Paraná revela lendas regionais

Rede Paranaense de Comunicação procura e mostra, na TV aberta, histórias todos os domingos

As histórias contadas de pai para filho e de amigo para amigo, que depois de muito tempo se tornavam lendas regionais, hoje são assistidas por telespectadores paranaenses no bloco ‘Casos e Causos’, dentro do programa Revista RPC que é transmitido pela Rede Paranaense de Comunicação (RPC), aos domingos às 23h.

O programa alcançou média de audiência de 20 pontos no Ibope, conforme a empresa. O grande público explica-se pelo vínculo entre os telespectadores e as histórias contadas. Características dos locais, da trilha sonora, ou da época em que os contos se passa(ra)m são identificadas pelos que assistem. Ponto para a equipe selecionadora das histórias que dá preferência à regiões do interior e exibe casos de norte a sul do estado.

No programa são retratados desde fatos históricos, como relatos cotidianos, até algumas lendas, por mais absurdas que sejam. Os causos passam pela comédia, tragédia e até o terror. Ás vezes em forma de narrativa ou de mini-documentário, durando cerca de 10 minutos.“A noiva do pé de laranjeira”, “O casamento de Dalila”, “A igreja do degolado”, foram alguns dos episódios exibidos.

A direção e a produção são feitas em parceria com produtoras regionais (do PR) e os cenários e o figurino são bem preparados. No entanto, a dramaturgia deixa a desejar. É inegável que os talentos regionais recebem mais visibilidade com o programa, já que os atores são escolhidos no local onde a história se passa. Por outro lado, torna-se também inegável a escassez de bons intérpretes.

Sugestões de histórias podem ser enviadas ao programa pelo e-mail casosecausos@rpc.com.br.

Maria Fernanda Teixeira

 

Foto: Divulgação

One Comment to “Paraná revela lendas regionais”

  1. Na condição de leitor deste blog há dois anos, me cabe uma observação. Está certo que um mesmo programa pode ser analisado sob os mais diversos pontos de vista, mas o Revista RPC de longe é o campeão de citações por aqui.

    Recuperei outros três textos (links abaixo) sobre esse programa, mas posso ter deixado algo de fora.

    https://criticadeponta.wordpress.com/2010/08/17/humor-da-rpc-traz-mais-do-mesmo/
    https://criticadeponta.wordpress.com/2010/05/19/overdose-de-formato-na-grade-televisiva-local/
    https://criticadeponta.wordpress.com/2010/04/16/informacao-do-parana-aos-paranaenses/

    Minha reclamação é que essa excessiva repetição de temas, tanto aqui como em outras editoriais, compromete a variedade do blog. No caso de “Na Tela”, por mais que a produção televisiva no Paraná seja pouco numerosa, há muitos programas que ainda podem ser analisados. Sugiro que os autores olhem atentamente para as TVs abertas e a cabo locais, também para os textos anteriores do blog e aí sim escolher suas próximas pautas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: