizar o público ouvinte. Sem contar os risos e piadas internas dos locutores, que fogem totalmente do entendimento daqueles que ouvem esporadicamente os programas.

Na divulgação de notícias, principalmente as políticas, é expressa a opinião do locutor com entonação forte. Interessante recurso usado, pois não deixa o ouvinte perdido entre informação e opinião.

A programação da manhã é leve e variada, com notícias locais, horóscopo e músicas atuais. Os comerciais ocupam pouco espaço, são bem distribuídos e não fazem o ouvinte esperar muito pela próxima música.

A Rádio T não foge ao padrão das demais emissoras de Ponta Grossa, pouca programação noticiosa na grade e músicas sem variações de estilo. Mas os ouvintes fiéis da rádio se sentem próximos dos locutores e devem se identificar com o gosto musical.

Isabela Almeida

Serviço:

Frequência 99,9 FM
site: www.radiot.com.br/

Etiquetas: ,
27/03/2013

Das festas juninas para as ruas

moda e estilo.

Antes considerada coisa de caipira, camisa xadrez pode ser usada em qualquer ocasião

 É só dar uma volta na rua para ver como se trata de uma peça versátil: algumas pessoas usam aberta, outras, fechada. Dobram as mangas, usam sobreposições, brincam com o contraste das cores. Há até quem combine com peças consideradas formais, como blazers. As camisas xadrez estão em todo lugar, e podem ser vestidas de todas as maneiras imagináveis. Só uma coisa não muda: o ar despojado que conferem.

MODA E ESTILO - FOTO RODRIGO MENEGAT (1)

Foto: Rodrigo Menegat

Antes de virar moda, a camisa xadrez era associada a várias ‘tribos’: em Seattle, nos EUA, o jeans rasgado e a camisa de flanela denunciavam quem era grunge. Os adeptos da música country, com suas calças justas e botas, também a vestiam. No Brasil, ostentava um ar caipira: há um tempo, era roupa de festa junina. Hoje, uma volta no shopping mostra que a roupa saiu desses nichos e se tornou popular com praticamente todos os segmentos.

As combinações possíveis são várias. A peça ainda está ligada ao estilo rock alternativo ou sertanejo, mas dá para conseguir muitos efeitos diferentes vestindo-a. Aberta, com camiseta básica por baixo, garante um visual despreocupado. Em ocasiões que exijam trajes mais comportados, quem não quiser ser refém da camisa social e do paletó pode usar modelos com corte mais convencional e blazer, para manter a elegância sem ficar arrumado demais.

O modo de vestir diz muito sobre a personalidade, e a camisa xadrez revela descontração. É uma maneira de ser casual sem parecer desgrenhado, de ser formal sem parecer careta. Se mantido o bom-senso, sem exageros na combinação com outras estampas, e escolhendo o modelo certo para a ocasião certa, nada pode dar errado.

Rodrigo Menegat

Serviço:

As camisas podem ser encontradas em várias lojas de roupa da cidade.

O preço varia de acordo com a marca, mas geralmente fica entre R$60,00 e R$250,00 

27/03/2013

Abordagem regional em estilo nacional

na tela

Música é destaque no programa Conectados, da TVM, com artistas que são poucos divulgados em outras mídias

 O programa de TV Conectados, apresentado por Igor Rosa, objetiva entreter o público, com brincadeiras interativas e atrações musicais da região. A programação assemelha-se a quase todos os programas nacionais do estilo, com dançarinas ao fundo, games e atrações que visam mais o entretenimento do que a informação. O que existe é uma adaptação do nacional para o regional.

NA TELA - DIVULGAÇÃO

Foto: divulgação

As músicas apresentadas como fundo e abertura consistem no pop norte-americano. Entretanto, as apresentações musicais prendem-se ao sertanejo e suas variações. A abertura atrai, pois é uma música muito conhecida internacionalmente, porém o conteúdo de apresentações do programa deixa a desejar, com músicas sertanejas e suas variações. Mas, há um aspecto positivo nessas apresentações: os artistas locais.  O Conectados serve como forma de divulgação de vozes da região, o que outros espaços midiáticos raramente fazem.

Apesar do serviço que presta aos artistas, o programa possui problemas técnicos. Um dos principais problemas encontra-se nas músicas de fundo, que são colocadas em momentos errados e em volume exagerado, atrapalhando e interrompendo o apresentador e os convidados. Mas não se ignorar a adesão do público ao programa. Os telespectadores ligam para participar dos games e dizem coisas parecidas como: “O programa é incrível! Não tem como melhorar” ou “Não existe coisa melhor do que este programa!”. O apresentador, Igor Rosa, se mostra simpático e tenta prender a atenção do público com uma linguagem acessível e bom humor durante todo o programa.

Hellen Gerhards

Serviço:

TVM – Canal 14 – Exibido nas segundas-feiras às 20h. O programa está disponível também no site da emissora, que transmite os programas (www.redetvm.com.br)

Etiquetas: ,
27/03/2013

Caseiro no espaço, caseiro no gosto

pratos

Hamburgueria apresenta uma inovação na carne e um ambiente criativo em PG

 À moda de uma lanchonete/bar alternativo, a Hamburgueria Gourmet possui um espaço com diferentes ambientes, desde mesas de madeira, sofás à mesas externas. Com um som ambiente no estilo rock e samba, a Hamburguería se torna um diferente espaço ao cliente escolher e se sentir a vontade. Nas paredes também não faltam imaginação, com quadros diversos à venda, papeis de paredes de histórias em quadrinhos, adesivos floridos, crochês e exposições fotográficas, o local se torna também um ambiente atrativo ao olhar durante a refeição.

PRATOS E DRINKS - DIVULGAÇÃO

Foto: Divulgação

Tais referências também se estendem à cozinha, que aposta em sanduíches com hambúrguer de preparo caseiro. Um exemplo é o lanche Onion & Cheddar (R$ 11,90), feito com pão preto, hambúrguer artesanal de 150g bovino, cheddar, cebola refogada em molho shoyu e molho de hamburgueria. O sabor do hamburguer é um dos mais atrativos do lanche. Com gosto de uma “verdadeira” carne, o hambúrguer com cerca de 3cm dispensa um segundo sanduíche durante o lanche. Outro gosto interessante é o molho de shoyu com o cheddar, espalhados uniformemente por todo o pão, que junto à cebola dão um gosto de molho especial. Para beber, a caipirinha geralmente é uma boa pedida, mas se mostrou um pouco ácida, faltando uma boa quantidade de açúcar. Apesar disso, a dose de vodka é suficiente para o tamanho do copo.

O atendimento da lanchonete é bem prestativo, entretanto a demora da entrega do pedido é longa, aproximadamente 35 minutos. As escolhas de pratos são muito variáveis. O Cardápio oferece hamburguers: Tradicionais, Clássicos, Especiais, Vegetarianos e Premium.

Mariana Okita

 

Serviço:

Hamburgueria Gourmet

Preço: De R$ 8,00 à R$ 14,90

Endereço:  Av. Bonifácio Vilela – 433. Ponta Grossa – PR

Atendimento:  De Terça-feira à Domingo. Cozinha aberta até 00h e o local de 00h30 á 1h

Telefone: 3229-2800