Archive for ‘Vitrola’

23/11/2014

Daqui para frente, para você

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Através de músicas tranquilas e bem acústicas o artista mostra seu lado mais família

O cantor havaiano Jack Johnson lançou seu sexto álbum “From Here To Now To You” em dezembro de 2013. O álbum segue o estilo já conhecido do cantor, de surf music, folk e soft. O CD contém doze faixas e por enquanto só um single, que foi a música de mais sucesso do álbum até agora “I got you”.

O violão está presente em todas as músicas do álbum, um instrumento característico do cantor e também desse estilo musical, é acompanhando por outros instrumentos que acabam sendo mais secundários, como o teclado, guitarra, baixo, ukulele entre outros. Diferente do seu último álbum lançado em 2010 “To The Sea” que apesar de manter seu estilo surf tinha uma vibe mais elétrica, com maior presença de guitarras elétricas nesse último é tudo mais calmo e acústico.

Foto: Divulgação

Com melodias tranquilas e bonitas Johnson também não deixa a desejar nas letras, com algumas faixas românticas nesse álbum como “Never Fade” e “I Got You” o cantor já alegou em algumas entrevistas que todas suas músicas românticas foram feitas para sua esposa Kim Johnson, a qual foi colega de faculdade dele, com quem ele é casado há 14 anos.

A família na vida desse artista parece ter grande importância e influencia em seu trabalho, sendo a primeira frase nos agradecimentos desse álbum “Obrigado. Para minha esposa Kim e nossos filhos. Essas músicas estão cheias de amor que você me dá todos os dias.” E todo esse amor e felicidade pode ser ouvido no álbum, em que o cantor literalmente transmite todos esses sentimentos através das músicas.

 Alana Bittencourt

Serviço:

O CD pode ser encontrado em livrarias da cidade, custando em torno de R$30,00.

Anúncios
23/11/2014

Velho revestido de novo

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Nono álbum de Natiruts traz sucessos antigos da banda

A banda Natiruts lançou em 2014 seu novo álbum #NoFilter. O álbum é composto por 21 faixas que intercalam sucessos antigos da banda, além de interpretações de ícones da música brasileira como Legião Urbana, Paralamas do Sucesso e Charlie Brown Jr. e ainda o grande nome do reggae internacional Bob Marley. A banda lança também a música inédita “Onde as ondas não quebram”.

Logo, o destaque de #NoFilter volta-se para as releituras de músicas no estilo rock que foram adaptadas para o reggae. Às reinterpretações de bandas brasileiras, conseguiu-se passar um tom mais leve e descontraído do que as músicas originais, com uma batida mais marcada e ágil. Entretanto em “Is This Love”, sucesso do cantor Bob Marley, nada mudou além da voz do cantor.

Foto: Divulgação

Nos antigos sucessos de Natiruts, a banda manteve a mesma interpretação, e os mesmos arranjos. Fato esse que deixou a desejar, já que a banda lançou apenas uma música em um disco novo, mas que contêm, em sua maioria, apenas músicas já conhecidas.

O álbum foi gravado ao vivo do Rio de Janeiro no começo desse ano. Além deste, a banda possui ainda os álbuns Nativos, Povo Brasileiro, Verbalize, Qu4tro, Nossa Missão, Reggae Power, Raçaman e Acústico no Rio de Janeiro.

Marina Scheifer

Serviço:

O álbum #NoFilter pode ser encontrado pelo preço de 19,90 em livrarias da cidade.

23/11/2014

Do country ao pop

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

Mais conhecida pelas canções countries, Taylor Swift apresenta 1989, álbum pop da cantora

A cantora americana, Taylor Swift, lançou seu mais recente álbum ‘1989’ em 27 de outubro. Apesar do estilo country de Taylor, o cd com 13 canções, é bem diferente de seus outros trabalhos, muito mais pop e com o auto-tune a mil. Bem recebido pelos fãs e pela consagrada crítica da revista Rolling Stones, a cantora conseguiu transitar entre estilos e ainda assim agradar o público. Somente na primeira semana vendeu 1.287 milhões de cópias, fato que não acontecia desde 2002 com o lançamento de The Eminem Show, do rapper Eminem.

Taylor é conhecida por escrever sobre seus ex-namorados e expor o fim de seus relacionamentos nas músicas, além da atenção dada pela mídia por sempre estar acompanhada de alguém. No entanto, este álbum é mais focado em uma pessoa: Harry Styles, integrante da boyband One Direction. Claramente a faixa #3, intitulada “Style” é para ele, mas fãs admitem perceber a dor do término entre os dois em outras canções como Out of The Woods e Wonderland.

taylor

Foto: Divulgação

            Mas não só de ex-namorados é feito o “1989”. Taylor reservou Blank Space excepcionalmente para o próximo amor verdadeiro de sua vida, esta é a melhor canção do álbum e o segundo single da cantora, após o grande sucesso de Shake it Off. O clipe, lançado no dia 10 de novembro já recebeu 11.626.764 de visualizações. Seu segundo single, em tradução livre, fala sobre como ela tem uma lista grande de ex-namorados e que eles a acham insana. No verso seguinte a autora afirma ter um espaço em branco para o seu próximo amor.

Outras canções do álbum, como Bad Blood, Welcome to New York, Wildest Dream, New Romantics, Clean e I Know Places, garantem uma ótima qualidade nas letras e batidas das músicas. Também agradam ao público juvenil por falar de aceitação pessoal e términos de relacionamento, tudo de uma forma irônica e ao mesmo tempo doce.

 Carine Cruz

29/09/2014

Um presente de quem deixou saudades

10253951_732513883466183_7769648315676317203_n

O álbum póstumo de Amy Winehouse traz canções de diferentes fases de sua carreira.

Em 2014, a morte da cantora Amy Winehouse completou três anos. Embora sua carreira tenha sido interrompida cedo, aos 27 anos, o álbum póstumo Lioness: Hidden Treasures traz um pouco mais do talento e do estilo inigualável da cantora. O disco mescla faixas inéditas e sucessos já conhecidos, como Wake Up Alone, lançada no álbum Back to Black.

As doze faixas do disco seguem a linha dos outros álbuns da cantora, mesclando jazz, soul e R&B nas composições. Um destaque nesse disco é a parceria com o rapper Nas na faixa Like Smoke. A mistura entre o estilo clássico de Amy com o estilo urbano do rapper cria um interessante contraste de estilos na canção. Outro destaque é o dueto com Tony Bennett, em Body and Soul, última canção gravada pela cantora. A música é o primeiro single do álbum, e foi lançada em comemoração ao aniversário da cantora, em 2011.

O álbum também traz regravações de outros compositores, como Valerie, também presente na Deluxe Version do álbum Back to Black. Mas a versão de Garota de Ipanema, intitulada The Girl From Ipanema, é uma das faixas mais inusitadas no disco. A faixa possui vocais mais suaves do que é normalmente encontrado nas músicas da cantora. No entanto, Amy consegue criar um tom único para a canção, incomparável com qualquer versão da música já gravada.

Amy-Winehouse-Lioness-Hidden-TreasuresA faixa Tears Dry, uma versão da música Tears Dry on Their Own, aparece de forma mais lenta e clássica do que a lançada em Back To Black. No álbum Lioness: Hidden Treasures é possível encontrar canções gravadas em diferentes fases da carreira da cantora, deixando visível a evolução de sua música ao longo dos anos. Além disso, é um excelente presente para a legião de fãs que a cantora deixou em 2011.

Adriane Hess

SERVIÇO: O CD está a venda na internet por R$27,90 e também está disponível no spotify.

Etiquetas:
11/08/2014

Holograma dançante

vitrola

Animação japonesa conquista adolescentes com o pop e uma concepção inovadora de shows

             Hatsune Miku é uma conhecida “cantora vocaloid”, também conhecida como uma projeção de animação dublada pelo programa de síntese de voz “Vocaloid”. Artificialmente produz-se voz humana a partir de falas gravada que associadas à letra e melodia gera a música. Ela representa uma menina humanoide de 16 anos, o que atrai a atenção dos adolescentes que têm afinidade por animes e outros produtos orientais.

             A “cantora” apresenta shows no Japão e em outros lugares do oriente atráves da holografia. Esta atração tem bastante repercussão em todo o mundo, principalmente por ser uma forma inovadora de apresentação musical.

             As músicas desenvolvidas para Hatsune Miku são predominantemente do gênero J-Pop, marcadas pela voz feminina aguda e voltadas para o público jovem, principalmente pelas letras banais, monossilábicas e repetitivas, acompanhadas de coreografias ritmadas. Para quem não tem hábito de ouvir tal estilo, as músicas soam profundamente irritantes e parecidas. Como por exemplo, as músicas “Po pi po” e “Ievan Polka”, que dão a impressão de que nunca terão um fim.

Bruna Fernandes

10561706_664644310271848_2996874570405260332_n

divulgação

Serviço: Existem inúmeras músicas disponíveis gratuitamente no Youtube e em outros sites da internet. Alguns CDs são encontrados para comercialização em sites do exterior a partir de R$ 49,90 (+ frete e impostos).

04/08/2014

Derrete o mais gélido dos corações

vitrola

Grande responsável pelo sucesso do filme, trilha sonora de Frozen lembra os musicais da Broadway

             Lançada pelos estúdios Disney em dezembro de 2013, a animação Frozen conquistou a crítica e o público, tornando-se imediato sucesso mundial. A história, porém, não teria tido a repercussão que alcançou se não fosse acompanhada por uma trilha sonora empolgante, recentemente lançada em CD.

            Contando com trinta e três músicas, o álbum traz a trilha sonora completa do filme, entre as músicas cantadas pelos personagens e os instrumentais que podem ser escutados em sua duração, além de duas versões extras da canção “Let it Go”.

            Compostas por Christophe Beck, em sua segunda parceria com a Disney Animation Studios, os instrumentais da trilha não chegam a ser muito expressivos, precisando do acompanhamento da imagem para serem aproveitados de forma completa. É perfeitamente clara a influência da música folclórica nórdica nas melodias, referência ao local onde o filme se ambienta (as geladas paisagens da Noruega).

             As dez músicas cantadas pelo elenco, compostas pelo casal Kristen e Robert Lopez, são bem variadas, transitando entre solos muito melódicos e de grande exigência vocal, parecidos com os encontrados em “Os Miseráveis” e “Miss Saigon”, e canções de coro de melodia alegre encontradas em musicais mais leves, como “A Bela e a Fera” e “Hairspray”. No entanto, é inegável a influência do universo do teatro musical na trilha sonora.

            Essa influência não se restringe à melodia das composições. As vozes do elenco também são, em sua maioria, de grandes estrelas da Broadway e da West End, destacando-se principalmente Idina Menzel, dubladora da protagonista Elsa. Conhecida na Broadway por sua grande elasticidade vocal, Idina segura muito bem o seu solo, que tornou-se o verdadeiro ícone do filme, ‘Let it Go’, e também forma uma boa dupla com Kristen Bell, outra atriz de teatro que empresta voz à princesa Anna, cujas canções são compostas de duetos, boa parte deles com Idina.

            Os pontos baixos do CD são as canções ‘Fixer Upper’, cantada por um coro inexpressivo e com uma melodia repetitiva e pobre, e a versão de ‘Let it Go’ cantada por Demi Lovato, que, além de transformar o doce instrumental de piano em um remix agressivo, não possui nem de longe a voz necessária para sequer tentar alcançar as notas originadas pela poderosa Idina.

frozen

Gabriela Gambassi

 

Serviço: o CD com a trilha sonora original e também o álbum em português podem ser encontrados nas livrarias da cidade e nas lojas Americanas, além de diversas livrarias acessíveis na internet. O preço fica entre R$25,00 e R$30,00.

 

24/07/2014

Musica de Ponta

vitrola

O gênero  musical de rimas faladas rapidamente 

         Vários gêneros musicais já sofreram preconceito e foram desvalorizados culturalmente, um grande exemplo foi a trajetória do pagode (surgiu no final da década de 1970) em nosso país nas periferias do Rio de Janeiro. Assim como o pagode, um gênero musical que sofreu e atualmente infelizmente ainda sofre algum tipo de preconceito e é rejeitado é o Rap, quem nunca escutou a famosa frase: “Música de maloqueiro”, ignorando a beleza e riqueza transmitida na melodia e no tipo de arranjo? Esta cultura do Hip Hop é desvalorizada por ser da preferência da classe mais baixa assim como aconteceu com o pagode.

         O ritmo que se popularizou nos EUA na década de 1970 e surgiu na Jamaica na década de 1960, tem como características a maior valorização da letra (poesia e rimas faladas seja no improviso ou não) usava pouco arranjo musical, ou seja, raramente instrumentos musicais, na maioria das vezes era substituído pelo beat box (som com a boca) e as rimas faladas.

         Na cidade de Ponta Grossa um grupo de rap que tem inovado é o “Ponta Rap”, que usa não somente o beat box e a rima falada rapidamente, mas também o usos de instrumentos na elaboração do arranjo musical. Um exemplo de música assim, feita por estes rappers, que escreveram melodias já na década de 1990 e lançaram seu primeiro cd em 2007, é o rap “Dona Aparecida”, assim como “Ronda periferia” e “Periferia de ponta a ponta”, todos mostrando a linguagem da favela e realidade destes lugares.

         Na música “Dona Aparecida”, uma das mais belas letras e atualmente é interpretada por Gueg, Aline, Mc Pá, Mc A e DJ Banga, traz na letra a biografia de moradora pontagrossense  Aparecida Alvez dos Santos que procura por sua família há mais de 40 anos. A musica além de ter as rimas faladas rapidamente tem um arranjo musical criativo com os depoimentos de Dona Aparecida, musica eletrônica e o teclado.

10492233_271282809731291_9014738843199219323_n                                     Divulgação

Nilson de Paula

 

Serviço: A musica pode ser ouvida no site Palco MP3 http://palcomp3.com/familiapontarap/dona-aparecida/, ou no youtube http://www.youtube.com/watch?v=nMYoGgqpNfY

27/06/2014

Derrete o mais gélido dos corações

vitrola

Grande responsável pelo sucesso do filme, trilha sonora de Frozen lembra os musicais da Broadway

           Lançado pelos estúdios Disney em dezembro de 2013, a animação Frozen conquistou a crítica e o público, tornando-se imediato sucesso mundial. A história, porém, não teria tido a repercussão que alcançou se não fosse acompanhada por uma trilha sonora empolgante, que foi recentemente lançada em CD.

            Contando com trinta e três músicas, o álbum traz a trilha sonora completa do filme, entre os instrumentais que podem ser escutados em sua duração e as músicas cantadas pelos personagens, além de duas versões extras da canção “Let it Go”, totalizando trinta e três músicas.

frozen

Foto: divulgação Disney

            Compostas por Christophe Beck em sua segunda parceria com a Disney Animation Studios, os instrumentais da trilha não chegam a ser muito expressivos, precisando do acompanhamento da imagem para serem aproveitadas de forma completa. É perfeitamente clara a influência da música folclórica nórdica nas melodias, referência ao local onde o filme se ambienta (as geladas paisagens da Noruega)

            As dez músicas cantadas pelo elenco, compostas pelo casal Kristen e Robert Lopez, são bem variadas, transitando entre solos muito melódicos e de grande exigência vocal, parecidos com os encontrados em “Os Miseráveis” e “Miss Saigon”, e canções de coro de melodia alegre encontradas em musicais mais leves, como “A Bela e a Fera” e “Hairspray”. No entanto, é inegável a influência do universo do teatro musical na trilha sonora.

            Essa influência não se restringe à melodia das composições. As vozes do elenco também são, em sua maioria, grandes estrelas da Broadway e da West End, destacando-se principalmente Idina Menzel, dubladora da protagonista Elsa. Conhecida na Broadway por sua grande elasticidade vocal, Idina segura muito bem o seu solo que tornou-se o verdadeiro ícone do filme, ‘Let it Go’, e também forma uma boa dupla com Kristen Bell, outra atriz de teatro que empresta voz à princesa Anna, cujas canções são compostas de duetos, boa parte deles com Idina.

            Os pontos baixos do CD são as canções ‘Fixer Upper’, cantada por um coro muito inexpressivo e com uma melodia repetitiva e pobre, e a versão de ‘Let it Go’ cantada por Demi Lovato, que, além de transformar o doce instrumental de piano em um remix agressivo, não possui nem de longe a voz necessária para sequer tentar alcançar as notas originadas pela poderosa Idina.

 Serviço: o CD com a trilha sonora original e também o álbum em português podem ser encontrados nas livrarias da cidade e nas lojas Americanas, além de diversas livrarias acessíveis na internet. O preço fica entre R$25,00 e R$30,00.

Gabriela Gambassi

Etiquetas: , ,
20/06/2014

O metalcore restaura forças e tem espaço suficiente para crescer

vitrola

Of Mice & Men lança seu terceiro álbum cheio de refrãos melódicos e ossos expostos.

O nome do terceiro álbum da banda Of Mice & Men não poderia ser mais apropriado e isso pode ser percebido em sua tour pela America Latina, que contemplou Curitiba como uma das anfitriãs de um show de alta qualidade. Restoring Foces elevou o grupo a um nível superior, proporcionando seu firmamento no cenário metalcore internacional e o abandono da muleta Warped Tour. O álbum é simultaneamente mais pesado e mais melódico do que as outras produções da banda, que certamente não é a primeira a utilizar efeitos de sintetizadores em suas músicas, mas soube colocar o recurso a seu favor.

“Public Service Announcement” abre o álbum de maneira marcante relembrando a capacidade da banda de criar músicas claramente pesadas, enquanto “Feels Like Forever” e “Bones Exposed” com seus refrãos melódicos e cativantes provavelmente logo tocarão nas rádios americanas voltadas para rock alternativo.

of_mice_and_men_restoring_force

Imagem: divulgação

Outro fator crucial para o sucesso de Restoring Forces é a troca de vocal limpo, agora assumido por Aaron Pauley, dono de uma voz mais suave em relação ao antigo vocalista Shayley Bourget. A mudança proporcionou faixas como “Space Enought To Grow” e “Would You Still Be There”, quase completamente levadas por Aaron, além de ter casado perfeitamente com os screams de Austin Carlile, frontman.

Enquanto diversas bandas do mesmo gênero estão preocupadas em encontrar formas de produzirem músicas mais pesadas e mais técnicas, os californianos parecem ter encontrado a essência do que os tornam diferentes do resto do cenário no qual se encontram através de experimentações, ao mesmo tempo em que se mantém fieis a sua proposta original. O álbum certamente é um novo e promissor capitulo para Of Mice & Men, além de um ótimo lançamento de 2014.

 

Serviço:

O álbum pode ser ouvido na integra no Youtube:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLyL7Towtwvlzq5AtlYakjX-QsGUy4TFaR

Além de estar a venda na internet pelo iTunes ao preço de U$ 1.29 a faixa

Mariana Fraga

11/06/2014

Mais do mesmo

Imagem

Rock Jamp toca músicas que todos os jovens conhecem

 

Com inspiração em músicas predominantemente nacionais de rock, pop e reggae, a banda ‘Rock Jamp’ afirma que gosta de músicas que falam da vida e seu sentido. Criada em 2008, é formada por Pedro Marcello (vocal), Mario Sergio (bateria), Limão (percussão), Luis Dalzoto (guitarra) e Itto Eleutério (baixo) e toca nas noites pontagrossenses, onde já abriu grandes shows como Capital Inicial e O Rappa, ambos em 2013. Apesar de quase não ter composições próprias e pouco explorá-las em palco, o grupo pretende lançar em breve um EP – extended player, uma espécie de cd com menos músicas.

Rock Jamp possui fãs próprios que os acompanham em diversos shows, e por onde passa arrebatam mais alguns. Por tocar canções de grandes nomes popularizados como Charlie Brown Jr., Armandinho, O Rappa, CPM 22 e grandes sucessos dos anos 2000, é difícil não conhecer músicas e relembrar algumas que marcaram a última década durante suas apresentações.

Imagem

Foto: Divulgação

Com um público saindo do chão e soltando a voz, a banda mescla shows mistos e tributos. A partir de influências como de Dinho Ouro Preto – vocalista do Capital Inicial, e Chorão – do Charlie Brown Jr., Pedro Marcello faz algumas referências à política e ao estilo de vida atual da juventude e seus adeptos.

Seu trabalho pode ser visto em diversos barzinhos e festas da cidade. Rock Jamp também possui páginas no Facebook e no Youtube, mas em termos de plataforma online, o conteúdo é bem limitado e poderia ser melhor explorado.

 

Millena Sartori

Serviço: Facebook – https://www.facebook.com/rock.jamp.5

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCnKVwO1IccDcsGqGZO_N1CA