Esporte não se resume a futebol


Jornal PG Esportes peca por informar somente sobre futebol em sua primeira edição

A primeira edição do jornal PG Esportes apresenta erros e acertos em relação ao conteúdo e diagramação. O periódico não cumpre o que é proposto no editorial a respeito de cobrir o esporte em Ponta Grossa. Apesar de, certamente, conter somente notícias ponta-grossenses, limita-se a falar apenas sobre futebol e futsal. Esporte não se limita a ser jogado com os pés, é muito mais amplo que isso. Faltam conteúdos sobre outros esportes da cidade, que possui excelentes times de voleibol e basquete colegial, além de equipes de desportos menos conhecidos, como futebol americano e rugby.

Sem levar em conta o tamanho das matérias, o jornal acerta em direcionar um espaço maior para falar sobre o Operário. Um periódico precisa informar sobre o que a população quer saber. E em relação a futebol, o torcedor ponta-grossense tem interesse em saber cada vez mais sobre o time que representa a cidade. No entanto, as duas matérias relacionadas ao ‘Fantasma’ sob o título parecido ? ?Individualidade salva Operário? e ?Cadê o coletivo?? ? deixam a impressão de mesmo conteúdo em ambas.

 


Em relação à diagramação, o excesso de propaganda traz ao jornal um ar popularesco, sensacionalista, o que o conteúdo prova que não é. A manchete aparece em cima da foto, o que acaba tornando praticamente ilegível as páginas correspondentes da mesma, logo abaixo da chamada. Ainda sobre a capa, falta a assinatura da foto principal. O uso de duas fontes distintas na mesma página do periódico atrapalhou o visual das páginas.

Patrick Inada

Serviço:

Jornal: PG Esportes

Ano: 1

Edição: 1

Circulação: Semanal

Data: 16 a 25 de março

Distribuição gratuita

One Comment to “Esporte não se resume a futebol”

  1. Esporte não se limita a futebol, mas pauta não pode ser inventada. O espaço no jornal é curto, tem de se dar preferência ao factual, não é possível cortar uma pauta quente sobre futebol e futsal para fazer um especial sobre outro esporte. Acho que essa crítica poderia ser melhor elaborada após a segunda edição, quando durante o período de 15 dias (um erro do serviço, o jornal é quinzenal) ocorreram em Ponta Grossa a volta aos treinos do Guarani (basquete), o CEM (volei e futsal), jogo do Phantoms (futebol americano), os cadeirantes que foram de PG até Tibagi. Quanto ao restante do texto concordo e assino em baixo. Mas admiro o pessoal do jornal, Luciano, Abilio e Emmanuel, não é fácil fazer um jornal sobre esportes, ainda mais em cidade do interior, como Ponta Grossa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: