Posts tagged ‘Andressa Elesbão’

03/08/2012

Ponta Grossa em três ângulos

 

O livro “Biografias 2011” retrata a vida de personagens importantes para a história cultural e científica da cidade

O resultado do Concurso Municipal de Biografias Professor Joselfredo Cercal de Oliveira, realizado em 2011, pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Ponta Grossa, originou o segundo livro consecutivo de textos biográficos. A obra conta com textos escritos de diferentes formas e características pessoais de Ismael de Freitas, Afonso Verner e Nicoly França, com retrato da vida de três personalidades da cidade: Roque Sponholz, Domingos Silva Souza e Josefa Schimith.

O livro se aproxima dos pontagrossenses por relatar pessoas presentes no cotidiano da cidade e que, de alguma forma, contribuíram para a história local. Além de ser plural, já que conta diferentes acontecimentos, apresenta a vida de um arquiteto, um fotógrafo e uma ativista social. Os fatos são detalhados, o que facilita o entendimento do leitor.

As fotografias que ilustram os textos tornam a obra mais dinâmica e contextualizam o dia a dia das personagens. As imagens são em preto e branco como se remetessem a história dos biografados. O uso de documentos comprova o que o texto relata, tornando-o mais veraz.

A diagramação do livro deixa a desejar, já que contêm erros de espaçamento, de posicionamento e repetição de fotos, porém nota-se uma evolução, se comparado à edição anterior, que apresentava erros de ortografia e diagramação. Apesar do iniciativa da Secretaria de Cultura em publicar a obra, a falta de divulgação torna o trabalho pouco visualizado pelas comunidades mais afastadas, já que foram entregues a críticos literários e em bibliotecas da cidade. A demora no lançamento do livro é outro problema, pois que os textos do livro foram selecionados no final de 2011, e a coletânea só foi publicada em junho de 2012.

Andressa Elesbão

Serviço:

Biografias 2011

Autores: Ismael de Freitas, Afonso Verner e Nicoly França

Publicado em 2012

Número de páginas: 118

Distribuição Gratuita

08/06/2012

Diversidade, a começar pela Original

Bar Botequim agrada clientes com um atendimento adequado, descontração para amigos e pluralidade no cardápio

Imagem

O bar Botequim Original, localizado na rua XV de novembro no centro de Ponta Grossa, está instalado em um antigo casarão da cidade. O local se tornou ponto de encontro, principalmente a grupos de amigos em dias de campeonatos futebolísticos, ou apenas para descontração. O lugar está equipado com televisões e um telão, onde são transmitidos os principais jogos durante toda a semana.

O Botequim é decorado com vários objetos e utensilios, como uma televisão e um rádio antigo, além de bandeiras de diversos times brasileiros como o do Flamengo e do Operário Ferroviário. Para aqueles que não gostam muito de futebol, o bar também transmite a programação da televisão aberta, além de contar com apresentação de música ao vivo todas as quartas-feiras, tonando o local mais aconchegante e com um público diverso.

No cardápio, o Botequim conta com bolinho de bacalhau, mignom acebolado, sanduíches e porções diversas. Além de o cliente poder saborear um chope gelado ou a Cerveja Original, fabricada desde 1906 em Ponta Grossa, quando o alemão Henrique Thielen fundou a cervejaria Adriática na cidade.

O bar possui um quadro de diversos funcionários, o que torna o atendimento rápido. Em dias de jogos importantes de futebol, o Botequim está sempre cheio, por isso os clientes devem esperar a liberação de uma mesa para que possam se acomodar. Apesar disso, os profissionais conseguem toda a clientela, fazendo o possível para que os fregueses sintam-se à vontade, mesmo que instalados próximo ao balcão.

                                                                  Andressa Elesbão

Foto: Divulgação

Serviço:

Bar Botequim Original

Rua XV de Novembro, 492, Centro – Ponta Grossa/PR

Telefone: (42) 3027-1501

18/05/2012

Rapidez eficaz, informação de menos

Programa “De repente”, do jornalista Felipe Andreoli, na rádio Mix, deixa a desejar na qualidade das notícias

Desde 25 de julho de 2011, o jornalista Felipe Andreoli possui um programa na rádio Mix. Em Ponta Grossa, a rádio é sintonizada na frequência 94.7 FM. Intitulado “De primeira”, o quadro comenta sobre os principais assuntos do esporte nacional e mundial. Seguindo a linha de outros programas do gênero, Andreoli busca repercutir principalmente o futebol, como no programa de 16 de maio de 2012, onde falou sobre os próximos jogos da Copa do Brasil e da Libertadores da América, e o que o torcedor poderia esperar do time do coração.

O programa vai ao ar quatro vezes ao dia em horários diversos: 09h25, 10h25, 11h55, 12h35, 16h55 e 21h25. O grande problema é que o quadro é extremamente curto, não chegando nem a 5 minutos de duração. Andreoli faz comentários demasiadamente rápidos que tendem a não acrescentar nada de diferente na informação do ouvinte. Além de que, todas as edições entram com atraso de pelo menos 10 minutos, o que acarreta na falta de padronização na grade de programação, deixando o ouvinte confuso.

Foto: Divulgação

Como a rádio possui um caráter jovem, passa a maior parte da programação tocando músicas dos gêneros pop, rock, eletrônica e emocore, e deixa a desejar no cunho jornalístico, já que o programa “De primeira” é o único informativo. Com o pouco tempo que tem, Felipe Andreoli procura atender ao critério do público, repassando as notícias de forma descontraída e de maneira engraçada, pincelando tudo que possa interessar aos ouvintes sobre as últimas rodadas das competições.

Andressa Elesbão

Serviço:

Rádio Mix FM (94.7)

Localização: Rua 15 Novembro, 515 – Centro.

Site:http://www.mixfm.com.br/

27/04/2012

Música popular para os fãs

Com versões alternativas, Charlie Brown Jr. continua cativando público com antigos sucessos

   A banda Charlie Brown Jr., formada em 1992 na cidade de Santos, lançou em 2012 seu 11º CD, “Música Popular Caiçara”, que conta com 15 faixas. A espera para um novo álbum durou dois anos. As músicas foram gravadas em shows acontecidos em Santos e Curitiba durante 2011. O CD possui apenas uma música de estúdio, “Céu azul”. Desde as gravações, o grupo conta com dois antigos integrantes, o guitarrista Marcão e do baterista Champignon.

Foto: Divulgação

   Charlie Brown Jr. buscou parcerias com artistas de diferentes gêneros, como Zeca Baleiro e Marcelo Falcão. As faixas não são apenas de autoria do grupo, característica notada nas músicas “Me deixa”, da banda “O Rappa”, e “Coração Satânico”, de Marcelo Nova, traço que enriquece o álbum. Apesar das batidas serem as mesmas que os fãs estão acostumados, o CD contou com versões diferentes de músicas já bem conhecidos pelo público.

   A frustração foi grande para aqueles que esperavam novas composições no novo CD. A banda buscou músicas de outros álbuns. Desde mais antigas como “Tudo que ela gosta de escutar”, do primeiro disco, “Transpiração contínua prolongada” (1997), e de mais recentes como “Me encontra”, do CD “Camisa 10 joga bola até na chuva” (2009). Porém, quem acompanha a banda há certo tempo já reconhece o perfil do Charlie Brown de regravar antigos sucessos. Na maior parte dos álbuns anteriores há ao menos uma faixa regravada.

   A composição nova “Céu azul” faz parte da lista de músicas mais calmas e com melodias mais suaves. A banda tem show agendado em Ponta Grossa no dia 18 de maio, no Centro de eventos e os ingressos custam a partir de R$20,00.

Andressa Elesbão

 

Serviço:

Álbum: Música Popular Caiçara.

Gravadora: Radar Records.

Preço: R$ 17,50.

Lançamento: 2012.