Um remake em forma de justificativa

Imagem

Nova versão de Godzilla traz um drama que envolve o apocalipse e uma ação patriota

Engenheiro responsável por uma usina nuclear em Janjira no Japão, Joe Brody (Bryan Cranston) cria seu filho sozinho após sua esposa (Juliette Binoche) morrer em um acidente nuclear na empresa onde ambos trabalhavam. Passados 15 anos, Joe nunca aceitou o acontecido e se dedicou inteiramente a desvendar a causa da morte de sua mulher. Seu filho Ford (Aaron Taylor-Johnson) é agora tenente e especialista em bombas do exército norte americano e se envolve no passado que voltou a tona o que o leva a lutar para salvar a humanidade e sua família, que enfrentam a ameaça de monstros aterrorizantes.

O primeiro Godzilla foi lançado em 1954 por Ishirô Honda com o nome original de “Gojira” e seu enredo era diferente do lançado no dia oito de maio de 2014, ao invés da história se passar nos Estados Unidos, o gigantesco réptil destruía através de seu rastro a cidade de Tóquio no Japão e surgiu como uma lembrança dos mortos por bombas atômicas em 1945. Imagem

Abusando das cenas de ação e detalhes que compunham o cenário, o diretor Gareth Edwards traz ao remake de Godzilla um clima de apocalipse e fim do mundo, que pode ser percebido principalmente na cena em que alguns militares descem de paraquedas em São Francisco.

Apesar das cenas de ação envolver a atenção do público, a apologia ao patriotismo americano é forte. Uma das últimas cenas, onde o Godzilla se mostra do bem e é igualmente retratado como herói ao cair no mesmo momento em que o personagem principal, Ford Brody, tende a mostrar que a maior fonte de poder da natureza “desistiu” ao mesmo tempo que o governo americano. Uma relação interessante é que algumas cenas remetem ao atentado feito pelos Estados Unidos a Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945, explicando que as bombas na verdade não eram testes e sim uma forma de matar o réptil para que ele não destruísse a humanidade.

Karin Del Nóbile

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: