De Londrina ao estado do Paraná

Imagem

Diário do norte paranaense quer chegar a todo o estado. Será que consegue?

Política, geral, esportes, mundo. Um diário, como a Folha de Londrina, procura focar diversas editorias. Com tiragem diária, o jornal tenta alcançar o Paraná inteiro com entrevistas, fotografias e reportagens. Política, cidade e geral tentam segurar a circulação local, abrangendo Londrina e o entorno da cidade. Porém, a agenda chega às outras cidades maiores ou menores, inclusive com espaço para a cultura popular.

Entretanto, a cobertura de cultura popular não vai além da agenda, aparecendo uma matéria ou outra esporadicamente, quando a data é forte como carnaval, semana santa ou folia de reis. Adentrando mais no jornal, toda sexta-feira sai o caderno “Folha de sexta”, com assuntos relacionados a um público teen, atingindo tanto os adolescentes quando seus pais. Outro destaque é a editoria de esportes que durante as últimas olimpíadas fez uma cobertura diária dos jogos e campeonatos.

Assim como a “Folha de sexta”, há na edição de sábado, a “Folha Rural”, com informações voltadas a fazendeiros e pequenos proprietários, e também a agenda de leilões da semana. A “Folha 2” retrata a cultura nacional, como estreia de filmes, documentários, bandas que estão em grandes mídias deixando assim pouco espaço para a produção local seja da cidade de Londrina ou do estado. Com tanta diversidade de cadernos, a Folha de Londrina chega do empresário pai de adolescentes ao pequeno agricultor sem grande dificuldade. Assim, o jornal do Norte PR está há 65 anos no mercado, registrando acontecimentos do Paraná e, algumas vezes, do Brasil.

                                                                                                                      Luana Caroline Nascimento

Serviço:

Jornal: Folha de Londrina – http://www.folhaweb.com.br/
Tiragem: 40 mil exemplares/dia. Preço: R$ 2,50. Contato: caf@folhadelondrina.com.br

Anúncios

2 comentários to “De Londrina ao estado do Paraná”

  1. Texto bastante descritivo, faltou crítica. A parte gráfica poderia ter sido analisada também. Sei que o jornal “chega do empresário pai de adolescentes ao pequeno agricultor sem grande dificuldade”, mas e ai? A Folha de Londrina consegue chegar a todo o estado? A autora poderia (deveria) ter respondido a pergunta feita na linha de apoio.

  2. corrigir linha de apoio: “paraense”
    Alô, edição!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: