Quase adultos em cena

fenata2

Grupo paulista ‘Má Companhia Provoca’ participa pela primeira vez da mostra competitiva do Festival de Teatro

             Com simulação de uma montanha russa e a música Kids da banda MGMT, começa a peça ‘Os adultos estão na sala’. Com apenas três mulheres no elenco, um cenário modesto e uma reflexão sobre a vida nas cidades, o espetáculo foi o quinto a se apresentar na mostra competitiva do 41º Fenata.

            O grupo de São Paulo ‘A Má Companhia Provoca’ começou em 2011 e já passou por quatro temporadas. Pela primeira vez no Paraná, a apresentação teve algumas falhas na dicção das atrizes, que não eram entendidas pelo público. Clara Day (Michelle Boesche) a dona do apartamento onde a peça acontece, passou a maior parte do tempo com um cigarro na boca e não conseguia manter uma dicção compreensível com os dentes cerrados. Já a vizinha Dulce Vicente (Maura Hayas) e a melhor amiga Ivone Dim (Flávia Strongoli) mantinham um ritmo frenético e agudo nas falas, o que também prejudicava o entendimento.

Foto: Luana Caroline Nascimento

Foto: Luana Caroline Nascimento

            O uso de luzes durante o teatro foi pouco explorado, e em alguns momentos a plateia não conseguia captar a expressão das atrizes. Inicialmente, a peça tinha a ideia de passar a sensação de um lugar intimista e claustrofóbico, uma vez que todo o enredo acontece dentro do apartamento, mas em um espaço para aproximadamente 600 pessoas como o auditório A do Cine Teatro Ópera, essa sensação não chegou até quem estava nas poltronas.

            O clímax da peça acontece quando o filho da vizinha Dulce Vicente passa um tempo com Clara Day e acaba batendo a própria cabeça na parede. Nesse momento, que não fica muito claro, as personagens passam a refletir se não seriam as crianças ou reais adultos, e se não seria esse menino o único lúcido entre eles.

            Apesar das falhas técnicas, a reflexão em torno da vida na cidade e qual a perspectivas desses três personagens, tem uma pegada mais rock e reflexiva. Já o sofá da sala do apartamento onde a peça acontece, é a grande metáfora de que muitas vezes as pessoas se acomodam nas mesmices, ou que as vezes trocar o sofá de lugar pode dar uma volta na vida.

 Aline Czezacki

Serviço:

 “Os adultos estão na sala”

Grupo: A Má Companhia Provoca – São Paulo (SP)

Direção: Michelle Ferreira

Texto original: Michelle Ferreira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: