Maquiagens, suor e Rock’n’Roll all night!

vitrola21Show da banda Burnin’ Mavericks traz repertório variado ao público pontagrossense

     O tributo ao KISS, da banda Burnin’ Mavericks, aconteceu no Bola 13, centro de Ponta Grossa, dia 17 de maio. A previsão era começar às 22:00, mas a banda subiu no palco apenas depois da 00:30. O atraso, porém, não afetou a animação do público, entretido com o bar e com os vídeos de shows e clipes da banda, que a casa passava no telão enquanto a apresentação não iniciou

     No meio do show, um problema com uma das caixas de som criou uma espera enfadonha pela continuação do tributo. Ignorando as duas esperas pelas músicas, a banda conseguiu entrar no clima quente da banda Kiss. O que prova isso são as maquiagens borradas pelo suor dos integrantes da banda, que conseguiu animar o público. Quem assistia acompanhou a maioria das músicas cantando durante o show.

marcelaFoto: Divulgação

      Para os fãs de Kiss, os agudos na voz da vocalista fizeram falta. O que é compreensível, pois cada pessoa tem sua maneira de cantar. Apesar de não lembrar muito os vocais da banda, a vocalista cantou de maneira agradável. A seleção de músicas agradou ao público, intercalando as mais clássicas com baladinhas famosas, como Forever. Registrou-se, porém, ao final do show falta de mais músicas do Kiss, por ser um tributo. A parte final da apresentação trouxe músicas de outras bandas, como AC/DC e Guns’n’Roses.

      Merece destaque o desempenho do baixista da banda que, em certos momentos, lembrou muito o baixista do Kiss, Gene Simmons. A interação da vocalista com o público também chamou atenção. Para quem é fã de Kiss, o show foi uma oportunidade de escutar canções do grupo tocadas por uma banda de qualidade.

Marcela Ferreira

Serviço:

O próximo show da banda Burnin’ Mavericks ainda não foi divulgado.
Outras informações na página da banda no Facebook. Imagem: Divulgação.

Anúncios

One Comment to “Maquiagens, suor e Rock’n’Roll all night!”

  1. Achei muito interessante o desenvolvimento da sua crítica. No entanto, pecou em alguns detalhes, como por exemplo o horário, que indica a hora de abertura da casa de shows. Diferente do horário de início do show.
    Há também a necessidade de rever as definições entre banda “cover” e “tributo”. Tratando-se de “cover”, as bandas geralmente personificam completamente os músicos da banda em questão e tocam, em suma, nota por nota. Enquanto para “tributo” há um senso “ad lib”, podendo variar de descaracterização da identidade visual, novas versões para sucessos consagrados, entre tantas outras possibilidades.
    Gostei muito da crítica, do estilo e argumentação. A sacada do título foi genial. Parabéns.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: