Posts tagged ‘Lucas Matos’

12/11/2012

Literatura de qualidade para crianças

Imagem

Grupo homenageia centenário de Mario Quintana com peça e traz um pouco da produção literária gaúcha ao Fenata

“De preferência senta na frente”, dizia o homem de cartola e trajes elegantes aos espectadores que entravam no teatro Marista. O conselho dado pelo personagem que mais tarde integraria a peça foi de muita ajuda para cerca de 200 pessoas que presenciaram a peça Lili reinventa Quintana, releitura da obra Lili reinventa o mundo, de Mário Quintana, apresentada pelo grupo catarinense Téspis Cia de Teatro.

Com figurinos e cenários simples, o elenco de apenas por dois atores abriu a apresentação voltada ao público infantil, provocando riso, medo e curiosidade às famílias presentes nas primeiras cadeiras do teatro. Com uma ocupação restrita a menos de 30% do espaço do teatro, a companhia realizava uma mescla de encenação, teatro de bonecos e interpretações musicais. A limitação se deu exatamente pelas características da peça, já que a mesma utilizava de artefatos minimalistas em alguns momentos, como é o caso de uma miniatura de igreja com bonecos e um aquário que uma boneca em forma de peixe. Artefatos que não conseguiam ser muito visíveis a partir da 9ª fileira de cadeiras.

Um aspecto a se destacar é a junção entre a sonoplastia e interpretação dos poemas de Mario Quintana, muitas vezes lidos na íntegra. Entre musicas de fundo e efeitos sonoros, a interpretação dos versos do poeta gaúcho, somadas ao trabalho com diferentes tipos de luz, tentava retratar a imaginação de Lili e traziam o riso aos presentes. Risos estes que tinham duas origens – ou eram relacionados ao texto ou ao desempenho da atriz principal e mostravam dois públicos distintos, as crianças que se identificavam com as entonações e trejeitos da personagem e os adultos que se rendiam a algumas linhas do texto.

Ainda assim, a peça peca em certos pontos – alguns poemas parecem soltos na composição, sem uma lógica linear, talvez com a intenção de trazer o máximo da obra de Quintana para a peça, mas cumprem o dever de entreter, incentivar a imaginação e levar um pouco da literatura ao público infantil.

 Lucas Matos

Serviço:

Peça: Lili Reinventa Quintana

Autor: Max Reinert (a partir do livro “Lili inventa o mundo de Mário Quintana”)

Direção: Max Reinert

Grupo: Téspis Cia. De Teatro

Cidade: Itajaí – SC

Duração: 40 minutos

Classificação: 6 a 10 anos

Etiquetas: ,
21/09/2012

Um drive-thru semi-estático

Para atender mais clientes em menor tempo, a praça de alimentação do shopping Palladium ainda não cativa consumidor

  Seja em um ambiente público, como uma praça de alimentação; ou privado, como um restaurante; ou particular, como uma residência, a hora da refeição é um momento tradicional de confraternização entre familiares, amigos ou colegas que compartilham de uma mesma mesa. Mais que somente suprir necessidades fisiológicas, as refeições em grupo são um ato de socialização.

Foto: Divulgação

  A praça de alimentação do Shopping Palladium, em Ponta Grossa, oferece uma grande diversidade quando o assunto é pratos e drinks. Só na linha fast-food, são 16 opções de restaurantes que oferecem serviços que vão de porções a refeições completas, e opções que vão do café da manhã à janta. Os serviços de limpeza e segurança também se mostram eficazes quando necessários. É raro encontrar mesas sujas por mais de dez minutos ou grandes confusões nas áreas.

  Mesmo oferecendo serviços de qualidade, a praça de alimentação peca quando tenta cativar os clientes. Com música extremamente baixa (inaudível nos horários de maior movimento), muita iluminação e pouco espaço para comportar o movimento nos horários de pico – almoço, janta e fins de semana – o ambiente cria uma sensação de necessidade de agilidade, tornando desconfortável a socialização entre os indivíduos que acabam por consumir o alimento e abrir espaço para que a equipe de limpeza deixe a mesa em condições de uso para o próximo consumidor, em um ciclo que se repete até o fim do movimento. Tentando suprir essa necessidade, alguns restaurantes oferecem espaços internos em seus estabelecimentos para confortar o cliente.

Lucas Matos

Serviço:

Praça de alimentação do Shopping Palladium

Endereço: R. Ermelido de Leão, 703 – Centro

Horário de funcionamento: Segunda à Sábado, das 10h às 22h. Domingo, das 11h às 22h.

03/08/2012

“Alô, gostaria de pedir uma pizza”

Hábito cada vez mais comum entre consumidores de pizza reflete uma tendência associada ao crescimento da cidade

Seja uma quarta-feira pós-trabalho, seja um sábado com os amigos, uma pizza sempre é um ótimo pedido. O prato tradicional da culinária italiana caiu no gosto dos ponta-grossenses pelo sabor e a facilidade em compartilhar com amigos ou família. A procura pelo serviço, aliado ao baixo custo de produção faz com que pululem pizzarias pela cidade, em sua maioria disk-entregas, que muitas vezes não oferece nem local para consumir o produto no estabelecimento.

O surgimento de disk-pizza se da principalmente nos bairros, com intenção de atender ao público destas regiões que não costuma vir para a área central da cidade, onde predominam estabelecimentos que oferecem pizza “a la carte” ou em sistema de rodizio. Atualmente, Ponta Grossa conta com mais de 40 pizzarias. E, destas, cinco oferecem o serviço de rodizio, mais da metade trabalha somente com entregas e as que oferecem espaço para consumo no estabelecimento, em geral, não tem espaço para receber mais de 20 pessoas.

A diversidade de pizzarias cria uma maior concorrência e dá mais opção aos fãs de pizza, com diversos preços, promoções e variados sabores. Vale (quase) tudo para tentar atrair e manter os clientes, seja com descontos, tratamento diferenciado ou sabores exclusivos. Ainda assim, o grande número de estabelecimentos não dá conta da demanda. Em alguns dias e horários, são mais de 60 minutos esperando pela pizza, e se torna difícil ser conseguir ser atendido após a meia noite durante a semana ou em qualquer horário na segunda-feira.

                                                                                                                                                                                                                              Lucas Matos

Serviço:

O telefone das principais pizzarias de Ponta Grossa pode ser encontrado em:

Guia +:  http://www.guiamais.com.br/busca/pizzarias-ponta+grossa-pr?page=1&queryId=845063754776206848

Tudo Ponta Grossa:  http://tudopontagrossa.com.br/portal/results.php?keyword=pizzaria&where=Ponta+Grossa%2C+Paran%C3%A1%2C+Brasil

06/04/2012

Vem aí o JEM… no suor e na raça

esporte

Em 28 edições os Jogos Estudantis Municipais incentivam o esporte entre os estudantes de Ponta Grossa, mesmo perdendo em força e expressão educativa

A primeira glória, a primeira decepção, a alegria da vitória, as lagrimas da derrota, a sensação de que poderia ter sido diferente ou de que foi ótimo. Estas emoções fazem parte da rotina durante os Jogos Escolares Municipais (JEM). Criado em 1985, a competição reúne atletas das escolas das redes Estadual, Municipal, pública e particular, de ensino em um torneio poliesportivo.

Os jogos são limitados a estudantes de ensino fundamental e médio que são separados em grupos por idade e sexo para maior equilíbrio das disputas. São cinco grupos e 13 modalidades esportivas divididas entre desportos coletivos e individuais, além de uma competição cultural de maratona intelectual.  Destacam-se os desportos olímpicos como futebol, basquete, atletismo, voleibol, natação, judô e a recreativa queimada.

Agora, em sua 28ª edição, a competição realizada pela Secretaria Municipal de Esportes e Recreação de Ponta Grossa surgiu com o intuito de incentivar a prática esportiva, a integração entre os atletas de diversas escolas e ensinar as regras de competição e respeito aos adversários.

Mas, aparentemente, a competição deixou de possuir o caráter educativo e passou a exaltar mais a competitividade entre as escolas que lutam para serem líderes no quadro geral de medalhas. Outro ponto a se destacar é que, como todo grande evento esportivo, o JEM virou um grande outdoor para propaganda gratuita, mais especificamente dos colégios particulares da cidade que vendem a ideia de esporte, educação e qualidade de vida.

Lucas Matos

Serviço:

Os Jogos iniciam dia 19 de Maio em cerimônia no Ginásio Oscar Pereira

As competições acontecem em diversos ginásios espalhados pelo município

Entrada franca