Posts tagged ‘Carola Schüller’

09/11/2012

E de volta outra vez ao reino da gataria

Imagem

A combinação surpreendente das músicas, cores e falas, transformou a peça numa mescla de ousadia e envolvimento

Fazer uma peça infantil precisa de organização para atrair o público infantil com gestos cômicos e expressivos, e os adultos, com falas e piadas. A direção de O Reino Da Gataria conseguiu fazer isso de maneira surpreendente.

O uso das canções durante a peça completou o cenário e a história. A afinidade do elenco foi boa, as musicas harmonizavam com a peça, dinamizando o espetáculo. Durante a declaração do Sr. Thomas à Duquesa, houve deslizes, pois tornou-se perceptível que o ator encontrava problemas com o microfone durante as canções.

O figurino deu realidade à peça, via-se com clareza o que cada personagem queria simbolizar, sendo este um fator importante em uma peça infantil. Além disso, as roupas facilitaram os movimentos dos artistas, que foram muito expressivos durante todo o espetáculo.

Em nenhum momento os personagens ficavam parados, mesmo quando eles não eram os principais, ficavam se movendo. O público via nos atores os personagens que representavam, pois estavam se comportando como tais. Um exemplo foi no início da peça, em que na primeira música ficou muito expressivo os movimentos dos gatos, se esgueirando suavemente pelo chão, o que contribuiu para a beleza da peça.

Foto: Rafaela Serrato / Lente Quente

Em geral, o grupo fez um trabalho que embelezou a peça, mas houve cenas em que a disposição dos artistas deixou a desejar. A atriz que representava a gata Duquesa, em determinados momentos não foi muito expressiva, embora falasse muito bem. Não se enxergava pelos seus movimentos que estava amedrontada por seus filhotes ou que estava apaixonada, embora compreende-se a dificuldade de representar essas duas cenas, faltando emoção por parte da atriz.

Os personagens dos gatos filhotes e madame, durante a peça toda, mostraram a disposição e o jeito brincalhão ou escandaloso do personagem, sendo essas as representações que passam entusiasmo ao público. O povo aplaudiu de acordo com a emoção que o artista consegue transmitir. As canções demonstraram isso e encantaram o publico em vários momentos.

O jogo de luz sempre em cima dos personagens principais e as luzes coloridas nos secundários deixou todos em cena, valorizando cada um de acordo com a intensidade necessária. O que dificultou para o público apreciar a peça foram as luzes que iluminavam os músicos, pois refletia exatamente nos olhos de quem assistia, obrigando-os a desviar o olhar.

Carola Schüller

Serviço: 

Peça: O reino da gaitaria

Autor e diretor: Marco dos Anjos

Grupo Companhia dos Atores in Cena

Cidade: Rio de Janeiro – RJ

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre

Etiquetas: ,
27/04/2012

Tradicional pão com vina com um pingo paranaense

Lanchonete em Castro oferece opção de cachorro-quente recheado com semente característica da

região

   Em qualquer lanchonete do Paraná ou do País pode se encontrar o tradicional cachorro quente. Porém, na lanchonete “Do Pingo”, em Castro, o “hot-dog” recebe mais alguns ingredientes, deixando-o com um toque especial. A variação em um lanche tão conhecido faz com que a procura por ele também renove. Como o prato é original dos Estados Unidos, os novos elementos deixam a comida mais “abrasileirada”.

Foto: Divulgação

   Além dos ingredientes conhecidos (salsicha, milho verde, batata palha), o especial “Do Pingo” insere presunto, queijo, pimentão verde e raspas de pinhão assado. Com a introdução das raspas de pinhão, que são pré-assadas na chapa para ficarem com aparência de batata palha, o cachorro-quente forma um gosto agridoce. Embora não tenha sabor de pinhão, o novo condimento aguça o paladar de quem o experimenta.

   As adições de queijo mussarela e presunto fatiado, derretidos na chapa, formam o tempero, uma vez que não há qualquer tipo de molho vermelho na salsicha. Como o queijo mussarela é gorduroso, o “hot-dog” tem alto teor calórico, embora esse efeito seja quebrado pelo milho e pelo pimentão verde.

   Para completar o prato, o especial na lanchonete “Do Pingo” deve ser acompanhado com uma taça de vinho tinto suave, o qual reforça o sabor agridoce. A combinação de vinho e pão com vina deixa a refeição mais refinada, embora o preço ainda seja o de um cachorro quente tradicional. O estabelecimento é aconchegante e bem higienizado, no entanto sua localização afastada do centro da cidade dificulta o acesso do cliente.

 Carola Schüller

 

Serviço:

Hot Dog especial da Lanchonete do Pingo

Endereço: Rua Javert Madureira, Castro (PR)

Preço: R$ 3,00 / R$ 5,00 acompanhado da taça de vinho