Viola Minha Viola mantém vivo o sertanejo de raiz

na-tela

Com convidados representantes da música caipira brasileira programa constrói a representação da vida na roça

Apresentado pela cantora, atriz e instrumentista Inezita Barroso, o programa Viola Minha Viola completou 34 anos em março, sendo o mais antigo go gênero musical ainda em exibição na TV brasileira. Com a presença de convidados, Inezita conversa com os convidados sobre moda de viola e  fazem suas performances no palco. Acompanhada pelo Regional Viola, Minha Viola (banda do programa) a apresentadora inicia cantando e se despede do mesmo jeito.

  

Foto: Divulgação

Apresentado pela cantora, atriz e instrumentista Inezita Barroso, o programa Viola Minha Viola completou 34 anos em março, sendo o mais antigo go gênero musical ainda em exibição na TV brasileira. Com a presença de convidados, Inezita conversa com os convidados sobre moda de viola e  fazem suas performances no palco. Acompanhada pelo Regional Viola, Minha Viola (banda do programa) a apresentadora inicia cantando e se despede do mesmo jeito.

            Estreou na TV cultura (na época RTC – Rádio e Televisão Cultura) em março de 1980, apresentado incialmente pelo radialista Moraes Sarmento e pelo compositor Nonô Basílio. Posteriormente o programa ganhou a presença de Inezita Barroso, que apresentou junto de Sarmento até o falecimento deste, deixando o comando do programa para a apresentadora.

            Quando estreou, a maioria do público alvo havia acabado de deixar o campo em direção as cidades. Através de uma linguagem caipira, o cenário e as musicas passavam boas lembranças, resgatando a memorias ao público. Atualmente, já distante desta realidade, o programa ainda tem caráter da roça, mas com traços mais sutis e um cenário mais modernizado, que utiliza da ferramenta de espaço para demonstrar a cultura do homem do campo vivida na época.

            Apesar do programa ser um dos líderes de audiência da TV Cultura, há certa dificuldade de atrair público. Independente dos convidados, o programa só exibe o sertanejo tradicional, o que aparentemente causa falta de interesse,  principalmente do público jovem, talvez por este tipo de música não ser tão vinculado nas mídias atualmente.

            Representando a cultura brasileira, há certo receio que o Viola Minha Viola perca sua fiel audiência e, pela falta de públicos novos, acabe apenas como resguardo da memória caipira para as futuras gerações.

Alana Bittencourt

Serviço: O programa todo tem cerca de 1h, é dividido em quatro blocos, exibido todo domingo às 9h, reprisado sábado as 20h na TV Cultura.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: