Archive for Agosto 9th, 2013

09/08/2013

Agenda Cultural

agenda

11 de Agosto – Domingo

Atividade: Peça teatral “O Bêbado” com Fábio Silvestre

Local: Cine-Teatro Ópera- Auditório B

Horário: 20h.

Informações: 3025-3244

13 de agosto – Terça-feira

Atividade: Projeto Tela Alternativa – Exibição do Filme: “O Iluminado” (The Shining)

Local: Cine Teatro Ópera – Auditório B

Horário: 19h. 30 min

Entrada gratuita.

13 de agosto – Terça-feira

Atividade: Exposição de telas ‘Agosto Azul’

Local: SESI Ponta Grossa

Horário: 20h.

Curadoria de Celso Parubocz, participação de diversos artistas.

17 de agosto – Sábado

Atividade: ‘Fala Conto Fala’: contos portugueses, indígenas, africanos

Local: Cine Teatro Ópera – Auditório B

Horário: 15h.

Informações: (42) 3901-1588

17 de agosto – Sábado

Atividade: Peça ‘4 Estações’

Local: Teatro Marista

Horário: 20h.

Venda de ingressós na Agência G4, Sebo espaço cultural e Ótica Maia. Valor: R$ 40,00 até o dia 16 de agosto.

Informações: (42) 3229-3044

 

Semana Pré-Marcha das Vadias

Exibição de documentários feministas: Terça-feira, 13 de agosto – 18h30, em frente ao RU da UEPG do centro.

Oficina de batucada: Quarta-feira, 14 de agosto – 18h30 no Diretório Central de Estudantes da UEPG

Mesa  de debates – Transexualidade: Quebrando tabus. Quinta-feira, 15 de agosto – 18h30 no Grande auditório do campus central da UEPG

 

Etiquetas:
09/08/2013

Reflexão sobre a maior das aventuras

livro aberto

 

Um livro que não serve apenas para ler, mas também para analisar nossas próprias atitudes

      José de Bôrtoli propõe mexer com os neurônios do leitor em seu livro A maior das aventuras. O título e a capa possibilitam imaginar que se trata de um romance, porém o livro tem caráter de autoajuda. O autor incita o leitor a usar o cérebro por completo, simplesmente alterando o modo como se fazem as coisas, saindo da rotina. O texto da obra tem tom leve, escrita de maneira simples e clara. Os textos ficam justificados e centralizados em cada página, porém o tamanho dos textos em cada página varia muito, algumas têm no máximo cinco linhas.

      “Me desafiei a fazer uma palestra e me desafiei a escrever um livro. Proferi várias vezes a palestra e estou na metade do livro, e não sou palestrante nem escritor”. Com essas palavras o autor chama o leitor a mudar, a aventurar-se, a mudar a mão com que se escreve, a desejar um bom dia para o seu próprio dia, não importa o horário e não importam quantas vezes você queira. Apesar de ser um livro de autoajuda, o livro prende a atenção do leitor, faz com que ele/ela queira chegar ao fim da história.

      José de Bôrtoli, em sua escrita simples, ganha o leitor ao longo de todo o livro, trazendo reflexões importantes sobre atitudes comuns. No último capítulo, intitulado A lata de lixo, sugere-se depositar toda a negatividade, estresse, maus pensamentos e atitudes. O fim do livro remete o leitor a uma carga emocional muito grande, pensando em de fato em seguir as orientações do autor, mudar não só as atitudes, mas surpreender os neurônios com atividades inusitadas, desafiando a você mesmo com um bom dia em qualquer hora do seu dia.

Rafaela Oliveira

Serviço:

O livro pode ser encontrado na Livraria Curitiba, Shopping Palladium

09/08/2013

Qualidade nas páginas e falta de conteúdo na tela

entre-linhas12

Jornal que circula nos Campos Gerais peca pela falta de notícias na própria versão online

     O Página Um, jornal produzido em Castro, tem circulação diária e leva informações e entretenimento para todas as cidades da região. As edições de segunda a sábado são compostas por páginas de opinião, política, região, geral, classificados, segurança e a coluna social. A linguagem simples permite uma compreensão rápida sobre o que está impresso.

        Normalmente com oito páginas, aos sábados são incluídas quatro páginas de ‘atos oficiais’. O periódico não se limita ao município onde é editado e, permite maior circulação ao invés de ficar limitado apenas às notícias de Castro.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

       Aos domingos, roda uma edição que vale também para a segunda-feira, com editorias variadas como ‘dia a dia’, ‘agronegócio’, ‘automóvel’, ‘esporte e moda’. As páginas coloridas são visualmente leves e a diagramação é equilibrada. O P-1 possui pouca publicidade, em comparação a outros periódicos de cidades da região.

      Além dos serviços diários de vagas de emprego, horóscopo, informações sobre assinatura e endereços e telefone para contato, nas páginas de domingo são encontrados resultado da loteria, previsão do tempo, datas comemorativas e  a programação do Cineplus de Castro. Porém, falta uma agenda cultural com eventos da região.

      No entanto, o site do Página Um segue o padrão das versões digitais dos demais jornais. É possível encontrar apenas as edições digitalizadas para serem lidas online ou em formato pdf e jpg. Notícias e atualizações sobre os acontecimentos não são publicados no site, de modo que o leitor precisa esperar a versão impressa para ter acesso a informações de última hora.

Giovana Kai

 Serviço

Venda avulsa : Sábado e Domingo – R$2,00
Dia de semana – R$1,50
Contato : redacao@paginaum.com
Site: http://www.paginaum.com

09/08/2013

No circo Globo as crianças dão um show

outros-giros21

Pela primeira vez na cidade de Ponta Grossa, grupo circense faz até três apresentações diárias

     Com 1h30 de duração, o Globo trás apresentações de malabarista, palhaços, contorcionista, dançarinas, trapezista, globo da morte, entre outros. Uma das apresentações que mais impressionam é a do trapezista, que se veste de Homem Aranha e tem a roupa alternada entre as cores vermelho e preto, a partir de um jogo de luz. A corda indiana também chama atenção pela dificuldade, na qual a acrobata movimenta-se, normalmente por giros rápidos e constantes, em uma corda presa no alto da estrutura da arena.

     Em ambos, não há qualquer rede ou mecanismo de segurança. Os palhaços geram comicidade ao espetáculo com piadas simples, além de interagir com o público. Outro fator de destaque são os artistas infantis. Como palhaço, malabarista ou acrobata, as crianças equivalem à desenvoltura dos adultos no picadeiro.

Foto: Crys Kühl

Foto: Crys Kühl

    O globo da morte é apresentado em duas versões. Na primeira delas, o motoqueiro está caracterizado de Batman para a performance. Na segunda, são dois os motoqueiros para integrar a apresentação, o que aumenta significativamente o grau de dificuldade.

      Há um intervalo de 15 minutos para que as pessoas possam comprar lanches, como algodão-doce, pipoca, cachorro-quente, entre outros itens. Alguns brinquedos estão disponíveis para venda. A comercialização é feita também durante o espetáculo. Fato que, aliás, pode atrapalhar os que estão nas primeiras fileiras da arquibancada por causa do trânsito dos vendedores. Quem prefere ficar mais próximo do picadeiro, paga de cinco a dez reais a mais.

Gabrielle Koster

Serviço

O Circo fica em Ponta Grossa até dia 12 de agosto na Rua Jacob Holzmann.
Horário: Diariamente as 20h30, sábado as 17h e 20h30 e domingo as 15h, 17h e 20h30.
Preço da entrada: 10 reais para estudantes, 15 reais na arquibancada e 20 reais nas cadeiras.

09/08/2013

Um casamento de dois fermentados

pratos

Chopp com vinho conquista pela textura diferenciada e equilíbrio entre dois sabores marcantes

     O Chopp com vinho servido pela Vêneto surpreende pelo sabor. O mesmo acontece com o claro que, apesar de ser mais comum nos outros estabelecimentos, merece atenção pelo paladar. Estes chopps são da marca Germânia, que distribui em diversos estabelecimentos do Brasil. São boas opções para quem deseja degustar só a bebida ou acompanhando diversos tipos de pratos.

     O chopp com vinho possui uma coloração mais escura, típica de vinho tinto. Com sabor suave, quase não se percebe o teor alcóolico, que é de 6,8%. Nota-se gosto adocicado ao beber o chopp de vinho. A espuma levemente cremosa traz uma sensação distinta para quem toma. Apesar de serem bebidas diferentes, a mistura entre os dois fermentados (chopp e vinho) fica bastante equilibrada.

Foto: Marcela Ferreira

Foto: Yago Rocha

    Já o chopp claro, se diferencia também pelo sabor mais intenso do que a maioria. Feito com baixa fermentação, o gosto lembra cervejas especiais, como cervejas de trigo, por exemplo. Uma bebida suave, apesar de alcóolica. Levando em consideração o sabor, o chopp claro da Vêneto pode ser considerado vantajoso por não ter grande diferença de preço dos demais. O teor alcóolico é 4,5%.

    Um ponto negativo é a demora em ser atendido no estabelecimento, que conta com poucos funcionários para atender as demandas. Apesar disso, os atendentes são atenciosos com os clientes. Infelizmente, a Vêneto não serve porções por ser um estabelecimento mais voltado a sorvetes e derivados. Isso causa o desconforto de quem bebe o chopp, que têm que enfrentar fila em outro estabelecimento para degustar um acompanhamento.

Marcela Ferreira 

 Serviço

Os chopps Germânia são vendidos na Vêneto Gelato do Shopping Palladium Ponta Grossa pelos preços:
Chopp claro: R$ 5,00 (300 ml), R$ 6,50 (500 ml) e R$ 8,50 (700 ml).
Chopp com vinho: R$ 6,00 (300 ml), R$ 8,00 (500 ml) e R$ 9,80 (700 ml).

09/08/2013

Diversão para não rir, ação para dormir

projetor322

A segunda parte do filme ‘Smurfs 2’ se perde entre roteiro (básico) e falta de ingenuidade

             A continuação do longa metragem sobre as criaturas azuis mais queridas da animação mundial levou dois anos para chegar às telas e, assim como a primeira edição, não consegue prender a atenção do espectador. Por trás do blockbuster hollywoodiano, existe um enredo fraco que não consegue alternar ação e diversão, além de não privilegiar personalidades icônicas como o malvado inocente Feiticeiro Gargamel ou o doce e ingênuo Papai Smurf.

    Produzido pela Sony Pictures, Smurfs 2 tem a participação de vozes conhecidas, como Hank Azaria (Os Simpsons), Katy Perry e Christina Ricci. Contudo, os dois cinemas de Ponta Grossa só oferecem a opção de assistir o filme na voz dos dubladores nacionais. O que ajuda a tornar Smurfs 2 ainda mais enfadonho.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

     No roteiro, a ação de busca dos Smurfs pela Smurfette sob as garras do Gargamel deixa de lado os aspectos de aventura para cair no existencialismo da Smurfette, com a intenção de mostrar um personagem mais “humano”. Um melodrama dispensável quando se tem como referência a obra original criada pelo belga Peyo e que animou manhãs e tardes das crianças da década de 1980.

      A falta de piadas ou situações divertidas deslocam a atenção do expectador. O personagem Gargamel consegue ser mais interessante que as trapalhadas dos salvadores Smurfs. Vale torcer para o malvado. No fim, salvam-se os gráficos e cenários da história, que deixa Nova Iorque para ganhar as ruas de Paris. Smurfs 2 consegue decepcionar crianças e adultos.

 Marcelo Mara

 Serviço

Smurfs 2
Sessões diariamente nos cinemas do Shopping Total e Palladium.
Classificação livre.

Etiquetas: ,
09/08/2013

Jornalismo de qualidade em duas edições

na tela

Paraná TV traz informações e coberturas completas sobre Ponta Grossa e região dos Campos Gerais

     O telejornal Paraná TV, transmitido pela afiliada paranaense da Rede Globo de Televisão, RPC TV, canal 7, é dividido em duas edições, de segunda-feira à sábado. Trata-se de um programa estadual fragmentado entre as notícias que abrangem todo o Paraná, geradas pela sede de Curitiba, e as específicas de Ponta Grossa e região, geradas pela filial local. A primeira edição tem duração de 45 minutos, com o primeiro bloco para as produções locais. A segunda edição dura 15 minutos, dos quais os dois primeiros blocos são locais.

     São 34 cidades do estado cobertas pelo RPC TV de Ponta Grossa. Por ser um programa transmitido em canal aberto, chega a mais pessoas e repercute mais os assuntos que aborda. As pessoas da região ficam informadas com notícias próximas delas, o que atrai a atenção para o programa, pela curiosidade.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

     Regras básicas para a produção jornalística, como a objetividade, verdade e instantaneidade, são seguidas pelos quatro repórteres que compõem a equipe do programa. As apresentadoras, porém, usam adjetivos nas chamadas de matérias, induzindo expectativas para o público. Todos os profissionais são graduados em jornalismo.

     O programa tem cenário sóbrio, que não chama a atenção para si, assim como as apresentadoras, que sempre vestem roupas de cores neutras. Percebe-se o objetivo de chamar a atenção pela qualidade da produção jornalística e não através de recursos cênicos. Nas externas, os repórteres também utilizam recursos visuais para destacar o fato em si, abrangendo informações e detalhes necessários para o espectador formular a cena em sua cabeça.

Crys Kühl

 Serviços

A primeira edição do Paraná TV é transmitida às 12h e a segunda edição às 19h10, no canal 07 da TV aberta.

Etiquetas: ,
09/08/2013

Versatilidade e simplicidade do papel

em-cena

Forças invisíveis dobram, ameaçam e transformam folhas de jornal em personagens de Shakespare

     Contemplada pelo Prêmio Funarte de Teatro Muryam Muniz 2012, a peça “Paper Macbeth” foi apresentada no Cine Teatro ópera, em Ponta Grossa, no dia 1 de agosto, em um roteiro que envolveu oito apresentações em cidades do Paraná e Santa Catarina.

     Baseada na tragédia escrita por William Shakespare, a peça apresenta uma inusitada adaptação. O nome do espetáculo revela a surpresa da trama, em “Paper Macbeth” os personagens são feitos em papel, especificamente jornal. A versatilidade do papel possibilita a movimentação dos personagens e também alguns sons, que se traduzem em efeitos sonoros.

     O teatro animação registrou um público com mais de 200 pessoas, incluindo crianças, jovens e adultos. A plateia também contou com a participação de alguns estudantes do Colégio Estadual Regente Feijó.

Foto: Digulgação

Foto: Digulgação

     A peça, apresentada pela Fazendo Fita Companhia de Teatro, foi montada de forma inovadora, transformando o papel com simplicidade e criatividade, criando personagens não convencionais que não deixam a desejar. Todas as cenas são trabalhadas com jogos de luz, dando ênfase aos personagens. Algo surpreendente é que na cena final do espetáculo os pequenos bonecos de papel “crescem”. No último ato são usados bonecos de papel, porém maiores, em tamanho real, dando mais emoção à cena.

     Cabe lembrar que, além da peça, a Fazendo Fita Companhia de Teatro oferece uma oficina gratuita e aberta a toda população, que fala sobre a linguagem do espetáculo e os bonecos de papel. Ainda ao da final da apresentação, os atores ficam a disposição da plateia para conversas informais e também mostrar os bonecos, garantindo uma aproximação maior com o público.

Rafaella Feola

Serviço: Peça exibida dia 01/08 no Cine Teatro Ópera

09/08/2013

Conteúdo para poucos escolhidos

antena11

Bispo Edir Macedo controla único meio radifônico inteiramente religioso da Princesa dos Campos

     Em 2002 nascia em Ponta Grossa a primeira emissora radiofônica com programação cristã. Rede Aleluia FM 93.1 é a única estação da cidade com conteúdo inteiramente voltado a questões religiosas. O veículo, que pertence à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), é voltado para um público seleto, como demonstra o slogan: “Rede Aleluia, a rede da família cristã”.

       Composta por canções gospel e seculares em um quadro com cunho religioso (a exemplo da atração ‘Terapia do Amor’, a grade apresenta canções românticas pedidas pelos ouvintes, a fim de uni-los em nome de Deus). A programação local é feita por meio da pregação de pastores da Igreja Universal da cidade, com leitura de orações e promessas aos ponta-grossenses, que podem ligar para a emissora e pedir bênçãos ou testemunhar algum milagre que tenham recebido.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 A segmentação da emissora indica uma limitação de público, o que consequentemente diminui a audiência e popularidade do veículo. Também existe a questão da falta de programação local pois, em geral, os programas são transmitidos via satélite do Rio de Janeiro. Sem uma identidade regional, a Rede Aleluia diminui as chances de proximidade com o público ponta-grossense.

     A rede da família cristã também se propõe a evangelizar a população. Por meio das transmissões da rádio mais pessoas podem conhecer a Igreja Universal e, por consequência, a instituição pode agregar mais membros. O contrário também acontece, quando os membros da denominação passam a ouvir a rádio, consolidando a audiência de uma determinada programação.

Rafaelly do Nascimento

Serviço:

Rádio: Rede Aleluia 93.1 FM

24 horas no ar, com programação local e do Rio de Janeiro

Site: http://www.redealeluia.com.br/

09/08/2013

Não pertence mais só a realeza

moda-e-estilo1

Preços baixos e inovações incentivam o aumento do consumo de blusas e roupas com detalhes em renda

     Beges, verdes, brancas, pretas, amarelas, azuis… Não importa a cor: as camisas e blusas com detalhes em renda voltaram. Com estilos variados, seguindo do clássico ao moderno, as combinações ajustam-se aos mais diversos tipos de tecido. Os detalhes podem estar nas costas, no busto e até mesmo nas alças e mangas. O tabu de que cores fortes deviam ser usadas à noite e cores neutras durante o dia não existe mais. Sejam tons chamativos ou pastéis, as blusas podem ser usadas durante os dois períodos.

     A presença da renda remete ao romantismo, mas, ao mesmo tempo, consegue trazer um ar de sensualidade e mistério: mostra pedaços da pele, tornando a peça provocativa, porém os desenhos delicados sugerem um ar de inocência. As roupas com detalhes em renda permitem diversas combinações, de acordo com o gosto pessoal do usuário. Jeans contribuem para deixar o conjunto mais descontraído, enquanto uma saia preta favorece um visual elegante.

Foto: Hellen Gerhards

Foto: Hellen Gerhards

     A renda consegue se adequar a todos os tipos de situações, das mais elegantes às mais coloquiais, de uma festa de gala até para ir comprar pão na padaria. O avanço da renda na constituição de roupas torna-se mais visível quando se olha para a história: originalmente a renda era usada somente nas vestimentas da nobreza e era um tecido caro. Percebe-se o uso frequente de roupas com renda pelas celebridades, o que contribuiu para fazer com que a renda voltasse a ser usada pela população em geral. O preço passou de caríssimo para acessível a partir da propagação do tecido, contribuindo também para o aumento das vendas.

Hellen Gerhards

Serviço:

As blusas podem ser encontradas nas lojas da cidade e na internet a partir de R$19,00.