Archive for Abril 3rd, 2012

03/04/2012

Uma semana de evoluções

Image

Criticar não significa ressaltar as qualidades ou defeitos de algo, mas sim analisar independente de gostar ou não. Isso se faz presente de forma visível na editoria Vitrola. Além de apresentar o grupo, o teor crítico está ao citar a falta de músicas próprias, contextualizando com o atual cenário local. Quando a autora compara o vocal ao da banda The Doors, faz uma associação interessante para descrever sem adjetivar. A crítica também  acerta ao trazer uma banda de Ponta Grossa, o que ainda não tinha acontecido este ano.

Destaque para detalhes da critica “De carona com as ondas radiofônicas”. O autor traz dados do produto analisado ao invés de usar adjetivos que tornariam o texto vago. As informações conversam com o texto e o olhar do autor se fez presente, mostrando que a crítica é uma análise e não uma notícia.

Os adjetivos em excesso continuam presentes em algumas criticas. Em “Pequenas histórias, pequenas piadas” várias vezes as adjetivações tornam o texto pouco claro. O autor poderia ter explicado o que ele considera uma “boa iluminação e som regular”. O leitor não consegue imaginar as características apenas com essas palavras. Na mesma crítica, em determinado momento o autor comenta o fato das piadas serem destinadas a um público diferente do que assistia à peça. Aí sim, observações como essa mostram a percepção de quem escreve e uma análise diferenciada do produto.

Apesar de em alguns momentos confundir o leitor,  interessante a sacada do autor na crítica “Favor manter o local habitável (pelos cães)”. Pedir uma maior atenção para a conservação do lugar, citando que ele “espanta” as pessoas e atrai os cachorros, é um modo diferente de falar algo que costuma ser tratado de maneira direta e óbvia.

Avanços interessantes na semana. As criticas em geral não se prenderam a descrições e, mesmo que de maneira tímida em alguns, a análise e as argumentações estiveram presentes nos texto. Avançar ainda é preciso, mas o caminho é esse.

Marrara Laurindo

Etiquetas: