Deficientes auditivos, não! Somos surdos

 

Movimento Setembro Azul busca consolidar a cultura surda e exigir escolas de ensino especial

  Quem entrou na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) pelo bloco B, do Campus Central, na terça-feira, 27/09, pode ter estranhado a aglomeração de pessoas gesticulando em silêncio. Chamar a atenção para a luta por escolas bilíngües foi a intenção do Movimento Surdo. Os integrantes querem escolas públicas em que a língua principal é a de sinais (LIBRAS), além de exigir respeito à sua diferença lingüística.

Durante 45 minutos as pessoas (surdas ou não) ficaram atentas aos vídeos que eram exibidos. Cerca de 30 pessoas pararam para assistir, mas constantemente passavam estudantes que captavam pequenos trechos do documentário. Utilizando a LIBRAS e sendo traduzido ao vivo para os não surdos, o primeiro tape explicou o que é o movimento. Em seguida foram trazidos relatos de experiências pessoais e as diferentes fases da alfabetização bilíngüe das crianças.

Apesar de parecer direcionado aos pedagogos, o movimento deixou claro que não é apenas a exigência de um ensino público de qualidade voltado aos surdos, há também a busca pela consolidação da imagem da comunidade surda que quer reforçar sua cultura e se inserir na sociedade. Os surdos contestam a inclusão da forma como é feita, em que as crianças surdas frequentam o ensino regular sem qualquer preparação. Eles defendem um método de aprendizado diferente, em que o pensamento é construído a partir dos outros sentidos além da audição.

A mostra de vídeos faz parte do Setembro Azul, iniciado pelo Movimento Surdo em Favor da Escola e da Cultura Surda. O nome combina o mês em que se comemora o dia nacional dos surdos (26) e a cor que representa internacionalmente a surdez. O movimento prevê palestras, teatros, passeatas e audiências públicas que lembram as lutas e conquistas do grupo.

Mariane Nava

Serviço:

26/09: Conversa e Passeata sobre cultura surda no Centro de Cultura ;

27 e 29/09: Mostra de vídeos na entrada do bloco B do Campus central às 18h;

28/09: Mostra de Vídeos no hall de entrada da central de salas do Campus de Uvaranas às 18h;

29/09: Debate sobre escola bilíngüe no mini auditório do Campus central às 19h.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: