Archive for Novembro 23rd, 2011

23/11/2011

Enfim, críticos!

Image

Os textos desta (18 a 24/11) semana conseguiram alcançar o ideal do blog: criticar. Não abusaram das descrições, como na edição passada. Mostraram e opinaram sobre características específicas dos produtos. Assim deve ser um crítico, analisar e expressar a sua opinião, ou seja, ver o que os demais não conseguem enxergar.

Na editoria ‘Livro Aberto’, a falta de leitura do livro não foi um empecilho para escrever a crítica. O autor falou sobre o preço elevado dos livros, que por sinal, é um problema da cultura brasileira. Como incentivar a leitura se o principal objeto custa no mínimo acima de R$ 30,00? A crítica ajuda a refletir sobre a leitura de livros no País e na região. Além disso, traz exemplos da realidade, mostrando alguns livros e seus respectivos valores.

Alguns textos tornaram o clichê um modo de atrair o leitor, como o ‘Projetor’, que criticou a repetição de estórias nos filmes, mas ainda fazem sucesso, pois cada um narra de forma diferente. Através de críticas e descrições, a autora consegue instigar a vontade em vê-lo daqueles que gostam de comédia romântica.

No ‘Vitrola’, o autor transpôs a música para o texto. Para tanto, explorou os adjetivos, mas soube utilizá-los. Pois, através deles entendemos o que a música transmite para o público. “O som está vertiginoso ou abalador”.

Com poucos dias para encerrar a disciplina de Crítica de Mídia em 2011, era de se esperar textos mais argumentativos. Nesta edição, os alunos souberam analisar e criticar o produto, percebe-se que eles realmente viram as peças, os programas, o jornal, o filme e ouviram a música e o rádio. Isso mostra, que o contato entre o crítico e produto é essencial para elaborarem uma verdadeira crítica.

Mesmo com o cansaço de final de semestre da faculdade (entrega de trabalhos e provas), todas as editorias desta semana foram escritas. Diferente de edições passadas que sempre faltavam uma ou duas.

 

Carla Onaga


Etiquetas: