Um pouco mais de dedicação, revisão e a mágica acontece

ombudsman12-112

     Informação, descrição, criatividade e análise são aspectos essenciais para a formatação de uma boa crítica. Unir esses pontos a um texto coeso e bem estruturado torna a leitura dinâmica e agradável. Nesta semana, o Crítica de Ponta conseguiu, em partes, construir o cenário descrito anteriormente.

     Na editoria Livro Aberto a autora mostra que realmente tinha conhecimento da obra e revela preocupação com a narrativa e a maneira como alguns leitores reagiriam diante do livro. Explicitado no momento em que parafraseia Vinicius de Moraes e diz “os intelectuais que me perdoem, simplicidade é fundamental”.

     Já o texto da editoria Pratos & Drinks mostra-se bem completo, pois não foca apenas nas características superficiais do produto e trabalha os pontos mais específicos, como o modo de preparo e os temperos utilizados.  Além do que, assim como em Um comportamento integrado à estética, as autoras trazem históricos que enriquecem a construção da crítica.
          Ponto negativo para os textos Programação diária, mas nem tanto e Cultura dos pampas é foco no ‘Integração Gaúcha’. O primeiro por não possuir serviço, ter informações soltas e erro de concordância, como no final do segundo parágrafo onde está escrito “pessoas que souberam do evento no dia 18, por exemplo, mesmo interessadas, não podem participar das atividades”. Já na editoria Vitrola, apesar de trazer um começo criativo e interessante, o autor fica apenas na descrição do programa e pouco avança na análise do produto.
          Outro fator que deve ser levado em conta na produção do blog são as fotos, que permitem instigar o leitor, bem como ilustrar a crítica. Porém, dos 10 textos, apenas dois possuíam fotos próprias e não de divulgação.
           Já no que diz respeito à edição, tema que vem sendo pautado frequentemente por outros ombudsman’s, continua-se pecando na padronização e revisão das críticas. É possível perceber isso quando trata de forma distinta a semana literária. Ora grafado “Semana Literária do SESC & 32 anos da Feira do Livro”, ora “Semana Literária Sesc (Serviço Social do Comércio) Ponta Grossa e Feira do Livro 32 anos”. Fica a dúvida. Além disso, passam erros simples de digitação, como “por ser um evento se curta duração”. Vale lembrar que revisar faz parte do processo de aprendizado e nunca é demais.
     No entanto, a expectativa é de que no decorrer das semanas os erros sejam sanados e ocorra uma evolução dos textos, visto que o término do ano letivo está próximo, assim como o ciclo de mais uma safra do Crítica de Ponta.
Edgar Ribas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: