Archive for Novembro, 2014

26/11/2014

Travessuras e dissabores: a vida aos olhos de Zezé

projetor

“Meu Pé de Laranja Lima” é um filme sobre amizade, cumplicidade e sobre a  inocência de uma criança.

Que atire a primeira pedra quem foi a criança que assistiu o filme “Meu pé de Laranja Lima” nos anos 70, e não chorou. O Clássico juvenil foi escrito por José Mauro de Vasconcelos e ganhou várias adaptações, uma delas é o filme de 1970, dirigido por Aurélio Teixeira.

A história é de Zezé, um garoto de família pobre, que sonha em ser poeta. Zezé é retratado como um menino muito emotivo, malandro, mas com um bom coração. O menino passa necessidades financeiras em casa e sempre apanha de seus familiares, por isso, encontra conforto em um pé de laranja lima e na amizade com um português. A pobreza de sua família e as diferenças sociais são vistos por seus olhos ingênuos.

Foto: Divulgação

O filme possui cortes muito bruscos e também uma dublagem muito fraca se comparado a filmes de outros países que foram lançados na mesma época, como por exemplo, “O Poderoso Chefão”, dirigido em 1972, por Francis Ford Coppola. Mas um aspecto que “Meu Pé de Laranja Lima” não deixa a desejar é a emoção. Em várias partes do filme nos deparamos com a serenidade de uma criança lidando com ‘problemas de adulto’, como a falta de comida no Natal; o desespero do pai sem emprego.

Uma das cenas mais emocionantes do filme é se passa no Natal, que é quando Zezé e seu irmão mais novo, Luis chegam atrasados numa distribuição de brinquedos. Também, a cena durante a noite de Natal, que a família come em silêncio apenas uma rabanada.

No filme, o menino Zezé possui sentimentos muito fortes, que o autor não poupa em mostra-los, como por exemplo, o desejo da própria morte por se sentir a pior pessoa do mundo, e o desejo de se afastar da família e ser adotado pelo amigo, Portuga. “Meu Pé de Laranja Lima” possui uma versão mais recente, que é o 2012.

Desirée Pechefist

Anúncios
26/11/2014

Quid Pro quo

A plataforma Bliive é uma rede social de troca de serviços interações em dinheiro.

A tradução literal da expressão latina “Quid pro quo”, significa tomar uma coisa por outra; isso por aquilo. Em países anglo-saxônicos, também pode ser usada com o significado de uma troca de bens, serviços ou favores. O mesmo acontece com a plataforma “Bliive”.

Ela é uma rede social que permite que os usuários troquem serviços entre eles, por um banco de tempo, ou seja, não acontece interações em dinheiro.A sede fica em Curitiba, e a rede já soma mais de 14 mil usuários em 51 países, com cerca de 3.400 experiências trocadas.

A plataforma social baseia-se no conceito de economia solidária, permitindo que as pessoas gastem tempo na internet para compartilhar conhecimentos.O sistema conhecido como Banco de Tempo existe off-line desde o século XIX, criado na Inglaterra como alternativa à moeda oficial.

No Bliive, quando o usuário se cadastra, recebe uma moeda denominada “TimeMoney”, que equivale a  uma hora de serviços. Cada TimeMoney pode ser trocado por uma hora de ajuda em uma experiência oferecida por outro usuário. Ou seja, você compra com ‘tempo’, uma atividade que lhe interessa no site.

Entre os serviços disponíveis estão aulas instrumentos musicais, esportes, meditação, culinária, artesanato,setores de conhecimentos aplicados, consultorias, entre outros.

Desirée Pechefist

Serviço:

http://bliive.com/

Facebook: https://www.facebook.com/Bliive?fref=ts

23/11/2014

Diva não tão diva assim

em-cena

Divas no divã mostra em uma sessão de terapia que ser mulher não tem nada de tão divo assim

A peça Divas no divã foi escrita e estrelada pela atriz Chris Linnares. Ela conta os dramas da vida de uma mulher, que apesar de ter um bom emprego e ser bem sucedida, vive muitas frustrações em seu universo feminino, sonhando diariamente em se tornar uma atriz famosa e poderosa.

Além da personagem central da peça, que em certos momentos parece ser um monólogo, também há o personagem do professor da mulher. Ele é realmente irritante com seu sotaque francês forçado, mas ao mesmo tempo engraçado. A peça indica que as tristezas e frustrações da vida da personagem são responsabilidade desse professor, que praticava bullying com ela na época da escola.

Foto: Divulgação

Divas no divã conta com muitas idas e voltas temporais. O passado da personagem é peça principal da história e é retomado toda hora durante a sessão de terapia, que é onde a mulher desabafa seus problemas amorosos, sociais e escolares do passado. A personagem interage bastante com o público, anda pelo teatro, dando dinâmica para a peça.

A peça é uma comédia clássica, com piadas da personagem com sua própria desgraça. Os efeitos sonoros são constantemente usados e ajudam a dar o clima descontraído de Divas no divã. Além disso, o figurino é bem diversificado e o cenário um pouco simplório, mas nada que atrapalhe no entendimento do que se busca transmitir.

Kamila Vintureli

23/11/2014

Daqui para frente, para você

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Através de músicas tranquilas e bem acústicas o artista mostra seu lado mais família

O cantor havaiano Jack Johnson lançou seu sexto álbum “From Here To Now To You” em dezembro de 2013. O álbum segue o estilo já conhecido do cantor, de surf music, folk e soft. O CD contém doze faixas e por enquanto só um single, que foi a música de mais sucesso do álbum até agora “I got you”.

O violão está presente em todas as músicas do álbum, um instrumento característico do cantor e também desse estilo musical, é acompanhando por outros instrumentos que acabam sendo mais secundários, como o teclado, guitarra, baixo, ukulele entre outros. Diferente do seu último álbum lançado em 2010 “To The Sea” que apesar de manter seu estilo surf tinha uma vibe mais elétrica, com maior presença de guitarras elétricas nesse último é tudo mais calmo e acústico.

Foto: Divulgação

Com melodias tranquilas e bonitas Johnson também não deixa a desejar nas letras, com algumas faixas românticas nesse álbum como “Never Fade” e “I Got You” o cantor já alegou em algumas entrevistas que todas suas músicas românticas foram feitas para sua esposa Kim Johnson, a qual foi colega de faculdade dele, com quem ele é casado há 14 anos.

A família na vida desse artista parece ter grande importância e influencia em seu trabalho, sendo a primeira frase nos agradecimentos desse álbum “Obrigado. Para minha esposa Kim e nossos filhos. Essas músicas estão cheias de amor que você me dá todos os dias.” E todo esse amor e felicidade pode ser ouvido no álbum, em que o cantor literalmente transmite todos esses sentimentos através das músicas.

 Alana Bittencourt

Serviço:

O CD pode ser encontrado em livrarias da cidade, custando em torno de R$30,00.

23/11/2014

Entretenimento e informação para o público local

na tela

 Tv guará traz em suas manhãs programa estilo revista eletrônica.

Há mais de um ano no ar, o Programa Destaque que funciona de Segunda a Sexta, no período da manhã,  lembra uma revista eletrônica  e tem como alvo o público feminino. Com ideias inovadoras desde informações sobre os direitos e proteção para as mulheres até dicas de moda, culinária e horóscopo.

Apresentado por Giselle Alonso o programa caiu no gosto da população pontagrossense pois além de ter seus quadros inovadores tem reportagens para atualizar a população.O programa também dá voz para empresários  e lojistas da cidade trazerem e apresentarem seus produtos.

Foto: Divulgação

            O programa desde a sua origem segue seu propósito até hoje que é entreter e informar. Porém ainda falta a interação ao vivo com o público para atrair mais os telespectadores e proporcionar um feedback, para saber se as pessoas gostam ou não de determinados assuntos.

 Nilson de Paula

23/11/2014

Velho revestido de novo

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Nono álbum de Natiruts traz sucessos antigos da banda

A banda Natiruts lançou em 2014 seu novo álbum #NoFilter. O álbum é composto por 21 faixas que intercalam sucessos antigos da banda, além de interpretações de ícones da música brasileira como Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e Charlie Brown Jr. e ainda o grande nome do reggae internacional Bob Marley. A banda lança também a música inédita “Onde as ondas não quebram”.

Logo, o destaque de #NoFilter volta-se para as releituras de músicas no estilo rock que foram adaptadas para o reggae. Às reinterpretações de bandas brasileiras, conseguiu-se passar um tom mais leve e descontraído do que as músicas originais, com uma batida mais marcada e ágil. Entretanto em “Is This Love”, sucesso do cantor Bob Marley, nada mudou além da voz do cantor.

Foto: Divulgação

Nos antigos sucessos de Natiruts, a banda manteve a mesma interpretação, e os mesmos arranjos. Fato esse que deixou a desejar, já que a banda lançou apenas uma música em um disco novo, mas que contêm, em sua maioria, apenas músicas já conhecidas.

O álbum foi gravado ao vivo do Rio de Janeiro no começo desse ano. Além deste, a banda possui ainda os álbuns Nativos, Povo Brasileiro, Verbalize, Qu4tro, Nossa Missão, Reggae Power, Raçaman e Acústico no Rio de Janeiro.

Marina Scheifer

Serviço:

O álbum #NoFilter pode ser encontrado pelo preço de 19,90 em livrarias da cidade.

23/11/2014

Espetinho dentro do Busão

10565728_472674479501982_1372882979_n

Busão do seu Leão, no Nova Rússia, oferece 15 tipos de espetinho

Já pensou em comer  espetinho dentro de um ônibus? Não os de transporte coletivo, claro. Mas sim um adaptado com bancos e mesas para os clientes se deliciarem com uma variedade de espetinhos. Esse é busão do seu Leão, que estaciona de segunda à sábado na Avenida Ernesto Vilela, bairro do Nova Rússia,  oferecendo uma variedade de quinze sabores diferentes de espetinhos.

Uma televisão colocada na frente do ônibus distrai o cliente enquanto este espera o espetinho assar. Em  alguns minutos ele está pronto. Um dos funcionários leva até a mesa o prato com molho de pimenta e mostarda, além de limão e farinha. A carne é suculenta e fresquinha. De dar água na boca. Logo na primeira mordida sente-se um tempero diferente, que seu Leão não quis revelar em conversa, e nem os próprios funcionários sabem o segredo. Difícil descrever, só indo lá provar!

No busão só é oferecido espetinho. Tem de alcatra , xixo, carneiro, costela, mingnon, porco, fraldinha, kafta, coração,queijo, abacaxi, picanha, linguiça, frango e o medalhão. Para beber, cerveja e refrigerante. E mesmo sendo assado dentro do ônibus, ao fundo dele mais precisamente, percebe-se que a fumaça é inexistente. O único cheiro, e que cheiro bom, é o da carne assada na hora que está em sua mesa servida. Sem dúvida um belo local pra um happy hour  com amigos ou uma noite agradável com a família.

Eles ainda oferecem serviço de disque entrega. E diferentemente de outros carrinhos de churrasquinho aqui da cidade, no ônibus o cliente também tem a opção de pagar no cartão crédito ou débito. Se acaso passar pelo local a noite e ver o ônibus estacionado,  entra lá e não vai se arrepender. Pois se os do transporte coletivo deixam a desejar em vários aspectos, esse ônibus  te deixará satisfeito e com vontade de entrar de novo.

 Marcelo Ribas

Serviço:

Os preços variam de R$ 3,00 à  7,00 cada espetinho. Está localizada na rua Ernesto Vilela nº 918, Nova Rússia e atende das 19:00 hrs até 23:00 hrs. Telefone disque entrega: (42) 3222 5687  ou (42) 9804 0909.

23/11/2014

Do country ao pop

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Mais conhecida pelas canções countries, Taylor Swift apresenta 1989, álbum pop da cantora

A cantora americana, Taylor Swift, lançou seu mais recente álbum ‘1989’ em 27 de outubro. Apesar do estilo country de Taylor, o cd com 13 canções, é bem diferente de seus outros trabalhos, muito mais pop e com o auto-tune a mil. Bem recebido pelos fãs e pela consagrada crítica da revista Rolling Stones, a cantora conseguiu transitar entre estilos e ainda assim agradar o público. Somente na primeira semana vendeu 1.287 milhões de cópias, fato que não acontecia desde 2002 com o lançamento de The Eminem Show, do rapper Eminem.

Taylor é conhecida por escrever sobre seus ex-namorados e expor o fim de seus relacionamentos nas músicas, além da atenção dada pela mídia por sempre estar acompanhada de alguém. No entanto, este álbum é mais focado em uma pessoa: Harry Styles, integrante da boyband One Direction. Claramente a faixa #3, intitulada “Style” é para ele, mas fãs admitem perceber a dor do término entre os dois em outras canções como Out of The Woods e Wonderland.

taylor

Foto: Divulgação

            Mas não só de ex-namorados é feito o “1989”. Taylor reservou Blank Space excepcionalmente para o próximo amor verdadeiro de sua vida, esta é a melhor canção do álbum e o segundo single da cantora, após o grande sucesso de Shake it Off. O clipe, lançado no dia 10 de novembro já recebeu 11.626.764 de visualizações. Seu segundo single, em tradução livre, fala sobre como ela tem uma lista grande de ex-namorados e que eles a acham insana. No verso seguinte a autora afirma ter um espaço em branco para o seu próximo amor.

Outras canções do álbum, como Bad Blood, Welcome to New York, Wildest Dream, New Romantics, Clean e I Know Places, garantem uma ótima qualidade nas letras e batidas das músicas. Também agradam ao público juvenil por falar de aceitação pessoal e términos de relacionamento, tudo de uma forma irônica e ao mesmo tempo doce.

 Carine Cruz

23/11/2014

Solidão em três atos

fenata

Grupo de teatro aborda aspectos do relacionamento humano no último dia do Fenata

A peça Na Boca do Lixo, apresentado na última quarta-feira pela Companhia Talagadá – Teatro de formas animadas, encerrou a mostra de rua do 42º Fenata. O espetáculo conta a história de um homem que encontra-se solitário, apesar de haver diversas pessoas ao seu redor. Todas passam e ignoram-no. Convivendo com a solidão, ele é tentado a entrar no lixo (representado por um monstro). Porém, o personagem encontra forças para resistir observando as coisas belas da vida (representadas por uma borboleta).

A apresentação é feita por três atores manipulando bonecos. Por se tratar de uma peça criada especificamente para ser exibida nas ruas e em outros espaços públicos, o artificio se justifica por atrair a atenção das pessoas que transitam no local e param para apreciar o trabalho dos artistas. Caso a peça fosse exibida apenas com os atores, estes acabariam confundidos com a multidão.

fotozé

Foto: José Tramontin

A trilha sonora que acompanha a peça dialoga com o enredo, sendo mais calma no início e no momento em que a personagem relembra o passado e mais forte nas horas de tensão e suspense da peça, o que auxilia o espectador a compreender melhor a estória.

O espetáculo força a reflexão sobre fatos cotidianos da vida, pois o lixo ali presente, não representa apenas uma condição desumana de vida, mas tudo o que há de mais baixo no mundo, como ganância, avareza, inveja, ódio, entre outros sentimentos negativos.

Daniel Schneider

13/11/2014

O horror sobe ao palco

fenata

O grupo curitibano Vigor Mortis encerra o 42ª Fenata

O encerramento do 42º Festival Nacional de Teatro (Fenata) foi realizado pelo grupo Cia Vigor Mortis, convidada do SESC, que fechou com chave de ouro o festival. A peça do gênero horror ‘Farol em fúria’ surpreendeu a plateia em vários momentos.

A companhia é de Curitiba-PR e tem como marca registrada as peças de horror, e ‘Farol em Fúria’ não seria diferente. O espetáculo estreou recentemente na capital, com apresentações no Teatro Novelas Curitibanas, junto com outra peça, chamada ‘Crime no Manicômio’.

Foto: Lucas Feld/Lente Quente

O texto original é do diretor e cineasta Paulo Biscaia Filho. Com inspiração no Grand Guignol, o espetáculo conta a história de Meg e Lizzie, donas de uma pousada na Ilha de Nantucket, Nova Inglaterra. Meg acaba mordida por um cachorro com raiva, as duas se protegem em um farol, onde o misterioso Pops administra. Mesmo retratando da década de 40, o espetáculo é bastante contemporâneo.

A fumaça no palco junto com a luz baixa, durante a encenação, traz um suspense e o público fica apreensivo. Isso promove um clima de aproximação entre o público e o palco, e consegue reproduzir a ilha de Nantucket e o farol.

O marcante em ‘Farol em Fúria’ são os efeitos sonoros utilizados, no entanto, este incomodou um pouco. Muitos da plateia se assustavam com os sons inesperados de uma hora para outra. A peça acabou adquirindo um efeito um pouco, pelas cenas de violência, as quais chocaram. Mas mesmo assim, o teatro se manteve lotado do início ao fim.

Cássia Aguiar