Como não fazer coberturas ao vivo

TV Educativa transmite Desfile de Abertura da 22ª München Fest com péssima qualidade

Todo ano, o desfile de abertura da München Fest (Festa Nacional do Chopp Escuro, que se tornou uma festa do sertanejo universitário), de Ponta Grossa, leva milhares de pessoas para a Avenida Dr. Vicente Machado, seja para desfilar em um dos blocos ou para assistir aos ‘müncheliões’. Na edição 2011 da festa, cerca de 15 mil prestigiaram o desfile dos 63 blocos, segundo informações da organização. E esta folia foi transmitida ao vivo pela TV Educativa de Ponta Grossa (canal 58 UHF).

A ideia foi boa, mas a execução foi péssima. É interessante a proposta do canal de transmitir o desfile, já que é uma TV pública e tenta cumprir um de seus papeis que é mostrar as ‘tradições’ regionais de sua área de abrangência e de identificação com o público. Porém, quando ela se propõe a tal cobertura, é de se esperar que a desempenhe com qualidade; mas não aconteceu.

A começar pelo apresentador. Quem teve a idéia de colocar um âncora de telejornal para narrar um desfile de blocos quase carnavalesco? E ainda mais, este âncora sendo Altair Ramalho, que tem de voz de locutor de radiojornal, fala pausada, seca e linguagem extremamente explicativa. Erros grotescos de gramática e informação foram cometidos, como quando Ramalho citou o evento como a “24ª München Fest”, embora o evento ainda esteja na sua 22ª edição. Ou então “tal bloco sabe desenvolver o desenvolvimento na Avenida”. Se existe a figura de um narrador, este precisa ser alguém que tem experiência neste tipo de cobertura ao vivo, como Fernando Durante.

Ainda, a transmissão de áudio estava em cerca de 80% da cobertura, com falhas técnicas. Este é um problema que a TV Educativa enfrentou também durante a final do Festival Universitário da Canção (FUC). Se os técnicos de som sabem do problema recorrente, esperava-se que tivessem arrumado desta vez. Por fim, os cinegrafistas merecem reconhecimento, visto que as imagens geradas eram de qualidade para este tipo de transmissão; mas não salvaram a cobertura da TV Educativa do Desfile de Abertura da München. Uma pena, pois o público que não pode acompanhar a festa na Avenida também não pode acompanhar a transmissão com qualidade e, provavelmente, usaram o controle remoto para mudar de canal.

Eduardo Godoy

 

Serviço:

Transmissão ao vivo do Desfile de Abertura da 22ª München Fest

TV Educativa de Ponta Grossa – canal 58 UHF

Data: 25/11/2011, a partir das 19h30

Narração: Altair Ramalho. Repórter: Marcelo Ferreira

4 comentários to “Como não fazer coberturas ao vivo”

  1. A foto é de Antonio Correia/Lente Quente.

  2. As ultima frase desta critica disse que o publico não pode acompanhar a festa na avenida ( pelas questões relatadas ao longo do texto) como se a TV Educativa fosse o unico veiculo de comunicação da cidade. Por que os outros vaiculos não fizeram a cobertura, com a internet os jornais poderiam ter realizada e postado em seus sites, além disso tem mais uma TV aberta na cidade, bem como as TVs a cabo, além de blogs e portais de internet e uma Web TV, eu acho que faltou força de vontade de certas entidades cobrirem o evento e isso não é culpa da TVE.

  3. Peso desculpas pelos erros gramaticais o importante é que a minha mensagem fique bem intendida!

  4. Peço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: