Posts tagged ‘Cinema’

20/06/2014

Discussão sem estereótipos

outros-giros

Os filmes exibidos pelo projeto “Mácula” propõem debates desprovidos de preconceitos

Quem não quer assistir um filme num sábado a tarde, de graça, e ter uma conversa sobre o filme? Este projeto proporciona isso. Com o tema “Protagonista mulher” em 2014, os filmes exibidos pelo projeto Mácula – ciência e cinema, que é uma iniciativa do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), propõe uma reflexão sobre o papel das mulheres nos filmes, mas, felizmente, as discussões não pendem para nenhum extremismo de gênero, feminismo ou machismo, o que não limita a “visão” do público, possibilita maior troca de ideias, e mantêm uma discussão racional sobre o assunto. As reuniões no “ópera” tem certo caráter informal, mesmo com um professor da UEPG mediando o debate, e esse caráter contribui mais ainda para as pessoas se sentirem confortáveis para expressar suas opiniões, e, como a participação não se limita ao público acadêmico, há uma pluralidade de ideias sobre o assunto, o que só agrega o debate. Neste ano já foram exibidos cinco filmes, e a previsão é de exibir mais seis filmes até o fim do ano.

macula

Imagem: divulgação

Apesar dessa situação, as cadeiras do auditório B não “colaboram”. No final do filme ou durante o debate é visível que a maioria das pessoas não conseguem “arrumar” uma posição confortável, e quem chega atrasado, ou precisa sair do auditório durante a exibição, não consegue enxergar os degraus, pois não tem nada que os indique, e cria situações desagradáveis como tropeços, ou luzes de celulares ao longo do filme.

Serviço:

A entrada é gratuita, os filmes são exibidos no Cine-teatro Ópera, auditório B, às 15h no dia 09 de agosto, com o filme “Cidade do silêncio”; dia 30 de agosto com o filme “Alexandria”; dia 06 de setembro, o filme exibido será “A fonte das mulheres; dia 27 de setembro é o filme “Tomboy”; dia 11 de outubro, o filme “Flor da neve e o leque secreto”, e o último filme de 2014 será exibido dia 25 de outubro – “E agora, aonde vamos?”. No final do ano serão emitidos certificados pela PROEX com a carga horária da frequência dos participantes.

Bruna Fernandes

Etiquetas: , ,
21/09/2012

A nova lenda de Abraham Lincoln

Filme exagera na criatividade e falha em criar uma nova vida para Lincoln e em mostrar os feitos do ex-presidente

“Abraham Lincoln: O caçador de vampiros”. Titulo chamativo! O filme, porém, não cumpre as expectativas do público. O enredo trata da vida do ex-presidente norte-americano, adicionando uma falecimento sinistra para a mãe do político, que é morta por um vampiro. Abraham promete vingar-se. Porém, a velocidade dos acontecimentos do filme deixa o público inquieto.

Em uma cena após a trágica morte, Lincoln encontra o vampiro, mas não consegue matá-lo. Um “caçador” experiente o ajuda e ensina como fazê-lo. Depois, Lincoln vai para uma cidade, mata alguns vampiros, encontra o seu grande amor – que era noiva de outro – e casa-se com ela sem cena nenhuma de beijo. Tudo isso em 30 minutos de filme.

Foto: Divulgação

Uma dúvida que fica na cabeça do espectador é que o mestre de Abraham diz que é “muito difícil matar o que já está morto” – os vampiros. Entretanto, o mesmo ator explica depois que basta uma arma de prata para acabar com a vida dos monstros. Aliás, ‘monstros’ seria uma definição melhor para os ‘vampiros’ do filme. As conversas de Lincoln com Mary Todd, mulher com quem se casa, deixam a impressão que o personagem está sonhando com o que está dizendo e que a cena irá voltar para antes da conversa, mas isso não acontece.

O filme deixa o público querendo saber mais detalhes sobre a incomum vida do ex-presidente. Tudo acontece tão rápido que quem está sentado na cadeira fica tonto com a quantidade de informações em tão pouco tempo, e isso faz com que o estranho enredo não funcione e não choque tanto quanto poderia. Em Ponta Grossa, além do filme ser apenas dublado, o som da sala de cinema é tão alto que é difícil sair sem dor de cabeça.

Eder Traskini

Serviço:

Filme: Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros

Elenco: Benjamin Walker, Dominic Cooper, Anthony Mackie

Classificação: 14 anos

Exibição: Cine Araújo – Shopping Palladium – Sala 2 – 14/09 a 22/09 – Dublado

Terça e quinta: 18:30 e 20:30. Demais dias da semana: 16:30, 18:30 e 20:30

30/03/2012

Hollywood e o clichê da Comédia Romântica

ImagemMais um filme conta a velha história de dois amigos disputando o coração da mesma mulher

“Guerra é Guerra”, nome brasileiro para o filme “This Means War”, começa cheio de tiros e efeitos especiais que até levam o telespectador a pensar que se trata de um filme de ação. Mantendo os clichês de comédia romântica hollywoodianos, o filme conta a história de Lauren (Reese Witherspoon), uma jovem solteira e bem sucedida que é disputada por dois homens, Tuck (Tom Hardy) e FDR (Chris Pine), melhores amigos que trabalham juntos na CIA.

Imagem

A confiança entre Tuck e FDR se abala ao descobrirem que estão saindo com a mesma mulher. Chris Pine interpreta o ‘sabe-tudo’ das mulheres, enquanto Tom Hardy faz o papel do recém-saído de um relacionamento. O discurso dos atores é recheado de ironias e piadas com características dos personagens, que são perdidas se o filme não for acompanhado atentamente.

Até então, o longa poderia ser considerado mais uma comédia romântica para prateleira das locadoras, mas a disputa entre o mulherengo e o sensível ultrapassa o comum dos romances e o relacionamento de Lauren com os dois homens ‘torna-se alvo’ de investigação nacional. Os dois espiões usam de artifícios da CIA para monitorar a protagonista: desde arquivo de interesses pessoais a câmeras e gravadores de voz.

Se o enredo principal do longa é muito comum, as atuações se destacam. Apesar da Reese Witherspoon não conseguir representar como protagonista, Chris Pine e Tom Hardy o fizeram. O extraordinário fica por conta dos efeitos especiais, presente nas cenas entre Tuck e FDR, enquanto o clássico da comédia romântica se resume às cenas em que Lauren está presente.

Thainá Kedzierski

Serviço:

Local: Cine Araújo (Shopping Palladium, Rua Ermelino Leão, 703 – Olarias)

Horário: Diariamente, às 17h30 e às 20h30

Classificação: 12 anos

95 minutos