Posts tagged ‘Ponta Grossa’

13/10/2014

Ao ar livre e no centro

outros-giros1

Parque ambiental é uma das poucas opções de lazer ao ar livre no centro da cidade

Com a chegada da primavera e o novo horário de verão em outubro; um local no centro da cidade ganha destaque e um número cada vez maior de frequentadores, localizado na região central em frente ao terminal municipal e próximo ao shopping atraí pessoas de toda a urbe em busca de encontro, lazer, convívio ou prática esportiva.

Apesar do nome, o Parque Ambiental Governador Manoel Ribas, inaugurado em 1996, não tem muitas árvores e foi apelidado pela população de parque cimental devido ao excesso de áreas calçadas e a escassez de áreas verdes. Nesta ampla área existe uma pista de corrida ou caminhada usada por militares, senhores de idade ou jovens e algumas barras para exercícios. O amplo espaço público tem pista de skate, quadra de futebol de areia e futsal, ambas usadas geralmente o dia inteiro e a noite também, para a terceira idade foi feita uma academia ao livre em 2009.

Os espelhos de água ou o que deveria ser (estão totalmente secos há anos) é apenas mais um elemento que ajuda a perpetuar o nome de parque cimental, outro elemento característico são as barracas que aparecem de longe e em baixo delas existem cadeiras e mesas para descanso. Ao redor do parque existem alguns bancos usados para descanso ou encontro, incluindo os amorosos. Outro elemento de adorno são os três superpostes amarelos cuja principal utilidade é servir de suporte para as câmeras da guarda municipal.

10626461_692865607448651_128191453077794217_n

O local abriga ainda edificações históricas como a Estação Ferroviária Paraná, hoje transformada em Casa da Memória Paraná, e onde se encontra a antiga Maria Fumaça, e o prédio da antiga Estação Arte, atual Armazém da Família. No local havia um parquinho infantil, mas o mesmo foi desfeito em governos anteriores. Nos fins de semana todo esse espaço é muito procurado por famílias e usado para a realização de eventos da prefeitura, como feiras de flores ou artesanato.

O parque se encontra em mais uma reforma que segundo a prefeitura trará mudanças profundas em sua estrutura e paisagem. O monitoramento da guarda e um posto policial não trazem segurança ao local, principalmente à noite, os banheiros são poucos, sujos e fechados a noite, a quantidade de pombos durante o dia nas áreas de grama e ladrilhos aumenta cada vez mais, além de animais soltos no local. Moradores de rua e usuários de drogas, além de bêbados são comuns mesmo durante o dia, à noite é comum mendigos dormirem na estação ou bancos. A sujeira deixada pelos pombos torna alguns lugares como o lado externo da estação arte insalubre. Nos fins de semana o intenso fluxo de pessoas tira a tranquilidade do parque, aliás, a ideia de um parque é mais área verde e natureza e o que temos é uma extensa área de calçada de cimento com um monte de pombos invadindo as poucas áreas verdes; mas vem ai um novo parque ou complexo ambiental segundo o governo municipal.

Marcos Vinicius Ionngblood

Serviço:

O Parque Ambiental fica localizado no centro de Ponta Grossa entre as ruas Vicente Machado e Governador Manoel Ribas, centro de Ponta Grossa

O Parque é aberto 24 horas por dia e possuí iluminação noturna

Anúncios
04/10/2012

Agenda Cultural

04/10/2012 (Quinta-Feira)

Apresentação do Coral Municipal

Local: Cine Teatro Ópera

Horário: 20h

Ingresso: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia) – O ingresso pode ser adquirido no Cine Teatro

 

05/10/2012 (Sexta-Feira)

Show de Zé Ricardo & Thiago
Local: Play

Horário: Não Divulgado

Ingressos: Antecipados na Play e no Shopping Antarctica. Preço não divulgado

Salão de Artes Unimed

Local: Shopping Palladium

Horário: Até o fechamento do shopping

Ballet da Academia Oriental Artes

Local: Cine Teatro Ópera

Horário: 20h30

Ingressos: R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia) – O ingresso pode ser adquirido na Academia Oriental Artes

 

06/10/2012 (Sábado)

Engenhando 360 graus

Local: Centro de Eventos de Ponta Grossa

Horário: Das 16h às 23h59

Ingressos: Antecipados no República – Bar Universitário, no Jornal da Manhã, na Rádio MZ, no Posto MZ, na Loja Zass, na Play Conveniência, no Lottus Bar (Irati) e com os acadêmicos

Ballet da Academia Oriental Artes

Local: Cine Teatro Ópera

Horário: 20h30

Ingressos: R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia) – O ingresso pode ser adquirido na Academia Oriental Artes

Cinema e Sociedade – Machuca

Local: FASF – Sagrada Família (Av. Visconde de Taunay, 101)

Horário: 15h

Ingressos: Gratuito

 

10/10/2012 (Quarta-Feira)

Apresentação de teclado com a professora Karen

Local: Cine Teatro Ópera

Horário: 19h30

Ingressos: Gratuito

07/09/2012

Agenda Cultural

Imagem

Peça “Mente sua mente”

Data: 07/09

Local: Cine-Teatro Pax.

Ingressos: R$ 6,00 no local

 

XXXV – Efapi – Exposição Feira Agropecuária, Indústria e Comercial de Ponta Grossa

Data: 11 a 16/09

Local: Centro de Eventos Cidade de Ponta Grossa

 

1º Festival de Música Sertaneja

Data: 09/09

Local: Salão de Festas da Capela Santa Isabel

Inscrições: R$ 60 dupla e R$ 30 solo.

Almoço com costela de chão, farofa e salada – convites a R$ 15.

 

2° Edição Expo e Flor – Exposição de Flores de Holambra

Data: 01 a 09/09

Local: Parque Ambiental

Horário: 9hs às 21hs

Entrada Franca

3028.2288

www.rotaryalagados.org

 

Exposição “Relíquias do Mundo”

Data: 01/09 a 20/11

Local: Shopping Palladium

Horário: Segunda a Sábado – 10hs às 22hs

Domingo e feriados – 14hs às 20hs

Ingresso: R$20,00

Informações: www.reliquiasdomundo.com

 

Semana Literária & Feira do livro Sesc – 31ª edição

Data: 10 a 13/09

Autor homenageado: Dalton Trevisan

Programação abaixo

 

Mostras literárias 10/09

9 às 10h – 13h30 às 15h30

Local: Centro de Cultura

Público: Livre

 

Espetáculo de Contação de Histórias 10/09

10h às 11h – 13h30 às 14h30 – 15h30 às 16h30

Companhia das Histórias

Centro de Cultura

 

Oficina de Contação de histórias para avós 10/09

13h30 às 17h30

Centro de Cultura

 

Oficina de Contação de histórias para avós 11/09

8h às 11h

Centro de Cultura

 

Mostras literárias 11/09

9h às 10h – 13h30 às 15h30

Centro de Cultura

 

Espetáculo de contação de histórias 11/09

10h às 11h – 13h30 às 14h30 – 15h30 às 16h30

Companhia das Histórias

Centro de Cultura

 

Oficina de Literatura Independente 11/09

13h30 às 17h30

Centro de Cultura

 

Mesa-Redonda 11/09

19h30 às 21h30

Tema: Eu sou o Personagem

Autor: Miguel Sanches Neto

Mediador: Jair Marques

Local: Centro de Cultura

 

Mostras Literárias 12/09

9 às 10h – 13h30 às 15h30

Centro de Cultura

 

Espetáculo de Contação de Histórias 12/09

10 às 11h – 13h30 às 14h30 – 15h30 às 16h30

Companhia das Histórias

Centro de Cultura

 

Oficina de Quadrinhos 12/09

13h30 às 17h30

Centro de Cultura

 

Mesa-Redonda 12/09

19h30 às 21h30

Tema: Poesia em eterno movimento

Autores: Alberto Martins e Fabrício Corsaletti

Mediador: Rafael Schoenherr

Centro de Cultura

 

Mostras Literárias 13/09

9h às 10h – 13h30 Às 15h30

Centro de Cultura

 

Espetáculo de Contação de Histórias 13/09

10h às 11h – 13h30 às 14h30 – 15h30 às 16h30

Companhia das Histórias

Centro de Cultura

 

Oficina de Roteiro Cinematográfico 13/09

13h30 às 17h30

Centro de Cultura

 

Mesa-Redonda 13/09

19h30 às 21h30

Tema: O futuro além do papel

Autores: Profº Caetano Waldrigues Galindo

Mediador: Bruno Scuissiatto

Centro de Cultura

01/09/2012

Sabor da Itália próximo a você

Capitão Caverna’ busca, de maneira pioneira, a apreciação do prato italiano em Ponta Grossa


Há menos de dois anos na cidade, a pizzaria seduz o público com originalidade no cardápio e a procura por padrões da verdadeira pizza italiana. Localizada na Rua Conrado Ramos, no Jardim Carvalho, a ‘Capitão Caverna’ traz no menu 25 opções de escolha, que se dividem entre as tradicionais e especiais. Destaque para o nome dado a algumas pizzas, em alusão ao período das cavernas, pode-se encontrar a Homo Sapiens, Homo Ergaster e a Homem de Neanderthal.

Diferente do que é feito em outros estabelecimentos da cidade, a pizzaria segue os padrões da verdadeira pizza italiana – regulamentada pela Associazione Verace Pizza Napoletana -, onde deve ser feita apenas com farinha, fermento natural ou leveduras de cerveja, água, sal e pode somente ser trabalhada com as mãos, sem uso de rolos, por exemplo.

Foto: Divulgação

Com apenas dois tamanhos: 25cm e 35cm, o local não traz tanta variedade e opções de escolha. Os preços são pouco atrativos, variam entre R$ 16 e 35 R$ para as menores, e R$23 reais e 50 R$ para as maiores, e no pedido só é possível escolher mais de um sabor na pizza maior. Dessa maneira, a preocupação com os padrões exclui determinados públicos que buscam diversidade no tamanho, ao mesmo tempo em que atrai pessoas que visam o diferencial.

No salão, inaugurado há quase três meses, não existe a opção rodízio, apenas o serviço a La Carte. Também é possível observar como os produtos são feitos e a massa chega com certa rapidez. Ao contrário do que ocorre quando o pedido é feito através do disk-entrega, que em dias de maior movimento, como finais de semana, pode demorar 1 hora.

Edgar Ribas

Serviço:
Pizzaria Capitão Caverna
Rua Conrado Ramos, 400
Telefone (42) 3027 – 3232
Website: http://www.capitaocavernapizzeria.com.br/

18/05/2012

Concurso para agradar palcos e públicos

Grupos de teatro de Ponta Grossa serão premiados para se apresentar na cidade

O Concurso de Seleção para Concessão de Prêmios para ‘Circulação de Espetáculos de Teatro’ foi um dos editais lançados em 2012 pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Secretaria de Cultura e Turismo. As inscrições encerraram dia 10 de maio e serão premiados cinco projetos de espetáculos. Cada grupo vencedor receberá R$ 3000,00, sendo R$ 1000,00 após confirmação dos vencedores e R$ 2000,00 depois que as apresentações forem realizadas. Serão 10 encenações em locais diferentes da cidade.

A proposta incentiva os produtores e atores de teatro locais. Os grupos teatrais ganhadores terão o compromisso de mostrar ao público ponta-grossense mais espetáculos ao longo do ano. A proposta é simples, pois o que acontece é que, fora de época de Fenata (Festival Nacional de Teatro), as equipes teatrais da cidade não têm tanta visibilidade. É um investimento que agrada aos grupos de teatro, que terão verba para produzir e também ao público que reclama por mais opções culturais.

No dia 17 de maio, a comissão julgadora se reuniu para avaliar os DVDs das sete produções inscritas. Os jurados são formados apenas por pessoas da área teatral. Duas das características avaliadas foram qualidade e viabilidade. Assim, há uma certa garantia de que os espetáculos serão chamativos. Também o que confere credibilidade às peças é que um dos segmentos do edital confere que cada projeto tenha pelo menos um integrante que curse ou seja formado por um curso técnico, de graduação ou possua DRT (registro teatral) na área artística, informações comprovadas com documento oficial.

Nicoly França

Serviço:

Edital: http://www.pontagrossa.pr.gov.br/files/smc/2012/edital-circulacao-de-teatro-2012.pdf

Data: de 01 a 10 de maio

Escolha da comissão: 17 de maio

27/04/2012

Acima de tudo, pelo bem da cultura

Festival Literário oferece perspectiva de novos olhares à cultura de Ponta Grossa e região

   Na programação do Festival Literário Internacional dos Campos Gerais (Flicampos), palestras e debates com escritores de renome nacional e internacional, atividades que envolvem restauro de obras bibliográficas e oficinas de história em quadrinhos prometem atrair um bom público e impulsionar a produção literária local. O evento agrega as atividades da 26ª semana da cultura Bruno e Maria Enei e resgata a 4ª feira do Livro de Ponta Grossa, que não acontecia desde 2004.

Foto: Divulgação

   É consenso que Ponta Grossa, cidade com mais de 300 mil habitantes, necessitava de uma Feira do Livro. Não apenas por fatores econômicos e fortalecimento político, e sim, para estimular um hábito, criar uma ‘cultura de leitura’, que falta em solo princesino.

   Dessa maneira, vale destacar que o evento trabalhará com temas bastante discutidos na sociedade atual, como o das novas tecnologias, ao abrir espaço para mostras de linguagens digitais para o livro e leitura. A exposição de artes plásticas para deficientes visuais é outro ponto a ser lembrado. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados, como chão com marcadores de madeira que permitem melhor orientação ao deficiente visual e monitores sempre disponíveis.

   Como a feira contará com grupos volumosos de estudantes, é preciso realizar um trabalho educativo direcionado a tal público para evitar que o espaço de conhecimento e de promoção do ato de ler perca o propósito e vire um ‘alvoroço’. O festival acontecerá em diversos espaços da cidade e espera-se que sirva também como ambiente para socialização entre os interessados.

 Edgar Ribas

Serviço:

Dias 01 e 06/05 – das 14h às 21h30

De 02 a 05/05 – das 08h30 às 21h30

Entrada Gratuita

06/04/2012

Vem aí o JEM… no suor e na raça

esporte

Em 28 edições os Jogos Estudantis Municipais incentivam o esporte entre os estudantes de Ponta Grossa, mesmo perdendo em força e expressão educativa

A primeira glória, a primeira decepção, a alegria da vitória, as lagrimas da derrota, a sensação de que poderia ter sido diferente ou de que foi ótimo. Estas emoções fazem parte da rotina durante os Jogos Escolares Municipais (JEM). Criado em 1985, a competição reúne atletas das escolas das redes Estadual, Municipal, pública e particular, de ensino em um torneio poliesportivo.

Os jogos são limitados a estudantes de ensino fundamental e médio que são separados em grupos por idade e sexo para maior equilíbrio das disputas. São cinco grupos e 13 modalidades esportivas divididas entre desportos coletivos e individuais, além de uma competição cultural de maratona intelectual.  Destacam-se os desportos olímpicos como futebol, basquete, atletismo, voleibol, natação, judô e a recreativa queimada.

Agora, em sua 28ª edição, a competição realizada pela Secretaria Municipal de Esportes e Recreação de Ponta Grossa surgiu com o intuito de incentivar a prática esportiva, a integração entre os atletas de diversas escolas e ensinar as regras de competição e respeito aos adversários.

Mas, aparentemente, a competição deixou de possuir o caráter educativo e passou a exaltar mais a competitividade entre as escolas que lutam para serem líderes no quadro geral de medalhas. Outro ponto a se destacar é que, como todo grande evento esportivo, o JEM virou um grande outdoor para propaganda gratuita, mais especificamente dos colégios particulares da cidade que vendem a ideia de esporte, educação e qualidade de vida.

Lucas Matos

Serviço:

Os Jogos iniciam dia 19 de Maio em cerimônia no Ginásio Oscar Pereira

As competições acontecem em diversos ginásios espalhados pelo município

Entrada franca

16/03/2012

Há mais livros na estante

Livrarias Curitiba alia  praticidade, conforto e diversidade para a compra de livros na cidade princesina

 

          No final do ano passado, o Shopping Palladium de Ponta Grossa inaugurou uma nova ala. Um espaço à esquerda de quem entra no prédio, ainda com lojas vazias, mas com novidades interessantes. Entre elas, uma das inovações que mais chama a atenção é a incorporação de uma filial das Livrarias Curitiba.

       Maior do que as outras livrarias da cidade, seu estoque de livros é bastante diversificado. Sem divisões aparentes e distintas, a livraria conta com várias estantes divididas em categorias gerais e razoáveis, que vão desde “religiões e doutrinas” até “culinária”, com uma seção de “papelaria” ao fundo da loja. Isso ainda no térreo do estabelecimento.

        Ao topo das escadas se encontra uma larga variedade de jogos, equipamentos de informática, CDs, DVDs e livros acadêmicos. Ao que tudo indica, é muito difícil sair da livraria sem encontrar o produto que entrou procurando. Para facilitar tal procura, o sistema da livraria conta com uma ferramenta de busca que pode auxiliar o usuário. Ainda, caso o título buscado não exista na loja, os atendentes – em grande quantidade circulando pelo espaço – prontamente se oferecem para encomendar. Uma vez feito o pedido, o produto leva, no máximo, 10 dias para chegar.

       Além disso, parece que a livraria acabou ultrapassando um pouco a característica de estabelecimento comercial. Vê-se muita gente que entra na loja e vaga por entre estantes, observa os livros distraidamente e conversa com outros consumidores, dando ao lugar uma cara de espaço de interação social.

Rubens Anater

 

Serviço:

Endereço: Livrarias Curitiba. Rua Ermelino de Leão, 703 – Loja S 98/99/100.

Shopping Palladium, piso superior – Olarias – Ponta Grossa

Telefone: (42)3219-5650. E-mail: pontagrossa@livrariascuritiba.com.br

 

Etiquetas: ,
16/03/2012

Descontração, comida caseira e simplicidade

Restaurante N’Osni aposta em descontração e cardápio variado para conquistar universitários

            Localizado na rua Francisco Burzio, Centro de Ponta Grossa, N’Osni é conhecido pelos universitários que não são da cidade, por substituir a comida de casa. O restaurante tem somente 2 funcionários, Osni da Rosa, o proprietário, e a cozinheira (e esposa) Darlene Fernandes. Por não ter empregados, uma das estratégias adotadas por Osni foi manter o buffet fixo e apenas modificar o prato principal. Arroz, feijão, “macarronese” (macarrão com molho de maionese), farofa, salada e vinagrete são pratos que não saem do cardápio.


            Há duas opções no N’Osni, a primeira é por quilo, na qual o cliente se serve e pesa o prato. A segunda é um valor de R$ 7,00 em que somente o prato principal é racionalizado. Para oferecer preço acessível ao estudante, o yakissoba, por exemplo, é feito com macarrão instantâneo. Bife acebolado, frango, feijoada e batata frita são servidos pelo dono do restaurante com direito a apenas uma porção. O feijão preto, típico paranaense, foge do cardápio, pois oferece somente o feijão carioca, bem temperado e com gosto caseiro. Na parte de pratos frios, a salada é fresca e com grande variedade.

            As sextas e aos sábados, N’Osni abrange o público que volta de festas, servindo lanches durante a madrugada. O sanduiche denominado “Maroto” é um dos mais pedidos: uma mistura de cheedar e frango, que parece “matar a fome” dos fregueses após a farra. A falta de funcionários causa demora na entrega dos lanches, aproximadamente 25 minutos. O proprietário do restaurante brinca com seus clientes entre um prato e outro. Vale a pena conferir pelo atendimento bem humorado e o preço em conta.

Gustavo Dornelles

Serviço:

Restaurante N’Osni

Atendimento: das 11 às 14 hrs e às sextas e aos sábados durante a madrugada

Local: Rua Francisco Burzio, 661 – Centro de Ponta Grossa/PR

Fone: (42) 3222-8754

16/03/2012

Programação regional não é para todos pontagrossenses

Maioria dos programas da televisão da cidade está disponível apenas em canais pagos e é voltada para a classe alta

            É comum em cidades de porte pequeno ou médio do País a falta de programas regionais de qualidade. Em Ponta Grossa não é diferente. Aqui na cidade, muitos dos programas regionais são restritos à televisão paga. A única emissora aberta que atua com programação dos Campos Gerais é a TV Educativa (TVE PG), que também reproduz programas da TV Cultura (Fundação Padre Anchieta, de São Paulo).

             A precariedade dos serviços é um dos problemas, além do programa de televisão regional não ser disponível para a maioria da população pontagrossense. A TV Momento, por exemplo, sofre com grandes buracos na programação que são comprados por pessoas com interesses diversos, ou seja, não são feitos para todos os públicos. Outro ponto em questão é a falta de audiência, e os programas acabam marginalizados na televisão paga.

            Ponta Grossa não oferece um programa regional alternativo, já existente em outras cidades. Em Maringá existem diversos programas que atendem a uma demanda popular de notícias, como Pinga Fogo, Maringá Urgente, entre outros. Mesmo sensacionalistas, são programas marcados pelo populismo e prestam serviços à população. Esse é um fato que por aqui não acontece: os programas regionais, além de pagos, são voltados para uma pequena parcela da sociedade que pode pagar a televisão a cabo.

            Sem informação regional diversificada e de qualidade, não voltada para a maioria da população, as emissoras locais sofrem com a grade de programação incompleta que, por interessados diversos de Ponta Grossa, traz informação sem o propósito de transmitir conteúdo noticioso ou cultural com informações relevantes aos telespectadores, que já são poucos.

Guilherme Artoff

Serviço:

TV Vila Velha – Canal 16 – NET cabo PG. site: http://www.tvvilavelha.com.br/
Rede TVM (Tv Momento) – Canal 28 – canal pago. site: http://www.redetvm.com.br

Etiquetas: , ,